//
você está lendo...
Justiça, Política

Zenaldo bi-cassado

Em 19 de outubro, o juiz Antônio Cláudio Von Lohrmann Cruz, da 97ª vara eleitoral de Belém cassou a candidatura do prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, do PSDB, e de seu vice-prefeito, Orlando Reis, por propaganda eleitoral irregular e abuso de poder político e econômico.

Ontem, o mesmo juiz repetiu a decisão, cassando novamente as mesmas candidaturas, pelos mesmos motivos: prática de conduta vedada e abuso de poder político e econômico pelo transporte gratuito de passageiros pelo BRT, divulgação dos seus nomes em placas de obras da prefeitura, Facebook e Youtube oficiais da administração municipal, e em notícias divulgadas pela Agência Belém, caracterizando propaganda eleitoral irregular.

O juiz considerou procedente a denúncia da Coligação Juntos pela Mudança. Além de cassar as duas candidaturas à reeleição, tornou o prefeito e o vice-prefeito inelegíveis por oito anos.

A decisão do juiz Cláudio Cruz foi proferida ontem, mas ainda não foi publicada no Diário Oficial. Como dela cabe recurso ao Tribunal Regional Eleitoral, em Belém, e ao Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília, ambos permanecem nos seus cargos.

Em um mês, duas decisões iguais do juiz singular e nenhuma do TRE sobre a confirmação ou não da sentença inicial. Quantos processos se acumularão para que seja feito o julgamento no colegiado?

Discussão

6 comentários sobre “Zenaldo bi-cassado

  1. Acredito que acontecerá o mesmo que aconteceu com Duciomar Costa: Zenaldo cumprirá seus 4 anos que lhe restam e pode ser que depois – muito depois-, resolvam enfim puni-lo com multa e torná-lo inelegível.

    Curtir

    Publicado por Jonathan Pires | 22 de novembro de 2016, 19:38
  2. Se tívessemos um TRE sério, a decisão deveria ser feita antes da posse. Agora que é momento de mostrar um mínimo de eficiência. Fica aqui o desafio aos nobres juízes. Estamos monitorando. Serão eles capazes de dar um pouquinho de estabildade política a uma cidade tão conturbada pelo descaso do poder público?

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 22 de novembro de 2016, 22:11
  3. E o prefeito cassado Zenaldo ainda tem a cara de pau de vir a público e chamar o TRE, orgão do judiciario e composto por membros juízes do mais alto gabarito, de tapetão, conforme reportagem do Jornal Nacional.
    Esses políticos realmente não respeitam nem o nosso judiciário.
    Em quanto isso, em Brasilia, o deputado Edmilson e o PSOL lutando para serem aprovadas as dez medidas contra a corrupção propostas pelo MPF.

    Curtir

    Publicado por Hernani Filho | 23 de novembro de 2016, 07:59
  4. É verdade Hernani .Pior é que essa retórica do ” tapetão” , não sai apenas da boca do acusado – como estratégia de defesa, claro, já que é uma expressão muito popular e, portanto, de apelo midiático – mas também da pena de jornalistas , o que é lamentável…Depois os próprios jornalistas ficam reclamando do judiciário , vá entender (rs)

    Curtir

    Publicado por Marly Silva | 23 de novembro de 2016, 09:15
  5. Suspeito há muito da politização partidária de grande parte do judiciário. Duvido muito da cassação de Zenaldo ou punição de qualquer tucano nas denúncias da Lava a jato, por exemplo.

    Curtir

    Publicado por Antonio Carlos | 23 de novembro de 2016, 22:20

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: