//
você está lendo...
Imprensa

Ao caro Hermano

Conheci Hermano Henning 45 anos atrás. Ainda caminhávamos para os 30 anos. Ele era correspondente de O Estado de S. Paulo em Guarulhos, mas trabalhava numa rádio (Jovem Pan?) na capital.

Era um senhor desafio. Eu era pauteiro nacional do jornal, com jurisdição sobre toda a grande e valiosa rede de sucursais e correspondentes. Nela, Hermano incluído.

Às vezes um fato acontecia em Guarulhos quando ele estava em São Paulo. Era preciso encontrá-lo, avisá-lo e pautá-lo. No seu carrinho, ele tratava de ir a jato para a sua base territorial. E vice-versa.

Às vezes aparecia como um meteoro ou um bólido na redação. Conversava apressado e saía. Eu ficava sem saber para onde ele ia. Onde estivesse, porém, eu sabia quem estava ali: uma excelente pessoa e um grande repórter.

Com tristeza e indignação, leio que o SBT está demitindo, de forma vergonhosa e ultrajante, o repórter que lhe prestou excelentes serviços ao longo de 23 anos seguidos, depois de passar pela Globo e Manchete, além da Deutsche Welle, da Alemanha.

Diz a notícia que ao voltar das férias, em janeiro, Hermano ficou sabendo que assinaria um contrato tampão de três meses, sem renovação. Depois, a demissão. O dinheiro da economia do seu salário servirá para Sílvio Santos contratar o Marcão do Povo.

Esse tipo de jornalismo me dá engulhos, me revolta e dele me afastei em bom tempo.

Caríssimo Hermano Henning: se vier a saber desta nota do seu amigo e admirador, saiba que minha admiração por você é a mesma de sempre e minha repulsa ao mau jornalismo que o vitima, a mesma também. Pior para o SBT, muito pior para o público.

Discussão

5 comentários sobre “Ao caro Hermano

  1. Sugiro, meu caro Lúcio, o liceu JP…..

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 20 de fevereiro de 2017, 18:02
  2. Bem..o SBT já é uma vergonha naturalmente. Agora sem o Hermano, a vergonha se multiplica por 100.

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 20 de fevereiro de 2017, 19:10
  3. triste.

    Curtir

    Publicado por alex | 20 de fevereiro de 2017, 22:43
  4. a televisão brasileira tem muitos desse histriônicos de ideias conservadoras, mas que já foram mais consistentes. alguns mais antigos de ideias fortes que de certo modo marcaram a televisão brasileira. Ainda não vi escritos que comentassem sobre personagem como Flávio Cavalcante, o anti comunista, ou o defensor dos militares Amaral Netto. Tem algum comentário sobre eles?

    Curtir

    Publicado por Fabrício | 31 de março de 2017, 18:06

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: