//
você está lendo...
Justiça, Política

Um imenso front

O que se pode esperar de uma única investigação judicial de nove ministros, três governadores, 29 senadores e 42 deputados federais, num total de 108 autoridades públicas, incluindo os presidentes da Câmara e do Senado, que chefiam o poder legislativo?

O que pensar ainda dessa apuração se quem a determinou, o ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava-Jato no Supremo Tribunal Federal, ainda decidiu enviar para instâncias inferiores da justiça 201 pedidos de investigação de pessoas citadas sem o chamado “foro privilegiado” relativo ao STF, além de outros 25 pedidos mantidos sob sigilo, para não atrapalhar as investigações?

Toda essa inédita e quase inacreditável ofensiva tem por base exclusivamente as delações de ex-executivos da empreiteira Odebrecht. O que se pode esperar com a ampliação e o aprofundamento das informações? O fim do mundo político brasileiro? A extirpação de boa parte da cúpula da administração pública nacional? A eliminação das principais (não quer dizer as melhores) lideranças regionais?

Vendo a lista dos investigados, é impossível tirar um denominador comum tal a desigualdade de situações. Ou então todos são mesmo corruptos cuja culpa só falta ser formalizada? Conforme o entendimento de ministros da corte e do juiz Sérgio Moro, nem sempre caixa 2 significa corrupção. Mas é sempre crime. Lula sentenciou, de Paris, que recursos não contabilizados acionam todas as campanhas eleitorais, sem exceção.

Então: se todos se locupletam, todos serão punidos. Ou, pela extensa frente de combate aberta, muitos escaparão por apenas terem negligenciado seus deveres e outros beneficiados pela prescrição. Quem, afinal, pagará na conta devida?

Um exemplo caseiro. O ministro Helder Barbalho vai ser investigado. Seu pai, o senador Jader Barbalho, não. O que isto significa? Neste momento, nada. O ministro da Integração nacional pode ter sido apanhado por um delito primário e o pai, com uma cascata de acusações graves nos costados, pode vir na próxima leva, em condição de defesa muito mais frágil.

Esse exemplo dá uma sensação de desorientação em relação ao desdobramento do passo que hoje está sendo dado pela maior investigação de corrupção na história do Brasil. Vai mudar tudo ou vai morrer na beira?

Discussão

10 comentários sobre “Um imenso front

  1. Com Hélder citado, qual será o governador do PSDB ano que vem? Nomes?

    Curtir

    Publicado por Jonathan | 11 de abril de 2017, 21:41
  2. Na lista divulgada, também consta a presença dos nomes dos ex-Presidentes FHC, Lula e Dilma.

    Realmente, o ex-ministro Teori Zavascki primeiro relator da Operação Lava Jato, com toda razão preocupava-se com a revelação do conteúdo das delações homologadas.

    Agora, na seara jurídica do ministro Fachin, dando prosseguimento ao rito dos trabalhos investigativos, novas revelações ganharam a devida proporção, descobrindo o véu dos colarinhos brancos, “deuses de argila” na república.

    A semana Santa de 2017, ao menos para os delatados e em procedimento processual em várias acusações, não está para “ovos de páscoa”.

    Curtir

    Publicado por Thirson Rodrigues de Medina | 11 de abril de 2017, 22:40
  3. A justiça ainda mantém a esperança dos que sonham com um Brasil legal, ético e desenvolvido em todos os sentidos.

    Curtir

    Publicado por JAB Viana | 11 de abril de 2017, 23:09
  4. E tem gente ingênua que acreditou na história de que a LJ seria somente uma armação do neoliberalismo global para pegar o Lula e fechar o PT. Espero que com essa nova lista, estas pessoas reconheçam que erraram em suas precipitadas opiniões e observações.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 12 de abril de 2017, 01:14
    • Exato.

      Curtir

      Publicado por Paul Nan Bond | 12 de abril de 2017, 01:52
    • Até onde sei listas já foram divulgadas muitas … Punições … essas ainda não … Agora sim, há a grande possibilidade de realmente TODOS pagarem. Será que todos realmente pagarão ???

      Curtir

      Publicado por Bruno Carneiro | 12 de abril de 2017, 07:36
      • Essas são as listas para investigação. Para punir precisa juntar as provas, processo de acusados e defesa, etc. Creio que o processo está relativamente lento, pois se seguíssemos a velocidade cites a para crimes deste tipo, tanto o Lula como a Dilma já estariam atras das grades, tal como a ex-presidente de lá. A culpa deles está mais do que formalizará a partir dos documentos das empreiteiras.

        Curtir

        Publicado por José Silva | 12 de abril de 2017, 08:26
  5. Lista é uma coisa. Outra coisa é quem julga quem nela está.

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 12 de abril de 2017, 11:41
  6. E ainda tá faltando a delação da OAS e dos marqueteiros João Santana e sua esposa. Ainda vem muita lama pela frente.
    Tomara que o MP daqui também faça a denúncia contra o governador da província.

    Curtir

    Publicado por Nilson | 12 de abril de 2017, 11:51

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: