//
você está lendo...
Justiça, Política

MP vai processar Jatene

O procurador-geral de justiça do Pará, Marcos Antônio das Neves, autorizou, hoje, a proposição de ação civil pública contra o governador Simão Jatene, por crime de improbidade administrativa. O governador, do PSDB, deverá ser acusado pelo Ministério Público do Estado como responsável por “irregularidades no fornecimento de combustíveis a veículos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros”.

A portaria de autorização se refere a “parentes” do governador como fornecedores de combustível às tropas, mas o único envolvido – e já preso pela Polícia Federal, em outro episódio da Operação Lava-Jato – é Alberto Jatene, filho do governador, mais conhecido por Beto.

A ação será preparada pelo procurador Nelson Medrado, coordenador do Núcleo de Combate à Improbidade Administrativa e Corrupção, e pelo promotor militar Armando Brasil. Ambos foram levados ao Conselho Nacional do Ministério Público pelo governador quando decidiram processar o governador.

Também foram submetidos a um inquérito administrativo no MP estadual. O chefe do MP era, na ocasião, contrário ao procedimento contra Jatene. E parecia disposto a punir os dois subordinados. Agora determinou que prossigam o que foram impedidos de fazer.

Marcos das Neves mudou de posição depois que Jatene não indicou para seu substituto o candidato que apoiara. César Mattar, além de ser o candidato da situação, foi o mais votado. Jatene, no entanto, nomeou o segundo colocado, Gilberto Valente, que era da oposição, que tomará posse na próxima sexta-feira. O procurador-geral se sentiu traído. E agora está reagindo

Discussão

6 comentários sobre “MP vai processar Jatene

  1. A única lição que se extrai deste episódio é a de que não há santo nessa história..

    Curtir

    Publicado por José Silva | 5 de abril de 2017, 21:28
    • HÁ PROMOTORES DA COBIÇA
      NOS BASTIDORES DA JUSTIÇA?
      (Um verso resumido e esclarecedor explicará o processo movido contra o governador do Pará)

      Um artigo publicado pelo jornalista Lúcio Flávio Pinto,intitulado “MP vai processar Jatene”, informou que o Procurador Geral de Justiça do Estado do Pará Marcos Antônio das Neves, ficou indignado e acatou a oitiva da ação civil pública, por improbidade administrativa, contra o Governador Simão Jatene.

      Num passado recente, na ocasião em que a pertinente ação foi proposta nesse sentido, o citado procurador não deu resposta favorável e o pedido da mesma foi indeferido. Neves pareceu, inclusive, ter vontade de ver punido mais de um promotor a ele subordinado, por terem insistido em ver acusado o Governador investigado.

      O que então teria acontecido para que o procurador mudasse de opinião, permitisse a investigação e acatasse a acusação?🤔 Devido o que foi mencionado sem contestação, no artigo publicado por Lúcio Flávio Pinto, o fato de o atual governador ter descartado o candidato César Mattar, o amigo indicado para o recinto judicial, pelo referido procurador para ser seu substituto, Marcos das Neves “se sentiu traído” pelo governador e o assunto foi resolvido, por certo na base da contundente represália jurídica. Por uma manobra “kamikase” política, Jatene sofrerá o revés por ter nomeado, de fato, Gilberto Valente para o tribunal geral das leis, o candidato que assumirá o local no dia dez deste mês.

      Ao que parece, se o interesse contrariado do Procurador Geral de Justiça do Estado não tivesse sido contrariado pelo Governador atual, esse nem seria acusado. Resumo da história: se quando a confraria jurídica não tem se aliado à escória da patifaria política o cidadão é bem beneficiado e nem fica injustiçado. 🙃

      Será que população ficará bem feliz com a conclusão da cara é ruim briga entre o Procurador e o Governador do Pará? Tomara que sim! “Quem for podre que se quebre”, como diz uma lição popular antiga. 🤗😊😂🤣

      Paulo Marcelo Braga
      (Belém, 06/04/2017)

      Curtido por 1 pessoa

      Publicado por Paulo Marcelo Braga | 6 de abril de 2017, 21:56
      • HÁ PROMOTORES DA COBIÇA
        NOS BASTIDORES DA JUSTIÇA?
        (Um verso resumido e esclarecedor explicará o processo movido contra o governador do Pará)

        Um artigo publicado pelo jornalista Lúcio Flávio Pinto,
        intitulado “MP vai processar Jatene”, informou que o Procurador Geral de Justiça do Estado do Pará Marcos Antônio das Neves, ficou indignado e acatou a oitiva da ação civil pública, por improbidade administrativa, contra o Governador Simão Jatene.

        Num passado recente, na ocasião em que a pertinente ação foi proposta nesse sentido, o citado procurador não deu resposta favorável e o pedido da mesma foi indeferido. Neves pareceu, inclusive, ter vontade de ver punido mais de um promotor a ele subordinado por terem insistido em ver acusado o Governador investigado.

        O que então teria acontecido para que o procurador mudasse de opinião, permitisse a investigação e acatasse a acusação?🤔 Devido o que foi mencionado sem contestação, no artigo publicado por Lúcio Flávio Pinto, o fato de o atual governador ter descartado o candidato César Mattar, o amigo indicado para o recinto judicial, pelo referido procurador para ser seu substituto, Marcos das Neves “se sentiu traído” pelo governador e o assunto foi resolvido, por certo na base da contundente represália jurídica. Por uma manobra “kamikase” política, Jatene sofrerá o revés por ter nomeado, de fato, Gilberto Valente para o tribunal geral das leis, o candidato que assumirá o local no dia dez deste mês.

        Ao que parece, se o interesse confirmado do Procurador Geral de Justiça do Estado não tivesse sido contrariado pelo Governador atual, esse nem seria acusado. Resumo da história: se quando a confraria jurídica não tem se aliado à escória da patifaria política o cidadão é bem beneficiado e nem fica injustiçado. 🙃

        Será que população ficará bem feliz com a conclusão da cara é ruim briga entre o Procurador e o Governador do Pará? Tomara que sim! “Quem for podre que se quebre”, como diz uma lição popular antiga. 🤗😊😂🤣

        Paulo Marcelo Braga
        (Belém, 06/04/2017)

        Curtir

        Publicado por Paulo Marcelo Braga | 6 de abril de 2017, 22:02
  2. Não faz agir pelo ofício… mas por vingança! Ainda que pela motivação errada, fez andar investigação que tem fundamento e indícios de corrupção. Mais claro sobre como parece estar a funcionar as nossas instituições… Impossível??!!

    Curtir

    Publicado por Márcio Macedo | 5 de abril de 2017, 21:34
  3. Alguém, aí, pensou que “em terra de cego quem tem olho é rei?”

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 6 de abril de 2017, 10:04

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: