//
você está lendo...
Ecologia, Minério

O Parauapebas está morrendo?

Forte estiagem atinge pelo terceiro ano consecutivo o rio Parauapebas, o mais níveis recordes sucessivos. A persistência e o agravamento podem indicar uma perspectiva grave: o fim do rio.

O Parauapebas tem 350 quilômetros de importante da província mineral de Carajás, no sul do Pará, onde a Vale extrai minério de ferro, manganês, cobre, níquel e ouro. Desde 2014, a estiagem é progressiva, atingindo extensão e corre na direção sul-norte.

Um “Diagnóstico da Qualidade da Água do Rio Parauapebas”, realizado por pesquisadores da Universidade Federal do Pará, revelou que o desmatamento das matas ciliares, a atividade mineradora, a retirada de areia e seixo para a construção civil e a expansão urbana não planejada, com a invasão irregular da margem do rio, têm provocado a evaporação das suas águas, o assoreamento do seu leito e podem levar à morte do Parauapebas.

Mas ninguém parece preocupado com esse destino manifesto.

Discussão

Um comentário sobre “O Parauapebas está morrendo?

  1. E olha que o sinal vermelho da situação do rio já tinha sido dado em 2012 (http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0044-59672012000300014). Se o Parauapebas já está quase morto e poluido pela seca, imagine os rios da região nordeste do Pará? Dava até pena de olhar. Acho que nem peixe existe mais!!!

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 28 de dezembro de 2016, 19:00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: