//
você está lendo...
Economia, Imprensa

Sabotagem jornalística

A grande imprensa paraense ignorou o ato de protesto de ontem dos funcionários demitidos da Y. Yamada, realizado em frente à primeira loja do grupo. Nem o Diário do Pará nem O Liberal deram uma linha sequer. Já nem digo para registrar a iniciativa dos manifestantes, em nome dos 700 “colaboradores” mandados embora, sem o pagamento dos seus direitos. Mas dos milhares e milhares de portadores do célebre cartão Yamada e clientes das suas lojas, muitos deles fieis ao longo das mais de seis décadas de existência da empresa.

O silêncio dos jornais ficou ainda mais paradoxal no caso do grupo Liberal. A TV Liberal fez uma boa matéria no telejornal da noite de ontem. Mas o jornal, o mais antigo dos veículos de comunicação do grupo, não se deixou contaminar por esse exemplo de profissionalismo. O que comprova o que já se sabe: a emissora é dos Maioranas apenas legalmente; na prática, está sob intervenção total da TV Globo.

Hoje, os demitidos da Yamada voltaram a ocupar a frente da loja e a interditar a Magalhães barata, provocando caos no trânsito pelo centro antido da cidade. Vão continuar a ser ignorados?

Discussão

3 comentários sobre “Sabotagem jornalística

  1. Aparentemente o SEBRAE não está instruindo bem os seus conselheiros sobre como gerenciar crises. Da mesma forma como os editores dos dois jornais não estão instruindo bem os seus jornalistas como fazer boas reportagens de interesse público.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 13 de dezembro de 2016, 20:41

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: