//
você está lendo...
Economia, Trabalho

Brasil: 1/3 do desemprego mundial

O mundo deverá ter 3,4 milhões de novos desempregados neste ano, 35% deles despejados do mercado no Brasil. A Organização Internacional do Trabalho prevê que o mundo terá uma taxa de desemprego de 5,8% em 2017 — leve aumento frente aos 5,7% do ano passado. É um número espantoso.

Segundo a previsão da OIT, o Brasil terá 1,2 milhão de novos desempregados em 2017, o equivalente a uma taxa de desemprego de 12,4% (de 11,5% no ano passado), uma das maiores entre as economias do G20, o grupo dos 20 países mais ricos do mundo. Para 2018, a tendência é de que a taxa permaneça a mesma, com a adição de 200 mil novos desempregados no mercado de trabalho do país.

Segundo a organização, o desempenho ruim do Brasil terá forte impacto sobre os números da América Latina e Caribe, cujas taxas de desemprego devem ficar em 8,1% e 8,4% este ano e em 2018, respectivamente.

A OIT afirma, através de nota à imprensa, que o aumento do desemprego neste ano no mundo será impulsionado pela deterioração das condições do mercado de trabalho nos países emergentes, como efeito das profundas recessões nesses países em 2016.

De fato, diz a organização, o número de desempregados nos países emergentes deve aumentar em aproximadamente 3,6 milhões entre 2016 e 2017, com uma taxa de desemprego que deve subir a 5,7%, comparada a 5,6% no ano passado.

Por outro lado, o desemprego deve cair neste ano nos países desenvolvidos (em 670 mil), derrubando a taxa para 6,2% (ante 6,3% em 2016). Na Europa — especialmente no Norte, Sul e Oeste —, o desemprego deve continuar caindo, mas o ritmo de melhora irá desacelerar, e há sinais de que o desemprego estrutural está piorando. O mesmo se aplica a Estados Unidos e Canadá.

Discussão

Um comentário sobre “Brasil: 1/3 do desemprego mundial

  1. Somos campeões mundiais. Viva! Tudo graças a nossa maravilhosa ex-presidente e ao seu mentor intelectual e político.

    Enquanto não se criar uma estabilidade politica mínima no país, os empregos não serão recuperados. Hoje, todo mundo continua trabalhando na perspectiva de quanto pior, melhor.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 21 de janeiro de 2017, 17:43

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: