//
você está lendo...
Justiça, Política

O Caixa 2 é magia

“A caixa 2 é uma prática recorrente e nem sempre ela agasalha a corrupção. Às vezes, ela é uma questão em que ela é desenvolvida de maneira de que o empresário doa esse dinheiro e você processa na caixa 2, muitas vezes em algumas campanhas sem que efetivamente saiba a origem. Então há situações distintas, a corrupção tem uma característica, a caixa 2 tem outra. Às vezes, a caixa 2 é utilizada sim pra receber recursos de corrupção, mas às vezes não.

Tudo é ilegal. Mas é importante precisar qual é a ilegalidade que se coloca. Caixa 2 é ilegal, é, é recriminável, é, eticamente reprovável, é, mas não se confunde necessariamente com corrupção ou lavagem de dinheiro. Pode se confundir, pode. É frequente até que isso ocorra, sim. Pelo menos, é isso que se sabe ao longo da história brasileira. Agora, que são coisas diferentes, sem sombra de dúvidas são”.

O autor dessa engambelação é advogado, foi deputado federal e ministro da justiça. É um dos juristas do PT. Hoje, o – até recentemente – loquaz (mas, agora, nem tanto) José Eduardo Cardozo podia ser do PSDB, do PMDB, do PP, do DEM e de qualquer outro partido. Não ia fazer diferença.

Mas para fazer de conta que há, ele fez esse tortuoso exercício de lógica ilógica para montar uma teoria esdrúxula, destinada a proteger certas formas mais limpas de corrupção de outras, que seriam mais sujas. É o sepultamento da igualdade geral e a volta à velha teoria de que o ladrão de colarinho branco merece a deferência que não tem o ladrão de galinha.

O ex-ministro da Justiça fez essa peroração na manhã de hoje, ao depor perante o juiz Sérgio Moro como testemunha de defesa do também ex (e múltiplo) ministro Antonio Palocci.

Palocci está preso desde setembro do ano passado, acusado de ter recebido propina do grupo Odebrecht, para ajudar a empresa a obter contrato com a Petrobras. Segundo os investigadores da Operação Lava-Jato, parte do dinheiro foi destinada ao PT, sob a forma de doação legal para campanha eleitoral e por outras formas.

Cardozo, que atingiu seu ápice oratório na defesa da ex-presidente Dilma Rousseff, durante o processo do seu impeachment, desta vez só falou por 20 minutos. O bastante para cometer esse estrupício, mais um sinal que emerge de uma trama para livrar os políticos acusados de corruptos do destino que merecem.

Discussão

12 comentários sobre “O Caixa 2 é magia

  1. Forca, em praça pública, é pouco para os bandidos político profissionais e seus patrocinadores….

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 13 de março de 2017, 18:31
  2. Uma sustentação oral que personifica a alienável capacidade do verbo sustentar de maneira insubstancial a dubiedade.

    Curtir

    Publicado por Thirson Rodrigues de Medina | 13 de março de 2017, 20:06
  3. Ainda bem que o PSDB, que “governa” o País em consórcio com o PMDB, é enfaticamente contra o caixa dois. E o ministro desse partido no STF, Gilmar Mendes, também é um crítico feroz do uso do caixa dois. Logo, não há risco do uso do caixa dois ficar impune. O que seria do Brasil se o PSDB e o PMDB fossem igual ao PT? No mínimo, trágico…

    Curtir

    Publicado por Antônio Silva | 13 de março de 2017, 21:55
  4. Sim, meu caro, bela análise. Percuciente como você é, deve também ter visto a declaração, sempre presente e também loquaz, em que pese sempre inoportuna em face da sua condição de Ministro do STF, do jurista Gilmar Mendes a respeito do Caixa 2. Aguardo também seu sempre objetivo comentário.

    Curtir

    Publicado por ANDRÉ LUIZ COSTA SANTOS | 13 de março de 2017, 22:05
    • Já incluí o Gilmar Mendes ao dizer que qualquer um integrante dos demais partidos podia repetir a frase do Cardozo, incluindo entre os tucanos o seu representante no STF, o articulador na corte do acordo gigantesco para imunizar suas excelências contra o vírus da Lava-Jato. Só que ninguém foi mais expressivo na defesa da tese indefensável quanto op Cardozo. Talvez só Dilma, dona do estilo escalafobético, se saísse melhor.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 14 de março de 2017, 08:12
  5. O que o Cardozo disse foi mais ou menos o seguinte: só a cebecinha não traduz tanta lesividade quanto passar o pescoço todo até os ombros.

    Curtir

    Publicado por Paul Nan Bond | 14 de março de 2017, 01:26
  6. o mascarar não é atributo ( alguns dizem arte) somente de políticos, …

    Curtir

    Publicado por valdemiro | 14 de março de 2017, 07:43
  7. Viva a classe média, forjada no saco escrotal dos bandidos políticos profissionais…..

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 14 de março de 2017, 10:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: