//
você está lendo...
Política

Segurança institucional?

O jornal Zero Hora, de Porto Alegre, e o Diário Catarinense, de Florianópolis, publicaram a seguinte matéria, no dia 27, confirmando que nenhum presidente da república pode se proteger no biombo da segurança institucional para dilapidar recursos do tesouro, alimentado pelo suor e o sangue do contribuinte brasileiro, seja de que ideologia for, qualquer que seja a bandeira na qual se embrulhe:

Com itens como Nutella, sorvete Häagen-Dazs, tortas de chocolate, picolés e refeições prontas a custos acima dos praticados no mercado, o edital de R$ 1,75 milhão em compras para aeronaves utilizadas pelo presidente Michel Temer foi suspenso nesta terça-feira, diante da repercussão negativa. No entanto, não é a primeira vez que o cardápio do avião presidencial é alvo de críticas.

Em 2013, a ONG Contas Abertas fez um levantamento a partir dos mesmos pedidos para a presidência, à época ocupada por Dilma Rousseff. As opções que podiam ser degustadas nos pratos servidos no avião presidencial da Força Aérea Brasileira (FAB) iam desde coelho assado e costela de cordeiro até carne de rã e de pato. O sorvete Häagen-Dazs também estava na lista de Dilma.

Além disso, o preço acima do mercado em diversos itens também não é uma novidade. No caso da lista para Temer, há diferenças exorbitantes. É o caso da farinha de linhaça dourada. Na relação deste ano, o pacote de 200g da marca Jasmine custaria R$ 44 para o governo. No supermercado, o mesmo produto, da mesma marca, com a mesma quantidade, é vendido a R$ 7,90.

De acordo com o levantamento feito pelo Contas Abertas, a aeronave de Dilma também contaria com preços muito acima do que é estipulado pelo mercado. Na ocasião, foram identificados valores mais altos em latas de refrigerante — que custavam, à época, R$ 3,37 para o governo e eram vendidas a R$ 1,49 no supermercado — e em caixas de sucos de um litro — que custavam R$ 7,16 ao Planalto e sairiam por uma média de R$ 4 a R$ 4,50 para o cidadão comum.

Discussão

7 comentários sobre “Segurança institucional?

  1. Essa diferença de preço para o governo é mais antiga do que Noé. Os preços para o gocerno sempre foram superfaturados. Segundo os vendedores, é para cobrir o risco de receber atrasado ou não receber. Até um tempo atras, as passagens aéreas compradas pelo governo federal somente poderiam ser compradas na tarifa cheia, que é quase o triplo da passagem normal. A farra ainda continua?

    E por falar em cardápio presidencial, tá bom de incluir o sorvete da Cairu no menu. Talvez assim o governo comece a pensar melhor. Ou não? Sei lá!

    Curtir

    Publicado por José Silva | 29 de dezembro de 2016, 09:46
  2. Se sendo eleito diretamente o bacanal já é um escárnio. Imagina, indiretamente?!

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 29 de dezembro de 2016, 10:10
  3. Ricardo Giuliani
    28 de dezembro às 08:09 ·
    Fala sério!!!
    O Sorvetão do Temer é um escárnio! Mas mais escárnio ainda é tentar “equilibrá-lo” com o sorvetão da Dilma!
    Ora, 1 bosta + 1 bosta = 2 bostas!!! opa! o trocadilho veio ao natural, sorvete se mede em bolas!
    Simples, não fosse o desejo enlouquecido de esconder a realidade e de espancar a inteligência alheia com uma seletividade odiosa que beira o fascismo!
    Liberdade de imprensa? Ora, liberdade do Dono a Imprensa! Não há solução possível para o nosso país nesta geração.
    O que fazer?
    Mas, cada povo tem o governo que merece! Não é isso que dizem os imbecis? Ops! serei eu um deles? Imbecil ou merecedor desta coisa que vemos por aí! Coisa? sim, isso que anda pelas redes não pode ser qualificada de outra forma que não “coisa”.
    Ah! e parece que todos esqueceram: O FranKsTemer não era o Vice da Dona Dilma?
    Meu, bosta com bosta se paga! e nas minhas contas, uma bosta não anula a outra! o que muda é a tonelagem.
    e aos Cultos de plantão segue um ditado missioneiro: nunca tape uma cagada com uma pá de bosta!
    Fala sério!!!

    Curtir

    Publicado por André Sanger | 29 de dezembro de 2016, 15:57
  4. Distância abissal entre título é conteúdo. Num vestibular, zeraria a redação, kkkkkkkk

    Curtir

    Publicado por Marlon Araújo | 29 de dezembro de 2016, 16:07
  5. Definitivamente: Abstenção já!

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 29 de dezembro de 2016, 22:56

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: