//
você está lendo...
Ecologia, Economia

O HSBC e a Amazônia

No próximo dia 10 será lançada em Belém a edição “A Amazônia Hoje: Como Ela Está Mudando e Como Protegê-la” da revista Americas Quarterly. O local será o hotel Radisson Maiorana, uma bandeira internacional fincada num sítio local.

O material de divulgação do encontro o justifica com estas considerações:

“A Amazônia passa por um ponto de inflexão em razão do desmatamento em larga escala. Embora a velocidade do desmatamento tenha diminuído 75% na última década devido aos esforços do Brasil e de outros países, agora é o momento de lançar um objetivo novo que seja ainda mais ambicioso e abaixe o desmatamento líquido a zero. Esse novo objetivo será positivo para o meio ambiente, assim como para a economia e para o setor empresarial, pois conduzirá a região à adoção de um modelo de desenvolvimento mais eficiente”.

Foram convidados para tratar dessa meta audaciosa o governador Simão Jatene, que “abrirá o evento com um discurso sobre o comprometimento do Estado do Pará com o desmatamento zero até 2020”. Em seguida, Beto Veríssimo, pesquisador sênior e cofundador do Instituto do Homem e do Meio Ambiente da Amazônia, o Imazon, tratará dos benefícios do desmatamento zero para o meio ambiente e para a economia da Amazônia. Brian Winter, editor-chefe da revista, que tem a sua sede em Nova York, e vice-presidente da Americas Society/Council of the Americas, “irá em seguida moderar uma conversa entre o governador Jatene e Beto Veríssimo”.

Estranhamente, o press-release nada diz sobre a participação de Bruno Valente, procurador da república no Pará.

Isso tudo numa manhã. Não toda, aliás. Mas o suficiente para conseguir o patrocínio do banco multinacional HSBC. O que ganha o banco com o desmatamento zero da Amazônia? O que ganha a Amazônia com o interesse do banco?

Perguntas geradas pela globalização da Amazônia que a Amazônia continua a ignorar.

Discussão

2 comentários sobre “O HSBC e a Amazônia

  1. O banco patrocina a revista (http://www.americasquarterly.org/). Pode ser que ela mesma tenha conseguido esse apoio. Talvez as perguntas devem ser direcionadas à revista, não ao banco.

    Curtir

    Publicado por Daniel | 29 de outubro de 2015, 16:02

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: