//
você está lendo...
Imprensa, Política

O beija-mão

No segundo dia útil depois de eleitos, o novo presidente do Tribunal de Contas dos Municípios, Daniel Lavareda, e o corrregedor do órgão (e ex´presidente), José Carlos Araújo, fizeram uma visita de cortesia ao presidente-executivo do grupo Liberal, Romulo Maiorana Júnior, no gabinete dele, na sede do jornal. A foto saiu com destaque na página 3, a nobre de O Liberal, na edição de hoje.

Não foi na comitiva a vice-presidente do TCM, tratada na notícia que registrou o encontro por “Mara Lúcia”. Seu sobrenome foi omitido porque ela, além de Cruz, é Barbalho, irmã do senador Jader Barbalho. Ela parece ter seguido o exemplo do irmão mais ilustre. O líder do PMDB sempre repetiu que um dos seus orgulhos é nunca ter ido ao beija mão de Romulo, o pai, e muito menos ao de Romulo, o filho, muitos degraus abaixo do criador do império de comunicação.

É mais uma das muitas idiossincrasias entre os grupos que, sempre em bipolaridade, fechando o caminho para uma terceira via, vivem em escaramuças na disputa pelo poder. Apesar de já ter ocupado posições destacadas no tribunal, quando seu nome sai em O Liberal, a procuradora é sempre tratada por Mara Lúcia.

Mais um traço de provincianismo de que o beija-mão é outro componente. Por que ir comunicar aos donos dos órgãos de imprensa o que eles já noticiaram? Por que essa relação pessoal, que, muito mais do que de cortesia ou protocolar, é um elemento de serventia e vassalagem, através do qual se estabelece um toma-lá-dá-cá que desfavorece os cidadãos e a opinião pública, prolongando elos de um mandonismo primitivo, arcaico e malsão, que já devia ter sido extirpado do Estado do Pará.

Discussão

5 comentários sobre “O beija-mão

  1. Mentalidade de gente pequena. Fazer o que? Qual a função mesmo do TCM? Não seria melhor ter auditorias independentes por pessoas técnicas sem ligações polítícas?

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 6 de dezembro de 2016, 18:09
  2. Seria “rabo-preso”, prática comum sob a cultura da corrupção?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário de Melo e Silva | 6 de dezembro de 2016, 18:52
  3. Mas também Prof Lucio qual a importância real do TCM para os interesses do cidadão paraense ?

    Curtir

    Publicado por Arlindo Carvalho | 6 de dezembro de 2016, 20:32
  4. É verdade . A extinção é uma boa , muito mais justa do que extinguir o Ministério da Cultura e substituir o IPHAN – um órgão que resiste bravamente e com tão poucos recursos humanos e financeiros (menos do que a pequenina ilha de Cuba ) por uma “secretaria do patrimônio” .
    Por que não vemos nas ruas a bandeira ” Fora , TCM” ?

    Curtir

    Publicado por Marly Silva | 7 de dezembro de 2016, 11:32

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: