//
você está lendo...
Violência

Mais um ataque

Dois dias depois, o aparato de segurança do Estado está sendo novamente colocado à prova. Se na segunda-feira, provavelmente colegas do soldado Vítor Pedroso executaram o suspeito de assassiná-lo, dentro de um hospital, onde recebia cuidados médicos por ter sido também baleado, hoje a vítima foi um sargento, identificado ainda apenas por Alberto, da mesma Ronda Ostensiva Tática Metropolitana, a Rotam.

As características do ataque são de uma tentativa de execução. O sargento estava à paisana, mas foi identificado por um dos homens armados que passava pela rua 14 de Março, entre Djalma Dutra e José Pio, no bairro do Telégrafo, em Belém. O militar recebeu dois tiros na cabeça e se encontra em estado grave, com risco de morte. Estaria sendo transferido para o Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência, em Ananindeua.

A polícia iniciou a busca aos autores ou autor do ataque ao sargento. Espera-se que os participantes do crime sejam logo presos à disposição da justiça, como manda a lei, antes que a demora em obter resultados concretos atice um ajuste de contas, uma nova execução.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: