//
Arquivos

Arquivo para

O Pará parado

O Pará é o quinto maior produtor de energia do Brasil e o segundo maior minerador. Mas nenhum paraense consegue ocupar o ministério das minas e energia. Para o segundo governo de Dilma Rousseff o indicado é o senador Eduardo Braga, peemedebista de ocasião que foi governador do Amazonas, Estado importador de energia. Ele vai … Continuar lendo

Privatização da Celpa

Interlocutor dos anos finais de Almir Gabriel comenta a matéria “Guerra suja” para fazer uma ressalva, que fica aqui registrada para quem interessar possa: Conversei uma vez com Almir Gabriel sobre a privatização da Celpa e o relato que ele me fez não sugere participação ativa de Jatene, antes pelo contrário, revela um supersecretário omisso … Continuar lendo

A PM particular

O governador Simão Jatene provavelmente nada fará. Tanto porque é refém da pessoa citada pela na notícia, como porque a fonte da informação já não lhe merece qualquer crédito. Mas se realmente ainda governasse para os paraenses, teria que mandar apurar a denúncia feita pelo Repórter Diário de hoje. Um informante disse à coluna do … Continuar lendo

Dedo Maiorana

Na sua edição de hoje, o Repórter 70, que se tornou o porta-voz do governo nas páginas de O Liberal, assegura já ter sido feito o convite para que o juiz federal Antonio Campelo “assuma o comando” da Secretaria de Segurança Pública. Garante que o governador Simão Jatene “encaminhou a solicitação ao CNJ, que também … Continuar lendo

Salvo pela pesca

A Secretaria da Pesca (com status de ministério) conseguirá preservar alguma forma de poder institucional para Helder Barbalho? A intenção é justamente essa. A presidente Dilma Rousseff renovou a aliança com Jader Barbalho que herdou do seu antecessor, Luiz Inácio Lula da Silva, ao garantir uma posição de influência para o filho do senador do … Continuar lendo

A presidente desnorteada

A expectativa dominante é de que 2015 venha a ser um ano mais difícil do que 2014, sobretudo pelo agravamento de problemas econômicos. Os enormes desafios exigiriam que a equipe do governo impressionasse ou convencesse por suas evidentes qualidades técnicas. Independentemente de sua cor ideológica, matiz política ou vinculação profissional, o ministério devia ser desmarcado … Continuar lendo

A guerra suja

A venda da Celpa, em 1998, na administração Almir Gabriel, do PSDB, constitui o mais nefando capítulo da história das privatizações das concessionárias estaduais de energia elétrica. À parte o valor irrisório da transação e dúvidas e suspeitas em torno da negociação, a troca de comando fez com que uma empresa mediana no setor, enquanto … Continuar lendo

 O secretário dos Maioranas

O Liberal não abre mão de ser o poder paralelo no segundo governo seguido (e terceiro alternado) do tucano Simão Jatene. Exerce esse poder principalmente através da coluna Repórter 70, de onde partem especulações, manobras, indicações e ordens para o chefe do poder executivo cumprir ou seguir. Pela ótica dos Maioranas, Jatene só voltou a … Continuar lendo

Jornalismo de aluguel

O Tribunal de Contas dos Municípios comprou uma página na edição de ontem de O Liberal. Por se tratar de matéria editorial, o custo é pelo menos o dobro de um anúncio convencional. O ônus adicional é por dar a impressão, ao leitor menos avisado, de se tratar de texto produzido na redação do jornal. … Continuar lendo

O abandono de Nova Olinda

Acabei de ler, emocionado e triste, matéria que saiu na edição de hoje da Folha de S. Paulo. O enviado especial Lucas Reis denuncia a maldade praticada contra moradores de Nova Olinda do Norte, no vizinho Amazonas. Essas pessoas perderam a visão após serem atendidas num mutirão contra acatarata, em 2011, e nunca foram indenizados. … Continuar lendo