//
você está lendo...
Justiça, Política

Bem na foto?

Ainda bem que Marco Aurélio Mello, ministro do Supremo Tribunal Federal, padece de incontinência verbal. Por falar demais, às vezes escorrega tanto no fraseado como nas razões do que diz sem tê-las. Às vezes diz verdades incômodas, mesmo quando não tem essa intenção. Foi o que aconteceu na entrevista dada à Folha de S. Paulo, publicada hoje.

Convicto de não ter errado ao ordenar o afastamento de Renan Calheiros da presidência do Senado, confessou: “Estou satisfeito por sair bem na foto”.

Sair bem na foto ou na imagem, fazer bela figura, conforme tenta o ministro com sua aparência bem cuidada e sua impostação de voz, é a preocupação cada vez mais acentuada de todos que aspiram a ser (ou efetivamente são) personalidades públicas. Hábito, no entanto, particularmente danoso entre servidores públicos que têm a obrigação de só falar sobre o que estão decidindo nos autos do processo entregue à sua tutela jurisdicional.

O primo do ex-presidente Collor se considera bem na foto, apesar de ter sido voto vencido no julgamento que deliberou – por 6 votos a 3 – pelo contrário do que ele decidiu: a permanência de Renan no cargo, sem a possibilidade, porém, de suceder o presidente da república em caso de vacância do cargo.

No dia 6, quando começou a ser armado um acordo para manter Renan no cargo, Marco Aurélio fez um aditamento ao seu voto, para tratar sobre a importância do julgamento e da Constituição”. E sem meias palavras foi ao ponto: “No meu voto, apontei como solução ‘meia sola'”, porque “estava em jogo o Supremo.”.

Negou ter participou qualquer reunião em busca de uma saída para o caso. O decano da corte, Celso de Mello, decano da corte, também negou tratativas para um acordo extra-autos que apaziguasse o conflito entre o judiciário e o legislativo. “Os votos dos ministros foram estritamente técnicos”, garantiu.

Não há dúvida que a sessão do plenário para apreciar a decisão isolada de um ministro sobre questão de tal envergadura, através de uma antecipação de tutela em medida liminar, passando à frente de uma votação de mérito que ainda estava em curso, e ignorando o colegiado, foi precedida por muita conversa e acertos.

Tudo teria sido bem diferente se Marco Aurélio de Mello tivesse se restringido a cumprir sua missão de homem da lei, agindo tecnicamente (o que não fez e lhe impôs uma correção técnica, como disse Celso de Mello), não se deixando levar por preocupações e intenções de ficar bem na foto. Ao contrário do que ele pensa, a foto não foi boa: ela queimou.

Discussão

6 comentários sobre “Bem na foto?

  1. Aqui aplica-se a velha regra do futebol: quanto o juiz quer aparecer mais do que o jogador, é porque ele está mal intencionado.

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 8 de dezembro de 2016, 18:26
  2. Achei muito açucarado o seu comentário. O que vimos foi um escárnio, mas pode ser um escarro. Os responsáveis por preservar o texto constitucional, estão fazendo ao contrário, jogando-o no lixo. Aonde vamos chegar?

    Curtir

    Publicado por Rodolfo Lisboa Cerveira | 8 de dezembro de 2016, 20:25
  3. Crise institucional , que crise ? Eles são brancos , eles se entendem …já se entenderam . Até depois do carnaval
    No mais , Guy Debord já conceituou : sociedade do espetáculo e Luis Dumont complementou : individualismo , valor fundamental das sociedades modernas. ” Designa-se por individualista , por oposição ao holismo , uma ideologia que valoriza o individuo e negligencia ou subordina a totalidade social ” ( ou institucional) .

    Curtir

    Publicado por Marly Silva | 8 de dezembro de 2016, 21:17
  4. Restaurante marxista fecha porque clientes cansaram de esperar 40 minutos por um sanduíche
    By Lucas Oleiro –
    09/12/2016

    Curtir

    Publicado por Sou daqui. | 9 de dezembro de 2016, 11:17
  5. Parafraseando Bezerra da Silva: “não ficará um, meu irmão”.

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário de Melo e Silva | 10 de dezembro de 2016, 19:40

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: