//
você está lendo...
Imprensa

JP atrasa

O feriado de ontem contribuiu para o atraso na impressão da próxima edição do Jornal Pessoal, que não deverá chegar às bancas neste fim de semana, ao contrário do que eu pretendia e era de direito do leitor. Espero que ele entenda e procure o seu exemplar, sem esquecer do jornal que ainda está nas bancas.

Discussão

6 comentários sobre “JP atrasa

  1. Lúcio,

    Não se avexe por isso.

    O que é uma semana para uma publicação que está requentando na chapa textos do ano 2000 ??

    Não pela republicação, que poderia ser sim uma medida do que éramos.

    Mas por constatar e lamentar que tudo mudou sim, para bem pior.

    Pois os bandidos daquela época, muitos continuam vivos, produziram linhas sucessórias e até já espalharam a prole na mesma toada.

    Curtir

    Publicado por Sou daqui. | 9 de dezembro de 2016, 14:01
    • É verdade. Que cientistas político se interessará por estabelecer os fios da genealogia de cada barão?

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 9 de dezembro de 2016, 14:17
      • Genealogia da bandidagem.

        Será que está no DNA ??

        Isso sim, um estudo científico da genética do mau-caratismo geração a geração…..

        E quando tem componente paterno e materno, será mais acentuado ??

        Determinados pares da política nacional me lembram os casais dos papagaios que chegam para dormir, sempre juntinhos e inseparáveis, estes na inocência da natureza, aqueles fieis na rapinagem do erário público.

        Curtir

        Publicado por Sou daqui. | 9 de dezembro de 2016, 14:31
  2. SOU DAQUI, uma hipótese interessante para estudo, correlacionar às manifestações da personalidade dos representantes políticos a partir de seu código genético, para comprovar os miasmas em suas reações retóricas.

    Curtir

    Publicado por Thirson Rodrigues de Medina | 9 de dezembro de 2016, 14:47
  3. Escrevi no Facebook que, infalível como Bruce Lee, o JP sempre chegou às bancas às sextas, nesses quase 30 anos. A infalibilidade era evidente exagero, pois não podia desperdicar a força lírica da sugestão de Caetano. O episódio de agora me permite perguntar: quantas vezes o jornal não foi às bancas às sextas?
    Um abraço.

    Curtir

    Publicado por Euclides Farias | 10 de dezembro de 2016, 02:09
    • Obrigado pela confiança, caro amigo (dê o link do seu Face). O forfait friday tem sido exceção, felizmente. Quantas vezes? Não sei. Mas com maior frequência recentemente. Afinal, não sou mais o cidadão que levava pessoalmente o jornal aos assinantes do centro da cidade, quando o JP tinha assinaturas. Caminho para os 70. Cada vez mais lentamente (embora sem que o tempo, inflexível, fatal e justo, caia na minha armadilha).

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 10 de dezembro de 2016, 09:50

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: