//
você está lendo...
Cultura

O artilheiro que não sorria

Não sou Paissandu: sou Remo (cada vez mais envergonhado). Nem Botafogo: sou Flamengo desde que me entendo por gente. Mas, por acaso, me veio o nome de Waldir Cardoso Lebrego, do qual pouca gente se lembra, mesmo quando se recorre ao seu apelido: Quarentinha.

É um absurdo esse esquecimento. Quarentinha reunia todos os ingredientes para ser um dos poucos heróis verdadeiros do Pará. Todos, menos um: não se interessava pela fama fácil, o sucesso e a simpatia.

Chegaram a defini-lo por comparação a Buster Keaton, humorista quase da altura de Charles Chaplin, mas que fazia rir sem rir. Como Quarentinha: que fazia gols e mais gols sem comemorar. Sério e sisudo como o americano Keaton, indiferente à obra prima que acabara de realizar.

Quarentinha teve a rara ventura de ser filho de um grande jogador, ao qual se atou definitivamente, o Quarenta, também ídolo do Paissandu, onde Quarentinha começou aos 16 anos, já como titular, e no clube jogou por apenas dois anos (entre 1950 e 1952).

O diminutivo se aplicava por sucessão hereditária, mas o filho superou o pai. De forma indiscutível graças a uma expressão do seu talento que podia ser medido, mesmo que de forma rústica na época: seu chute com a perna esquerda.

Diz a lenda (sempre melhor do que a realidade, quando não coincidem) que ele foi o único jogador de futebol que fez a bola disparar do centro do gramado de General Severiano, no finado campo do Botafogo, no bairro que lhe emprestou o nome, no Rio de Janeiro, até a copa de uma das palmeiras imperiais que embelezavam a sede do Mourisco.

Pelo menos os botafoguenses cariocas mais fanáticos não podem esquecer do paraense: afinal, ele se tornou o maior artilheiro da história do clube, com 310 (ou 313) gols em 444 (ou 442) jogos (média de 0,69 gols por partida), ao longo de 10 anos, período no qual o antológico time foi bicampeão estadual (1967/68), ocupando a ponta de lança num time que tinha Garrinha no seu ataque, além de outros craques.

É o detentor ainda de outra façanha: a maior média de um artilheiro na seleção brasileira: 17 gols em 18 (ou 17) jogos. Foi três vezes seguidas o artilheiro do campeonato carioca, entre 1958 e 1960.

Nunca, porém, ninguém o viu comemorar os seus abundantes e frequentemente belíssimos gols, mesmo quando abraçado e festejado pelos colegas. O torcedor não entendia e se irritava. Mas Quarentinha não mudava. Dizia que estava apenas cumprindo a sua obrigação e para isso era pago.

Armando Nogueira, um dos maiores jornalistas esportivos, o descreveu em uma das suas belas e justas crônicas:

“Quarentinha, eu o vi jogar muitas e muitas vezes. Era um chutador temível, um atacante de respeito, que fazia tremer os goleiros, fossem quem fossem. Tinha na canhota o que, então, se chamava um canhão. Chutava muito forte, principalmente, bola parada. Era de meter medo. Nos jogos Botafogo-Santos, era ele, de um lado, o Pepe, do outro. Ai de quem ficasse na barreira. Quarentinha nasceu no Pará, filho de um atacante que lhe herdou, intactos, o chute poderoso e o apelido. Não sei se o pai era tão tímido quanto o filho. Quarentinha jamais celebrou um gol, fosse dele ou de quem fosse. Disparava um morteiro, via a rede estufar, dava as costas e tornava ao centro do campo, desanimado como se tivesse perdido o gol”.

O jogador foi relembrado em 2008, quando Rafael Casé lançou o livro Quarentinha: o artilheiro que não sorria. O biografado não pôde comparecer: morrera 12 anos antes, aos 62 anos. Bem que os paraenses, o Paissandu ou alguém competente podiam se interessar pelo efetivamente célebre paraense e responder a essa intrigante pergunta: por que ele era assim?

OS GOLS

Para os interessados, do Paissandu, Botafogo e qualquer outro clube de futebol, vão os gols de Quarentinha pelo time da estrela solitária (e hoje esmaecida):

DATA/MÊS/ANO RESULTADO COMPETIÇÃO LOCAL GOLS

26 / 06 / 1954 5 x 1 São Paulo-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

18 / 07 / 1954 4 x 1 I. Medellín-COL Amistoso Medellín 2

25 / 07 / 1954 2 x 0 Millonarios-COL Amistoso Bogotá 1

01 / 08 / 1954 2 x 1 Atl. Nacional-COL Amistoso Medellín 1

07 / 08 / 1954 3 x 1 Atl. Nacional-COL Amistoso Medellín 1

12 / 08 / 1954 2 x 2 Valdez-EQU Amistoso Guayaquil 2

05 / 09 / 1954 3 x 1 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Caio Martins 1

07 / 09 / 1954 2 x 1 Passense-MG Amistoso Passos 1

12 / 09 / 1954 4 x 2 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 2

19 / 09 / 1954 1 x 3 Vasco-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

21 / 11 / 1954 3 x 2 Sel. de Petrópolis Amistoso de Aspirantes Petrópolis 2

15 / 12 / 1954 2 x 4 Internacional-RS Amistoso Eucaliptos 1

22 / 05 / 1955 4 x 1 Tenerife-ESP Amistoso Tenerife 1

05 / 06 / 1955 2 x 2 Real Murcia-ESP Amistoso Murcia 1

22 / 06 / 1955 6 x 2 Grasshopper-SUI Amistoso Zurique 1

10 / 08 / 1955 3 x 1 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Figueira de Mello 2

07 / 09 / 1955 6 x 0 Guarani-MG Amistoso de Aspirantes Cons. Lafaiete 3

11 / 01 / 1956 4 x 1 Barra Mansa-RJ Amistoso de Aspirantes Barra Mansa 1

15 / 01 / 1956 1 x 3 América-RJ Amistoso de Aspirantes Cabo Frio 1

04 / 03 / 1956 4 x 2 Campo Grande-RJ Amistoso de Aspirantes C. Grande (RJ) 3

18 / 03 / 1956 2 x 1 Sel. de Araguari Amistoso Araguari (MG) 1

19 / 04 / 1956 3 x 2 Brentford-ING Amistoso Brentford 1

10 / 05 / 1956 3 x 0 Real Celta-ESP Amistoso Vigo 1

08 / 06 / 1956 5 x 1 Troyes-FRA Amistoso Troyes 1

21 / 04 / 1957 4 x 1 Smart-MG Amistoso Itajubá 1

27 / 04 / 1957 2 x 0 P. de Desportos-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

24 / 05 / 1957 3 x 3 Sport-MG Amistoso Juiz de Fora 1

28 / 05 / 1957 7 x 3 América-TR (RJ) Amistoso Três Rios 1

25 / 06 / 1957 4 x 0 Sel. do Maranhão Amistoso São Luís 1

06 / 07 / 1957 4 x 0 Nacional-URU Torneio de Caracas Caracas 1

10 / 08 / 1957 6 x 1 Madureira-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 2

24 / 08 / 1957 5 x 1 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 1

01 / 09 / 1957 3 x 3 Flamengo-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

07 / 09 / 1957 2 x 0 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 1

14 / 09 / 1957 3 x 1 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

13 / 10 / 1957 5 x 0 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

20 / 10 / 1957 1 x 0 Bangu-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

27 / 10 / 1957 3 x 1 Bonsucesso-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

01 / 11 / 1957 4 x 1 Olaria-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

24 / 11 / 1957 5 x 0 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

07 / 12 / 1957 3 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

05 / 01 / 1958 2 x 1 Saprissa-C. RIC Quadrangular da C. Rica San José 1

19 / 01 / 1958 4 x 1 Sel. de Curaçáo Amistoso Willemstad 1

21 / 01 / 1958 4 x 0 Sel. de Curaçáo Amistoso Willemstad 1

30 / 01 / 1958 3 x 1 Atlético-EL SAL Amistoso San Salvador 1

09 / 02 / 1958 4 x 3 Toluca-MEX Pentagonal do México Cid. do México 2

16 / 02 / 1958 3 x 1 Zacatepec-MEX Pentagonal do México Cid. do México 2

27 / 02 / 1958 3 x 2 Corinthians-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

08 / 03 / 1958 1 x 2 P. de Desportos-SP Torneio Rio-São Paulo Pacaembu 1

12 / 03 / 1958 7 x 3 América-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 2

23 / 03 / 1958 5 x 4 Atlético-MG Amistoso Independência 2

26 / 03 / 1958 2 x 4 Vasco-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

30 / 03 / 1958 5 x 5 Carlos Renaux-SC Amistoso Brusque 1

06 / 04 / 1958 2 x 5 São Paulo-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

13 / 04 / 1958 3 x 1 Tejuco-MG Amistoso Diamantina 1

20 / 04 / 1958 3 x 0 Botafogo-SP Torneio Triangular Uberaba 2

25 / 05 / 1958 3 x 0 São Pedro-RJ Amistoso de Aspirantes S. João de Meriti 1

05 / 06 / 1958 6 x 0 Portuguesa-RJ Torneio J. T. de Carvalho Kosmos 2

07 / 06 / 1958 3 x 0 Portuguesa-RJ Torneio J. T. de Carvalho Gal. Severiano 2

11 / 06 / 1958 5 x 0 Vasco-RJ Torneio J. T. de Carvalho Gal. Severiano 2

14 / 06 / 1958 3 x 1 Vasco-RJ Torneio J. T. de Carvalho São Januário 2

22 / 06 / 1958 7 x 0 Sel. Saquarema-RJ Amistoso Saquarema 3

25 / 06 / 1958 2 x 0 América-RJ Torneio J. T. de Carvalho Gal. Severiano 2

13 / 07 / 1958 2 x 1 Fluminense-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

20 / 07 / 1958 2 x 2 River-PI Amistoso Teresina 1

02 / 08 / 1958 6 x 0 Olaria-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 4

15 / 08 / 1958 3 x 1 Bonsucesso-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

05 / 09 / 1958 3 x 3 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

10 / 09 / 1958 2 x 2 River Plate-ARG Amistoso Buenos Aires 1

12 / 10 / 1958 3 x 0 Madureira-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 2

18 / 10 / 1958 5 x 0 Olaria-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 2

01 / 11 / 1958 2 x 2 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

09 / 11 / 1958 3 x 2 Flamengo-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

22 / 11 / 1958 2 x 0 Fluminense-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

07 / 12 / 1958 2 x 0 Vasco-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

13 / 12 / 1958 4 x 1 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

10 / 01 / 1959 1 x 2 Vasco-RJ Camp. Carioca (Super) Maracanã 1

14 / 01 / 1959 2 x 2 Flamengo-RJ Camp. Carioca (Super) Maracanã 2

25 / 01 / 1959 6 x 0 Goiânia-GO Amistoso Goiânia 2

22 / 02 / 1959 1 x 1 Paysandu-PA Amistoso Belém 1

24 / 02 / 1959 2 x 3 Santa Cruz-PE Amistoso Ilha do Retiro 1

04 / 04 / 1959 2 x 2 Portuguesa-RJ Amistoso Laranjeiras 2

12 / 04 / 1959 3 x 0 Goiás-GO Amistoso Goiânia 1

19 / 04 / 1959 3 x 1 São Paulo-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

21 / 04 / 1959 4 x 4 Internacional-RS Amistoso Eucaliptos 2

25 / 04 / 1959 3 x 1 América-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

28 / 05 / 1959 3 x 1 Combinado Malmoe / Norrkoping Amistoso Malmoe 2

30 / 05 / 1959 3 x 1 Standard Liège Amistoso Liège 1

03 / 06 / 1959 2 x 2 Sel. da Áustria Amistoso Viena 1

06 / 06 / 1959 5 x 0 Anderlecht-BEL Amistoso Bruxelas 3

10 / 06 / 1959 4 x 3 Fortuna 54-HOL Amistoso Geleen 1

12 / 06 / 1959 4 x 1 Willem II-HOL Amistoso Tilburg 3

24 / 06 / 1959 6 x 4 Atlético de Madrid Amistoso Madri 2

26 / 06 / 1959 1 x 3 Feyenoord-HOL Amistoso Roterdã 1

29 / 06 / 1959 2 x 1 Sevilla-ESP Amistoso Sevilla 1

11 / 07 / 1959 5 x 1 Madureira-RJ Amistoso Cons. Galvão 1

18 / 07 / 1959 2 x 0 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

01 / 08 / 1959 6 x 0 Bonsucesso-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

04 / 08 / 1959 6 x 0 Sport Recife-PE Amistoso Ilha do Retiro 2

08 / 08 / 1959 4 x 0 Madureira-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 4

16 / 08 / 1959 3 x 1 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

22 / 08 / 1959 5 x 1 Olaria-RJ Campeonato Carioca Maracanã 3

29 / 08 / 1959 1 x 0 Vasco-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

05 / 09 / 1959 2 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

26 / 09 / 1959 2 x 1 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 2

03 / 10 / 1959 2 x 1 Flamengo-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

10 / 10 / 1959 6 x 1 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

25 / 10 / 1959 2 x 6 Flamengo-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

20 / 11 / 1959 3 x 1 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

29 / 11 / 1959 1 x 3 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

05 / 12 / 1959 3 x 0 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

20 / 12 / 1959 3 x 3 Fluminense-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

23 e 26 / 12 / 1959* 4 x 1 Bangu-RJ Decisão do 2° lugar* Maracanã 1

30 / 12 / 1959** 2 x 0 Bangu-RJ Decisão do 2° lugar** Maracanã 1

06 / 01 / 1960 1 x 2 L. D. U. de Quito Amistoso Quito 1

10 / 01 / 1960 1 x 0 Millonarios-COL Quadrangular de Bogotá Bogotá 1

17 / 01 / 1960 4 x 2 I. Santa Fé-COL Quadrangular de Bogotá Bogotá 2

31 / 01 / 1960 2 x 2 Sel. da Costa Rica Amistoso San José 1

14 / 02 / 1960 3 x 2 Necaxa-MEX Amistoso Cid. do México 2

24 / 02 / 1960 3 x 1 Sel. do México Amistoso Guadalajara 2

28 / 02 / 1960 2 x 1 Sel. do México Amistoso Cid. do México 1

09 / 03 / 1960 3 x 0 Universitário-PER Amistoso Lima 1

20 / 03 / 1960 1 x 1 Corinthians-SP Torneio Rio-São Paulo Pacaembu 1

24 / 03 / 1960 1 x 3 Flamengo-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

27 / 03 / 1960 2 x 2 Fluminense-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

02 / 04 / 1960 3 x 2 São Paulo-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 2

09 / 04 / 1960 3 x 2 P. de Desportos-SP Torneio Rio-São Paulo Pacaembu 3

23 / 04 / 1960 3 x 1 Palmeiras-SP Torneio Rio-São Paulo Pacaembu 3

31 / 07 / 1960 4 x 1 Ferroviário-PR Amistoso Curitiba 2

14 / 08 / 1960 4 x 3 Olaria-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

20 / 08 / 1960 2 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

07 / 09 / 1960 7 x 1 Athletic Club-MG Amistoso S. João del Rey 2

11 / 09 / 1960 6 x 0 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

22 / 09 / 1960 4 x 1 Bonsucesso-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

01 / 10 / 1960 4 x 2 Bangu-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 2

08 / 10 / 1960 6 x 0 Olaria-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 4

20 / 10 / 1960 5 x 0 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 2

23 / 10 / 1960 6 x 1 Uberlândia-MG Amistoso Uberlândia 2

30 / 10 / 1960 4 x 1 Flamengo-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

04 / 11 / 1960 3 x 1 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 1

06 / 11 / 1960 6 x 1 Machadense-MG Amistoso Machado 2

12 / 11 / 1960 4 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

17 / 11 / 1960 3 x 2 Ferroviário-PR Amistoso Durival de Britto 1

20 / 11 / 1960 2 x 1 Madureira-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

27 / 11 / 1960 1 x 1 Fluminense-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

04 / 12 / 1960 2 x 1 Vasco-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

17 / 12 / 1960 5 x 3 Bonsucesso-RJ Campeonato Carioca Maracanã 3

14 / 01 / 1961 2 x 0 Universitário-PER Amistoso Lima 2

21 / 01 / 1961 4 x 0 Alianza Lima-PER Amistoso Lima 1

07 / 02 / 1961 4 x 0 Herediano-C. RIC Triangular Inter. da C. Rica San José 2

12 / 02 / 1961 5 x 0 I. Santa Fé-COL Amistoso Bogotá 1

19 / 02 / 1961 5 x 0 Comb. de Quito Amistoso Quito 2

01 / 03 / 1961 3 x 1 P. de Desportos-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

18 / 03 / 1961 5 x 1 Vasco-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 3

22 / 03 / 1961 3 x 0 Flamengo-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

07 / 04 / 1961 4 x 2 Uberaba-MG Amistoso Uberaba 1

23 / 04 / 1961 2 x 1 Santos-SP Torneio Rio-São Paulo Pacaembu 1

17 / 03 / 1962 3 x 1 Palmeiras-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

20 / 05 / 1962 3 x 2 Paysandu-PA Amistoso Belém 1

31 / 05 / 1962 1 x 3 Santa Cruz-PE Amistoso Recife 1

07 / 06 / 1962 2 x 1 Sergipe-SE Amistoso Aracaju 1

08 / 08 / 1962 4 x 0 Madureira-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

22 / 08 / 1962 3 x 1 Deportivo Cali Amistoso Cáli 1

30 / 08 / 1962 2 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

02 / 09 / 1962 5 x 2 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

07 / 09 / 1962 1 x 0 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

15 / 09 / 1962 2 x 0 Fluminense-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

03 / 10 / 1962 6 x 1 Royal-RJ Amistoso Barra do Piraí 3

06 / 10 / 1962 4 x 1 Bonsucesso-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

09 / 10 / 1962 2 x 1 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

20 / 10 / 1962 2 x 0 Olaria-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

27 / 10 / 1962 1 x 1 Bangu-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

04 / 11 / 1962 1 x 1 Vasco-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

14 / 11 / 1962 6 x 1 Madureira-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

28 / 11 / 1962 2 x 2 Internacional-RS C. Brasileiro (Taça Brasil) Olímpico 1

30 / 11 / 1962 2 x 0 Internacional-RS C. Brasileiro (Taça Brasil) Olímpico 2

05 / 12 / 1962 3 x 1 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

16 / 01 / 1963 5 x 0 Barcelona-EQU Amistoso Guayaquil 1

20 / 01 / 1963 2 x 0 América de Cali Amistoso Cáli 1

24 / 01 / 1963 1 x 0 I. Medellín-COL Amistoso Medellín 1

06 / 02 / 1963 2 x 1 Colo Colo-CHI Amistoso Santiago 2

20 / 02 / 1963 2 x 1 Olaria-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

03 / 03 / 1963 2 x 1 Flamengo-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

07 / 03 / 1963 2 x 2 Fluminense-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

13 / 03 / 1963 1 x 1 Vasco-RJ Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

16 / 03 / 1963 2 x 3 P. de Desportos-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

19 / 03 / 1963 3 x 4 Santos-SP C. Brasileiro (Taça Brasil) de 1962 Pacaembu 1

27 / 03 / 1963 2 x 3 Corinthians-SP Torneio Rio-São Paulo Pacaembu 1

31 / 03 / 1963 3 x 1 Santos-SP C. Brasileiro (Taça Brasil) de 1962 Maracanã 1

25 / 05 / 1963 2 x 3 Universidad-CHI Amistoso Casablanca 1

13 / 06 / 1963 3 x 2 Racing de Paris Torneio de Paris Paris 1

14 / 07 / 1963 6 x 0 Madureira-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

21 / 07 / 1963 1 x 3 Flamengo-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

28 / 07 / 1963 3 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

11 / 08 / 1963 1 x 1 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

07 / 09 / 1963 3 x 2 Olaria-RJ Campeonato Carioca Maracanã 2

14 / 09 / 1963 2 x 0 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

10 / 11 / 1963 3 x 0 Fluminense-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

30 / 11 / 1963 2 x 1 Olaria-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

07 / 12 / 1963 1 x 3 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

07 / 02 / 1964 2 x 3 Corinthians-SP Amistoso Pacaembu 1

29 / 03 / 1964 2 x 0 P. de Desportos-SP Torneio Rio-São Paulo Maracanã 1

19 / 06 / 1964 5 x 0 Leo Victor-SUR Torneio do Suriname Paramaribo 2

21 / 06 / 1964 5 x 0 Paysandu-PA Amistoso Belém 2

05 / 07 / 1964 5 x 0 Olaria-RJ C. Carioca de Aspirantes Gal. Severiano 3

12 / 07 / 1964 3 x 0 América-RJ C. Carioca de Aspirantes Maracanã 1

22 / 07 / 1964 3 x 0 Campo Grande-RJ C. Carioca de Aspirantes Maracanã 2

26 / 07 / 1964 2 x 1 Bangu-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

02 / 08 / 1964 3 x 1 São Cristóvão-RJ Campeonato Carioca Figueira de Mello 1

09 / 08 / 1964 3 x 0 Madureira-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

15 / 08 / 1964 3 x 2 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

19 / 08 / 1964 2 x 0 Vasco-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

23 / 08 / 1964 6 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Caio Martins 1

30 / 08 / 1964 1 x 2 Bonsucesso-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

27 / 09 / 1964 1 x 0 Olaria-RJ Campeonato Carioca Bariri 1

01 / 10 / 1964 3 x 1 América-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

04 / 10 / 1964 1 x 0 Campo Grande-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 1

01 / 11 / 1964 1 x 1 Portuguesa-RJ Campeonato Carioca Laranjeiras 1

07 / 11 / 1964 2 x 0 Vasco-RJ Campeonato Carioca Maracanã 1

11 / 11 / 1964 2 x 1 Usipa-MG Amistoso Ipatinga 1

15 / 11 / 1964 5 x 0 Canto do Rio-RJ Campeonato Carioca Gal. Severiano 2

Total de gols (1954 a 1964) amistosos, campeonatos, taças e torneios. 317 – 3 = 314

 

Em 21 / 01 / 1958, segundo o Boletim do clube, gols de Garrincha, Amoroso, Quarentinha e Neyvaldo.

Segundo o Jornal dos Sports e O Globo, gols de Paulinho Valentim (2), Édison e Garrincha.

Em 16 / 02 / 1958, segundo o JS, o JB e O Globo, gols de Quarentinha (2) e Pampolini.

Segundo o Boletim do clube, gols de Garrincha, Pampolini e Édison.

* O 1° jogo da decisão do vice-campeonato carioca começou dia 23 e terminou 26-12-59

devido à tempestade.

** 2° jogo do vice-campeonato carioca.

Em 19 / 03 / 1963, jogo da temporada de 1962.

Em 31 / 03 / 1963, jogo válido também para o Torneio Rio-São Paulo

Discussão

16 comentários sobre “O artilheiro que não sorria

  1. Grande Quarentinha! Muito bem lembrado. Lembro de escutar seus lances sinistros contados como se fossem contos transmitidos de pai pra filho; e de tios orgulhosos de sua estrela solitária tentando “acasacar” o sobrinho já mirim bicolor.

    Mas, sabes uma coisa que me intriga? É falar em média de gols por partida.
    Como mensurar fracionando algo que só tem valor quando é inteiro?
    Se alguém me provar a existência de um meio buraco ou um meio ponto, saudarei o meio gol (ou 0,69 gols por partida)
    Estatística por percentual de aproveitamento satisfaz tranquilamente.
    O craque, ou melhor, o jogador Quarentinha (já que não se deslumbrava com adjetivos envernizados) com seus 313 gols (in dubio pro goleador) em 444 jogos, dá 70,50% de aproveitamento; àquela época.

    *assunto digno de um lugar clássico no espaço-tempo do futebol: o boteco.

    Curtir

    Publicado por Thiago | 12 de novembro de 2016, 21:52
    • Thiago,

      O aproveitamento não seria a porcentagem de partidas que ele jogou e fez gol? Se sim, não dá para calcular dividindo o número de gols pelo número de partidas, pois há várias partidas nas quais ele fez mais de um gol. Acho que o aproveitamento seria bem menor que 70%.

      Vai ver que o Quarentinha não sorria porque estava longe de casa…

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 13 de novembro de 2016, 00:20
      • Alô, José!

        Seria o contrário porque o propósito da estatística é o maior momento do futebol: o gol. Por isso o quociente % buscado é sobre gols/partida. Afinal de contas, jogar todo mundo “joga” (assim como todo mundo também é “técnico”), já fazer gols…

        Agora, de fato, boa sacada tua a quantidade de gols por partida. Nesse caso, é uma variante na estatística de aproveitamento que pode ser feita por peso no percentual.

        *”Garção! Desce dois, desce mais”

        Curtir

        Publicado por Thiago | 13 de novembro de 2016, 07:46
      • O garçom Quarentinha descia de engradado.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 13 de novembro de 2016, 14:10
      • A média é apenas uma medida estatística de referência quantitativa.
        O Quarentinha nunca riu. Mesmo quando jogava pelo Paissandu (hoje, choraria). Era o modo de ser dele. Acho que tinha a ver com o pai, o Quarenta. Que tal atrairmos quem entende de futebol e o acompanha há mais empo para nos ajudar a buscar uma explicação?

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 13 de novembro de 2016, 14:01
      • Pela minhas contas o Quarentinha fazia um gol a cada 140 minutos jogados, o que é uma boa marca. Ninguém do Botafogo depois dele chegou a essa marca. A marca mais excelente dele foi na seleção brasileira..pelo menos um gol por partida. Pena que não foi a Copa de 62. Desce um guaraná…

        Curtir

        Publicado por José Silva | 13 de novembro de 2016, 23:05
    • Alguém devia se interessar por escrever a história do Quarentinha. Seria uma homenagem de sentido prático: mostrar ao torcedor de futebol que o Pará já teve futebol de grande valor, que lhe permitia competir nacionalmente. Além de tratar do jogador, meu interesse serioa pela intrigante figura do personagem ensimesmado.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 13 de novembro de 2016, 13:53
  2. Prezados,

    De fato o comportamento dele desperta curiosidade. Imagino que ele era uma pessoa muito introvertida.

    Lúcio, parabéns!

    Boa matéria, a pesar de ser da geração dos R’s (Ronaldinho, Ronaldinho Gaúcho, Rivaldo e Roberto Carlos), ser Remista e ainda torcer simpatizar com o Flamengo, a história de Quarentinha me deixou curioso.

    Mas assim como Quarentinha, de suas gerações, na minha geração também tem um injustiçado que é esquecido pelos amantes de Futebol, Rivaldo.

    Garçom, desce um Guaraná pra mim que a resenha aqui ta boa.

    Rivaldo, aquele camisa 10, que apesar de ter sido o jogador que teve maior influência no penta da copa de 2002, poucas vezes recebeu o mérito e é lembrado como tal. Lembram do Jogo contra a Turquia? ou melhor, Lembram da final conta a Alemanha? Ronaldo fez o primeiro gol após pegar rebote de um chute forte dado por Rivaldo. E o segundo Gol quando o Cleberson tocou a bola para Rivaldo e ele fez o “o corta luz” abrindo a perna e deixando Ronaldo novamente “de frente pro crime”.

    Rivaldo tinha um futebol refinado, digno da camisa 10 em qualquer clube o seleção do mundo que fizesse parte.
    Depois de Rivaldo a camisa 10 da nossa seleção nunca mais exibiu a “magia do futebol”, se resumiu a uma apresentação mediana e em muitas vezes decepcionante.

    Porque será que uma joia tão rara foi tão desprezada e é tão pouco lembrada pelos amantes de futebol?

    Curtir

    Publicado por Fabiano | 14 de novembro de 2016, 09:12
    • Talvez porque ele era sério demais.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 14 de novembro de 2016, 18:59
      • Fabiano,

        Na certa, Rivaldo não tinha o apelo popular necessário para cair nas graças da mídia.Talvez fosse sério, como sugere o LFP. Já que você é remista, deve lembrar do goleiro Rafael que jogou no Remo em 2005. Apesar de baixinho, era uma verdadeira parede, pois sabia sair nas bolas e encarava os atacantes. Para mim, foi herói no título de 2005. Infelizmente, poucos lembram dele.

        Curtir

        Publicado por Jonathan | 14 de novembro de 2016, 19:21
    • Nao entendi essa de que o Rivaldo foi desprezado. Elevarem uma história de superação bonita e bem reconhecida. Ganhou a Bola de Ouro e teve inúmeros contratos milionários com excelentes clubes na Europa. Ele não fica na mídia o tempo todo porque decidiu assim, opção própria. Nao tem nada a ver com desprezo.

      Curtir

      Publicado por José Silva | 14 de novembro de 2016, 23:32
  3. O Rivaldo foi considerado o melhor do mundo em 2009, entretanto na copa de 2002, onde foi o melhor jogador disparadamente e ainda foi o vice-artilheiro da copa (apesar de ser meia) ele foi premiado apenas como 5º melhor jogador daquela edição.

    Provavelmente foi sua seriedade mesmo que ofuscou seu brilhante currículo. E se estamos certos, isso mostra que nós enquanto amantes de futebol nos acostumamos a paparica um tipo Cristiano Ronaldo, ou melhor CR7 que apesar de não ser tão genial com a redonda no pé, ele fica bem na foto…

    Curtir

    Publicado por Fabiano | 16 de novembro de 2016, 08:03
    • Seriedade ou falta de um bom marqueteiro? CR7 tem marqueteiro, Neymar tem marqueteiro, etc. Se o marqueteiro é bom, então a “personalidade” tem mais visibilidade. Com visibilidade, pode-se até mesmo ganhar eleições que aparentemente estavam perdidas, tal como a Dilma e o Trump.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 16 de novembro de 2016, 10:26
      • José Silva:

        Inclua o Zenaldo na lista.

        Fabiano:

        Não subestime tanto o CR7. Tem vários gols em sua carreira e várias Champions Leagues no currículo. Ainda conseguiu o feito de ganhar um título com sua seleção. Mesmo não jogando o último jogo da Eurocopa, desempenhou o papel de líder entre seus companheiros.

        Curtir

        Publicado por Jonathan | 20 de novembro de 2016, 12:41

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: