//
você está lendo...
Justiça, Política

Quem mente?

Quem está mentindo: os executivos da Odebrecht que delataram Helder Barbalho ou o ministro da Integração Nacional do governo Temer? Luiz Reis, diretor, e Mário Amaro da Silveira, gerente da Odebrecht Ambiental, afirmam terem dado 1,5 milhão de reais, em três parcelas sucessivas, em menos de um mês, a pedido de Helder, para a campanha eleitoral dele ao governo do Pará, em 2014. Não sendo contabilizado, o dinheiro foi para o caixa 2.

O ministro diz que recebeu até mais. Teriam sido R$ 2,2 milhões, sendo R$ 1,2 milhão da Construtora Norberto Odebrecht e R$ 1 milhão da Braskem, que atua na área de óleo e gás. E que o dinheiro não só foi contabilizado como apresentado em prestação de contas ao TRE, que o aprovou.

É uma contradição estranha. O beneficiário do dinheiro ilícito garante que a doação foi legal, mas o valor é R$ 700 mail maior do que o que os executivos da empreiteira dizem que foi pago. Os primeiros R$ 500 mil teriam sido pagos, em dinheiro vivo, e entregues ao intermediário, o ex-senador Luiz Otávio Campos, em 15 de setembro de 2014.

A segunda parcela foi entregue em 25 de setembro e a última, em 2 de outubro. Na sua defesa, Helder mostrou comprovante da sua prestação de consta, segundo o qual o R$ 1,2 milhão foi pago no dia seguinte, 3 de outubro. Se a história dos executivos da empreiteira é verdadeira, R$ 300 mil foram embolsados por alguém. Mas se houve esse desvio, por que Helder acrescenta o milhão de reais da Braskem e os executivos o ignoram? Com base em que fonte eles afirmam convictamente que o dinheiro foi pedido para o caixa 2 e concedido já com essa direção determinada?

A apuração da verdade pode abrir uma nova vereda na verificação das delações dos executivos da Odebrecht em confronto com a defesa dos delatados e a prova dos nove, com a exibição de provas concretas e o questionamento rigoroso sobre elas.

Discussão

11 comentários sobre “Quem mente?

  1. Esses Barbalhos não tem limites . Primeiro, o Barbalhinho tentou se esconder dizendo que não tinha cavanhaque , depois que não interfere na Cosanpa e agora que o dinheiro foi contabilizado . Tenta passar pro outro o que está na cara que lhe pertence . Na verdade o “cavanhaque” está mais perdido do que cego em tiroteio.
    E o jornal Diário do Pará de hoje manchateia que o
    Jatene recebeu 650 mil da empreiteira . O próprio Helder recebeu oficialmente quase 4 x mais e ainda pegou 1.5 mi por fora, depois de pedir 30 mi…e ainda quer posar de cordeirinho .
    Não tem jeito : a farsa acabou . Filho de Peixe, peixinho é ..

    Curtir

    Publicado por Pedro Paulo | 14 de abril de 2017, 20:18
  2. O interessante é que ninguém, dos delatados, ameaça processar os delatores por injúria.

    Curtir

    Publicado por JAB Viana | 14 de abril de 2017, 21:09
  3. Essa história vai longe. Muito mais inconsistências surgirão, o que gerará mais investigações. Espero que não fique um livre de punição.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 14 de abril de 2017, 21:25
  4. Acabou para Hélder.Se sem escândalos de corrupção já carregava o estigma de ser filho de um dos maiores corruptos a pisarem nestas terras, com esse escândalo elimina qualquer chance de ele chegar ao Governo.

    Ao menos dele o Pará se verá livre. Falta se livrar dos tucanos.

    Curtir

    Publicado por Jonathan | 14 de abril de 2017, 22:26
    • Sim, o maior, mas ainda não morto. Existe a chance de estupidez do eleitor. O PSDB é que parece estar mais moribundo.

      Curtir

      Publicado por Paul Nan Bond | 14 de abril de 2017, 23:29
      • Posso estar errado, mas acredito que superestimam os Barbalhos. Vejamos. Em 1996, Elcione ficou fora do 2 turno, perdendo para o Edmilson que era um azarão na época; em 1998, Jáder foi derrotado por Almir Gabriel; em 2004, nova derrota do PMDB com Hélio Gueiros; em 2010, Jáder foi eleito senador, mas ficou atrás de Flexa Ribeiro em números de votos; e em 2014 Hélder foi derrotado também, sob o estigma de ser filho de Jáder. Que chance terá com um escândalo puxando seus pés?

        A única exeção foi a vitória de Ana Júlia em 2006. Entretanto, ela acabou por se distanciar de Jáder e ele acabou apoiando o Jatene em 2010.

        Curtir

        Publicado por Jonathan | 15 de abril de 2017, 01:16
      • Quanto ao PSDB, não acho que esteja moribundo ainda. Tudo dependerá da escolha do candidato. E há uma grande disputa interna.

        Curtir

        Publicado por Jonathan | 15 de abril de 2017, 01:19
      • Com o PMDB fora, o PSDB moribundo e o PT falido, qual será a alternativa para o Pará? Apostas são bem vindas..

        Curtir

        Publicado por José Silva | 15 de abril de 2017, 08:45
  5. Foi a chegado do PT à presidência ou a adoção da reeleição que revelou as apodrecidas vísceras da corrupta elite?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 15 de abril de 2017, 10:23
  6. Em todo ato ilícito praticado pelos Barbalhos esse Pepeca tá envolvido, parece ser o cara que faz os trabalhos sujos pra famiglia.
    Helder seria o governador natural em 2018, pela completa falta de opção dos principais opositores, a começar pelo PSDB que hoje não tem um candidato forte, o PT foi exterminado no Pará, Edmilson não tem cacife eleitoral no interior, quem sobra?
    Mas depois desse envolvimento do Helder na Lava Jato a vitoria que parecia certa pode virar água.

    Curtir

    Publicado por Gleydson | 15 de abril de 2017, 11:43

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: