//
você está lendo...
Imprensa, Política

O significado do silêncio

No dia 25 o site jornalístico Poder360 revelou que o lobista Jorge Luz, preso pela Polícia Federal sob a acusação de intermediar o pagamento de propinas na Petrobrás, foi padrinho de casamento do ministro Helder Barbalho, realizado em 2006. No mesmo dia a assessoria de imprensa do Ministério da Integração Nacional emitiu uma nota, bem curta, para informar que o Jorge Luz padrinho de núpcias era um primo da noiva, Daniela Lima.

Imediatamente o editor do site excluiu o texto, merecendo a aprovação de Helder: “Como todo ser humano, jornalistas também se enganam. E os bons jornalistas se corrigem. Obrigado, Fernando Rodrigues, por reparar a verdade”, escreveu o ministro no seu Facebook, investido das vestes talares de ouvidor da imprensa, mas cutucando a maledicência de O Liberal, seu inimigo, que reproduziu o texto do Poder360. E, quem sabe, tentando atingir a fonte que repassou cópia de uma nota sobre o casamento, publicada na coluna social de Walter Guimarães (já falecido) no próprio Diário do Pará, da família Barbalho (estranhamente, a única)

Desde então, passada uma semana, o ex-prefeito de Ananindeua (cargo que ocupava ao casar) não voltou mais ao assunto. Na quinta-feira passada, 2, no entanto, sua assessoria divulgou nova nota telegráfica. Encaminhou-a ao site O Estado do Tapajós, do jornalista Miguel Oliveira, de Santarém, a propósito de texto meu. Preferiu se dirigir ao veículo que reproduziu o artigo desse dia do que vir diretamente a este blog, sua origem.

Provavelmente o ministro não quer dar a este espaço a honra da sua presença. Já a esta altura do campeonato, prefere ignorá-lo. É pleno direito seu. O que mais causa estranheza é, desta vez, não reproduzir a nota no seu próprio Face. Pode ser porque, não imitando a exemplar a atitude de Fernando Rodrigue, como devia, deixei de simplesmente excluir meu texto deste blog. Fiz outros questionamentos e pedi que eles fossem esclarecidos. Até agora não fui atendido.

Também esta é uma prerrogativa do ministro. A minha, como jornalista, é continuar a perquirir pelos motivos de não haver um esclarecimento definitivo sobre a questão. A última nota da assessoria de imprensa do ministério afirma que o Jorge Luz padrinho, com sua irmã, Jéssica, é primo da esposa de Helder Barbalho. Muito bem. Mas há ainda uma pendência: o lobista Jorge Luz, mesmo sem ser o padrinho, foi convidado para o casamento?

Conforme disseram duas testemunhas, presentes ao ato, pomposo e caro, este Jorge Luz lá estava, conversou com as pessoas (é inteligente e fluente, simpático como um autêntico lobista) e até teria se referido à sua casa em Angra dos Reis, que costuma acolher autoridades e políticos ligados ao seu métier.

Se o mais antigo lobista da Petrobrás esteve no casamento de Helder, seu pai, o senador Jader barbalho, faltou com a verdade quando disse que seu único contato com Luz foi o primeiro, em 1983. O ex-governador nada disse, até agra, em seu Facebook.

Neste caso, o silêncio não é de ouro. É um estorvo.

Discussão

3 comentários sobre “O significado do silêncio

  1. Pois é. Precisamos saber se o Jorge “iluminou” a família Barbalho com a sua erudição e “acesso” a uma vasta rede de relacionamento nacional e internacional. Será que o Helder vai esclarecer? Ficar calado por tanto tempo sobre o assunto fundamental para o seu futuro político não é um bom sinal, pois quem não deve não teme.

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 4 de março de 2017, 19:12
  2. O que dizem os intelectuais?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 7 de março de 2017, 10:00

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: