//
você está lendo...
Energia, Grandes Projetos, Hidrelétricas, Multinacionais

Mais uma linha chinesa

A empresa chinesa State Grid já obteve a licença prévia do Ibama para começar a construir aquela que será a maior linha de transmissão de energia do mundo. Com 2.518 quilômetros de extensão, ela ligará a hidrelétrica de Belo Monte, no rio Xingu, no Pará, a Nova Iguaçu, no Rio de Janeiro, passando por 78 municípios em cinco Estado (Tocantins, Goiás, Minas Gerais e Rio, além do Pará).

A linha será em alta tensão (de 800 mil volts) em corrente contínua, com capacidade nominal para transferir 400 mil kw, aproximadamente um terço da potência máxima da hidrelétrica de Belo Monte, projetada para ser a terceira maior do mundo (a primeira, de Três Gargantas, é chinesa), com custo de 33 bilhões de reais.

A State Grid também é a concessionária da primeira linha, já em fase de construção. O bipolo deverá estar pronto em 2019. A companhia chinesa foi autorizada a ter uma receita de R$ 988 milhões, a ser cobrada dos usuários da linha.

 

Discussão

3 comentários sobre “Mais uma linha chinesa

  1. Somente espero que a linha seja mais confiável que os produtos chineses que se vende no mercado das ruas.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 10 de março de 2017, 21:50
  2. Nesses contratos de concessões, haverá de pairar o crivo da Op.LavaJato. À época essa empresa previa importar centenas de trabalhadores oriundis, p/ executar as obras… Em terra de cego…

    Curtir

    Publicado por Amélia Oliveira | 16 de março de 2017, 10:59

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: