//
você está lendo...
Política

Desvio de dinheiro

Segundo os executivos da Odebrecht, a empreiteira baiana entregou pelo menos 141 milhões de reais a políticos para financiar suas campanhas eleitorais. No entanto, nas declarações enviadas à justiça Eleitoral, analisadas pelo site Aos Fatos, apenas R$ 63,1 milhões, ou 21%, foram declarados por esses mesmos políticos nas prestações de contas das campanhas mencionadas nas delações. “O cálculo expõe com clareza por que há suspeita, por parte do Ministério Público Federal, de uso recorrente de caixa dois nas eleições brasileiras conclui Tai Nalon.

Embora essa “falsidade ideológica eleitoral”, praticada nas declarações de doações de campanha, não seja tipificada como crime, os congressistas estão tentando introduzir a anistia para os caixa 2 do passado no projeto de lei que criminaliza esse tipo de operação.

O levantamento feito por Aos Fatos demonstra ainda que os argumentos da defesa de alguns dos políticos investigados, que dizem ter recebido pagamentos da construtora na legalidade, não condizem com o que foi delatado. Apenas 13 políticos fizeram o registro oficial das doações da empreiteira, enquanto 48 não as incluíram, mesmo sendo acusados de ter recebido dinheiro para financiar suas campanhas.

Contrastes entre doações

Políticos oficialmente financiados pela Odebrecht declararam à Justiça Eleitoral valores inferiores àqueles delatados na Lava Jato

Político Partido Cargo Quantia que consta dos inquéritos (em R$) Quantia na declaração ao TSE (em R$)
Arlindo Chinaglia PT deputado federal 2,500,000 262,500
Betinho Gomes PSDB deputado federal 175,000 30,000
Beto Mansur PRB deputado federal 550,000 200,000
Carlos Zarattini PT deputado federal 500,000 20,000
Cássio Cunha Lima PSDB senador 800,000 4,400
Fernando Bezerra Coelho PSB senador 1,050,000 50,000
Helder Barbalho PMDB ministro 1,500,000 1,200,000
José Carlos Aleluia DEM deputado federal 580,000 175,000
Jutahy Magalhães Jr. PSDB deputado federal 1,500,000 200,000
Marcos Pereira PRB ministro 7,000,000 400,000.00
Mário Negromonte PP deputado federal 310,000 11,549
Paulinho da Força SD deputado federal 1,700,000 347,563
Rodrigo Jucá/Diretório PMDB candidato a vice-governador de RR 150,000 150,000

Doações suspeitas e não declaradas

Políticos indiciados não declararam ao TSE doações da Odebrecht, mas são acusados de receber repasses eleitorais

Político Partido Cargo Quantia que consta dos inquéritos
Alfredo Nascimento PR ex-ministro 200,000
Aloysio Nunes PSDB ministro 500,000
Ana Paula Lima PT candidata a prefeita de Blumenau (SC) 500,000
Antonio Anastasia PSDB senador 7,275,000
Antônio Brito PSD deputado federal 100,000
Arthur Maia PPS deputado federal 200,000
Blairo Maggi PP ministro 12,000,000
Bruno Araújo PSDB ministro 600,000
Cacá Leão PP deputado federal 30,000
Celso Russomanno PRB deputado federal 2,010
César Maia DEM vereador do Rio 600,000
Ciro Nogueira PP senador 300,000
Daniel Elias Carvalho Vilela PMDB deputado federal 1,000,000
Eduardo Paes PMDB ex-prefeito do Rio 15,000,000
Edvaldo Brito PSD candidato ao Senado 200,000
Fábio Faria PSD deputado federal 100,000
Fernando Bezerra Coelho PSB senador 200,000
Fernando Collor PTC senador 800,000
Heráclito Fortes PSB deputado federal 200,000
Humberto Costa PT senador 591,999
João Carlos Bacelar PR deputado federal 250,000
João Paulo Tavares Papa PSDB deputado federal 300,000
José Serra PSDB senador 6,000,000
Kátia Abreu PMDB senadora 500,000
Lidice da Mata PSB senadora 200,000
Lindbergh Farias PT senador 4,500,000
Luís Alberto Maguito Vilela PMDB candidato a prefeito de Aparecida de Goiânia (GO) 500,000
Marco Maia PT deputado federal 1,350,000
Maria do Rosário PT deputada federal 150,000
Napoleão Bernardes PSDB prefeito de Blumenau (SC) 500,000
Nelson Pellegrino PT deputado federal 1,500,000
Onyx Lorenzoni DEM deputado federal 175,000
Paulo Henrique Lustosa PMDB deputado federal 100,000
Pedro Paulo PMDB deputado federal 3,300,000
Renan Calheiros PMDB senador 500,000
Ricardo Ferraço PSDB deputado federal 400,000
Robinson Mesquita de Faria PSD governador do RN 350,000
Rosalba Ciarlini Rosado PP ex-governadora do RN 350,000
Tião Viana PT governador do AC 2,000,000
Vado da Farmácia PSB ex-prefeito de Cabo de Santo Agostinho 150,000
Vander Loubet PT deputado federal 50,000
Vicente Cândido PT deputado federal 50,000
Vicentinho PT deputado federal 30,000
Yeda Crusius PSDB deputada federal 1,750,000
Zeca Dirceu PT deputado federal 500,000
Zeca do PT PT candidato ao governo do MS 400,000

Discussão

2 comentários sobre “Desvio de dinheiro

  1. sendo um pouco irônico…eleição dessa forma era boa para a economia informal, pois os candidatos não precisavam prestar contas para ninguém e , portanto, não pediam notas fiscais. Perfeito exemplo de economia solidária com os seus cabos eleitorais, fornecedores e outros associados. Agora entendo porque tanta gente estava contra a LJ.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 15 de abril de 2017, 18:40
  2. A grande questão é a crise estrutural do capitalismo. Ou por outra, “farinha pouca, meu pirão primeiro.”

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 16 de abril de 2017, 20:24

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: