//
você está lendo...
Economia

Natal da (em) crise

A percepção pôde ser feita a olho nu: o natal deste ano foi um dos mais fracos de todos os tempos. Para mim, o campeão negativo que já vi, tanto em valores materiais quanto em desanimação. Por motivos evidentes, que saltam aos olhos, agravados pela quadra mais curta e sem feriado, e que são confirmados pelos números.

As vendas do varejo supermercadista registraram 7% de queda em dezembro comparado ao mesmo período de 2015. Produtos típicos da época como carnes natalinas, panetones e champanhes tiveram redução de vendas.

O frango foi o produto com maior aumento, na contramão da baixa, de 10%. Mas foi porque substituiu carnes consumidas tradicionalmente nas ceias de natal, como peru e fiambre, conforme levantamento realizado pela NeoGrid/Nielsen, que reuniu informações de mais de 100 redes de varejos de todo o Brasil.

Talvez por apostar na fantasia e na fuga, quem bebeu no natal deixou de lado a cerveja, cujo consumo diminuiu 3,3% em relação ao ano passado, e o o champanhe, que caiu11,7%. Apostou nas bebidas mais ortes, como a cachaça (mais 0,3%), o uísque (3,3%) e a vodka (mais 7,6%).

Como disse o poeta W. H. Auden, em época de crise funda-se um bar.

Discussão

4 comentários sobre “Natal da (em) crise

  1. E o tradicional Sangue de Boi, a bebida tradicional natalina dos remediados? O uisque e a vodka devem ser made in Paraguay para contribuir com a economia dos nossos hermanos.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 29 de dezembro de 2016, 10:55
  2. Feliz é o Papai Noel que todo ano usa a mesma roupa.

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 29 de dezembro de 2016, 12:51

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: