//
você está lendo...
Política

O PT antes do PT

Em novembro de 1989, Lula acabara de ser derrotado por Fernando Collor de Mello, na sua primeira tentativa de chegar à presidência da república, saga única na história brasileira, que ele só encerraria ao conquistar a vitória, três eleições depois. Foi quando João Carlos comprou o livro Pra que PT – Origem, projeto e consolidação do Partido dos Trabalhadores, e o deu de presente, com a seguinte dedicatória: “Para a companheira [não registrou-lhe o nome] que como este livro, reflete a luta pela construção de uma sociedade socialista e democrática, no seu incansável dia-dia. Até a vitória final! Companheiro-ausente”.

O livro foi escrito por Moacir Gadotti e Otaviano Pereira, publicado em 1989 pela Cortez Editora, de São Paulo, em 370 páginas. Tem prefácio de José Dirceu e posfácio de José Genoíno Neto, ambos condenados pela justiça no processo do mensalão.

Há quase três décadas, durante as quais o PT saiu da condição de oposição e esperança para a de dono do poder e minoritário junto à opinião pública, Dirceu escreveu:

“Sem máscaras e mentiras, como partido democrático e socialista, o PT introduziu na política brasileira, no governo, na luta de classes e nos interesses dos trabalhadores, a transparência e o realismo dos fatos sociais, da ética e da democracia. Não esconde seus objetivos e nem os interesses que defende, não tem segredos e não concilia com a hipocrisia e a traição ou com o adesismo, tão ao gosto dos profissionais da política brasileira”.

Se de fato existiu, esse PT não existe mais. José Dirceu foi um dos principais coveiros do partido.

Discussão

3 comentários sobre “O PT antes do PT

  1. José Dirceu tem uma biografia admirável e relevantes serviços prestados ao povo brasileiro,inclusive como ministro-chefe da Casa Civil.Num julgamento de exceção,que o jornalista deveria repudiar,como um indivíduo que passou por agruras nas mãos do Judiciário,desde então resolveram acabar com ele;ele não pode fazer nada,não pode trabalhar,prestar consultoria,advogar;deve morrer,apodrecer na cadeia até o final de seus miseráveis dias.Não tente diminuir um homem como José Dirceu de Oliveira e Silva,jornalista.você pode ter seus méritos,mas não tem força moral para desacreditar esse grande brasileiro.

    Curtir

    Publicado por Cléber miranda | 4 de maio de 2016, 16:20
    • Nunca fui processado por corrupção.Nunca meu nome foi associado a corrupção. Nunca fiz militância política para ganhar as menininhas de passeata. Nunca fui tão narcisista para namorar minha espiã. Nunca aproveitei uma revolução para ganhar dinheiro, como em Cuba. A biografia definitiva de José Dirceu é a que ele escreve agora.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 4 de maio de 2016, 16:54
  2. Dirceu foi condenado num julgamento de exceção,sem provas materiais ou documentais,sem um único ato de ofício que o incriminasse,apenas indícios,baseados em depoimentos de gente do quilate de Marcos Valério e Roberto Jéfferson,esse último sim corrupto,pego com a mão na massa,em flagrante delito.Dirceu escolheu um lado desde a juventude,e nunca o traiu. Dirceu escolheu um caminho,um ideal,e procurou trilhá-lo,da melhor maneira,fazendo o melhor que pudesse,onde estivesse;definiu seu destino quando levantou aquelas algemas no embarque dos presos políticos deportados para o México,em 1969:esse ato de coragem e rebeldia lhe seria fatal e imperdoado para o resto de sua vida;na minha opinião,é o mais preparado vulto da esquerda brasileira,e um homem cultíssimo,de uma cultura geral impressionante,de personalidade forte,firme,decidido. Cometeu muitos erros,e eu poderia listar alguns aqui de que tenho conhecimento.Só não podem chamá-lo de covarde e de traidor. Nem de ter contas secretas ou em paraísos fiscais.Qual o patrimônio de José Dirceu ? Quantos são seus apartamentos luxuosos,suas coberturas,suas fazendas,seus iates,seus automóveis caros,seus jatinhos ? A JD Consultoria foi devidamente registrada,de forma transparente,legal,pagando impostos e isso porque ele foi impedido de trabalhar na administração pública e sabia do que viria pela frente(AP 470) e dos altos honorários advocatícios que teria que pagar. Que crime há nisso,meu Deus ? Crime de antever uma situação inevitável,de um jogo de cartas marcadas,do qual ele teria inevitavelmente que se defender ? Dirceu é o personagem mais odiado pela direita,o conservadorismo e o reacionarismo nacionais. A situação atual é prova inequívoca disso:próximo de se extinguir sua pena na AP 470(bem dito:a de corrupção ativa,pois a absurda tese de formação de quadrilha já foi pro espaço),seus inimigos(sim,pois adversários não fazem canalhices desse tipo)inventam uma ligação dele com o esquema da Petrobrás,onde ele de novo seria o “mentor intelectual”(quanta originalidade !). Vá ter costa larga assim lá em Santa Rita do Passa Quatro(MG),José Dirceu.Ao ser questionado se utilizaria a delação premiada,Dirceu teria dito o seguinte,segundo Roberto Podval ;”Não tenho o que delatar,nem a quem delatar,e mesmo que tivesse,não o faria,pois isso é coisa de gente safada,isso é coisa de traidor,e isso eu não sou e nunca serei”.José Dirceu de Oliveira e Silva é um indivíduo de hombridade e nobreza de caráter ímpares,e não será você nem ninguém que definirão sua biografia no sentido contrário;você nunca conseguirá isso. Mas continue tentando,pois tem toda a liberdade para isso,coisa que Dirceu não teve durante boa parte da vida.

    Curtir

    Publicado por Cléber miranda | 10 de maio de 2016, 18:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: