//
você está lendo...
Violência

Execução de criança

Um garoto de 12 anos foi executado enquanto dormia, de madrugada, dentro da própria casa. O assassino invadiu a residência, que, pobre, numa passagem da Terra Firme, não oferecia segurança maior aos seus moradores. Aproximou-se da cama onde o menino dormia, ao lado da mãe. Fez um único disparo, na cabeça do seu alvo.

Ia se retirar quando deparou com o pai, Edilson Cavalcante Nonato, que despertou com o barulho e foi ver o que acontecia. O assassino fugiu.O garoto morreu 10 minutos depois de ser baleado. O pai foi operado de emergência: a bala atingiu o seu pescoço. Seu estado é estável, mas ainda há o risco de morrer.

É uma nova forma de violência em Belém. O matador deve ser um profissional da morte. Teve audácia, sangue frio e segurança suficientes para arrombar a casa, ir ao quarto onde mãe e filho dormiam e atirar na cabeça do garoto – obviamente, com a intenção deliberada de matá-lo. Foi uma execução.

Não há qualquer indício de que se trate de uma família associada à criminalidade. O menino – cujo nome O Liberal divulgou, contrariando a proibição legal – era considerado boa pessoa, com amigos. A polícia não tem pistas sobre a razão do crime nem a identidade do criminoso. Supõe que foi a execução da pessoa errada. Mas pode ter sido também uma represália. Contra o quê – ainda não se sabe.

O que se sabe sobre esse tipo de violência em Belém do Pará?

Discussão

9 comentários sobre “Execução de criança

  1. Triste! Agora temos infantícidio de aluguel? Qual será o limite da tolerância da população?

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 14 de dezembro de 2016, 17:36
  2. Esse caso é chocante por envolver uma criança, mas sobretudo porque não há indícios de latrocínio. Por que, então, uma criança seria executada dentro de sua casa, dormindo ao lado de sua mãe? Concordo com você: pode ser execução de pessoa errada, mas também pode ser represália. A polícia deve estar atenta a esses detalhes.

    Curtir

    Publicado por Marilene Pantoja | 14 de dezembro de 2016, 18:21
    • Se o objetivo fosse matar a criança, ela podia ser morta na rua. A invasão da casa e a execução do garoto na cama onde estava com a mãe tem as características de uma represália, de uma ameaça ou de uma mensagem. Para quem? Só a admissão dessa hipótese já evidencia o grau de selvageria da criminalidade em Belém. A polícia tem que dar uma resposta à sociedade sobre esse caso. Imediatamente.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 14 de dezembro de 2016, 19:38
    • Obrigado, Frederico. A notícia que ele cita é esta:
      14/12/2016 14h54 – Atualizado em 14/12/2016 14h54
      Pai que tentou salvar o filho durante execução morre em Belém
      Homem morreu na madrugada desta quarta,14, no PSM do Guamá.
      Vítima foi baleada após tentar salvar o filho que foi executado.

      Do G1 PA
      Facebook

      Um homem de 41 anos morreu na madrugada desta quarta-feira (14), no Pronto-Socorro Municipal do bairro do Guamá, em Belém. Edilson Cavalero Nonato foi baleado por dois homens que invadiram a sua casa na madrugada de terça-feira (13), no bairro da Terra Firme.

      De acordo com os familiares da vítima, Edilson Cavalero foi baleado após tentar defender o filho de 12 anos, que foi executado enquanto dormia. O menino ainda chegou a ser socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

      Segundo os familiares, os criminosos procuravam o outro filho de Edilson, que estaria sendo ameaçado. O caso está sendo investigado pela delegacia do bairro da Terra Firme e as investigações vão ocorrer em sigilo. De acordo com a polícia, cinco pessoas já foram ouvidas em depoimento

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 14 de dezembro de 2016, 19:41
  3. O mais assustador é imaginar, pensar, supor que o caso pode ser usado como diversão para desviar o foco sobre os casos de corrupção envolvendo a corrupta elite. Transformando a sociedade em uma imensa arena romana, como ocorria nos tempos do império romano.

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário de Melo e Silva | 15 de dezembro de 2016, 09:35

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: