//
você está lendo...
Política

O nepotismo continua vivo

O terceiro e último mandato de Simão Jatene como governador do Pará começou acrescentando ao topo da extensa cúpula da administração pública estadual três secretarias extraordinárias. A de integração de políticas sociais o governador deu à filha, Izabela Jatene de Souza. Outra, encarregada de coordenar o programa municípios verdes, ficou com Justiniano de Queiroz Neto. A terceira, incumbida de tratar do governo e assuntos institucionais, foi reservada ao ex-vice-governador Helenilson Pontes.

Embora os indicados ostentem currículos que os credenciam a tratar, em tese, dos assuntos de cada pasta, o ponto em comum entre esses órgãos é o fio condutor da política. Helenilson teria uma âncora para servir à continuidade da sua carreira política. Izabela podia começar a se preparar para reivindicar uma cadeira na Câmara Federal. E Justiniano era o representante da “república de Paragominas”, com o candidato potencial à sucessão de Jatene: o secretário de desenvolvimento econômico, mineração e energia, Adnan Demachki.

O extraordinário nessas secretarias estaria não propriamente na ênfase ou prioridade às suas especializações, mas à possibilidade de serem criadas para o fim político desejado e serem extintas quando o objetivo fosse atingido. Essa frouxidão (e certo relaxamento institucional e programático) teve a sua comprovação reforçada pela decisão que Jatene pôs em prática na terça-feira, 25.

Sua filha deixou a secretaria extraordinária de integração de políticas sociais para ocupar uma nova secretaria, a dos municípios sustentáveis. Heitor Pinheiro a substituiu no órgão original. Como Justiniano permaneceu onde estava, o governo Jatene passou a ser o mais municipalista da história republicana do país. Izabela cuidando dos municípios sustentáveis e Justiniano dos municípios verdes.

O tucano-mor pode apresentar todas as suas contumazes justificativas para a dualidade, mas não convencerá de que não há redundância e superposição. A inédita prioridade aos municípios, sublinhada no convescote realizado para o anúncio da nova ofensiva, sobreviverá à eleição do próximo ano, planos e programas lustrosos à parte?

Mais um indicativo: aa secretaria que foi de Helenilson Pontes desapareceu. Seria porque o tributarista santareno saiu do redil tucano ou os assuntos de governo e institucionais ficaram fora de moda?

Discussão

7 comentários sobre “O nepotismo continua vivo

  1. Helenilson Pontes já saiu do redil tucano faz um certo tempo, não?

    Curtir

    Publicado por Daniel | 27 de abril de 2017, 17:45
  2. Lucio,

    Certamente é uma incoerência, pois a missão do programa municípios verdes era para tornar os municípios sustentáveis. Possivelmente isso tem a ver com a gestão de um projeto do GEF recém aprovado para paisagens amazônicas, no qual o Pará está incluído. O projeto é gerenciado pelo Banco Mundial.

    Curtir

    Publicado por José Silva | 27 de abril de 2017, 21:03
  3. GREVE GERAL AMANHÃ ! VAMOS PARAR TUDO ! TODA A CIDADE , TODO O PAIS !
    SÓ A PARALIZAÇÃO RADICAL E A MULTIDÃO NAS RUAS PODE DETER OS ANÕES DE GABINETES E SUAS DECISÕES/AÇÕES SOCIALMENTE DESASTROSAS PARA A NAÇÃO

    AS 9:00 HORAS HAVERÁ UM ATO PÚBLICO PUXADO PELA OAB E FRENTE DOS MORADORES PREJUDICADOS PELOS ALAGAMENTOS DAS BACIAS HIDROGRAFICAS URBANAS ..ESPERAMOS QUE TODOS OS INTERNAUTAS QUE FREQUENTAM ESTE BLOG VÃO A RUA SE SOLIDARIZAR COM OS QUE SOFREM ESTA TRAGÉDIA QUE JÁ ENTROU NO NOSSO CALENDÁRIO ANUAL DE SOFRIMENTOS COLETIVOS E TANTAS OUTRAS COMO A DO LIXÃO DE MARITUBA , DAS CHACINAS, DO FEMINICÍDIO ,ETC…ETC…
    .
    OUTROS ATOS E MANIFESTAÇÕES OCORRERÃO NA PRAÇA DA REPUBLICA , INICIADOS AS 8:00 HORAS COM UMA MISSA ECUMENICA

    VAMOS DEIXAR AS NOSSAS DIVERGENCIAS DE IDEIAS & CREDOS EM SUSPENSÃO POR ALGUMAS HORAS E VAMOS A LUTA .
    QUEM SABE FAZ A HORA NÃO ESPERA ACONTECER ….

    Curtir

    Publicado por Marly Silva | 27 de abril de 2017, 23:39
  4. O ATO PUBLICO DE PROTESTO DOS HUMANOS SUBMERSOS SERA NA PRAÇA DA TRINDADE .

    Curtir

    Publicado por Marly Silva | 28 de abril de 2017, 01:18
  5. Sabe algo curioso!? A criação desses famigerados “programas” competem/sobrepõem competências diretamente afetas às Secretarias e Autarquias. A ideia gerada era de q os tais gerenciariam esses órgãos… Balela.
    Ex. Programa ParáRural, contraiu-se dívida de quase meio-bi p/ fortalecer 2 eixos centrais (fundiário e ambiental) em respectivas secretaria ambiental e autarquia de terras. Caso fosse submetido à rigorosa auditoria, dito “programa” revelaria quão falaciosos e propagandescos são esses “programas”. Basta um olhar detido a nossa realidade socioambiental e fundiária (obviamente não excluindo a proposital incúria no q tange ao gerenciamento em nível federal no âmbito da incapacidade de Planejamento), inclusive à realidade física dos prédios-sede desses órgãos. Detalhe, são incólumes à fiscalização no uso/aplicação “detido” desses recursos. Salvo raríssimas exceções. Tanto que a recém criada secretaria, objeto da tua análise, segue sem receber uma #vaia dos órgãos fiscalizadores, haja vista que muito além da discricionariedade do gestor, está o manejo responsável com recursos orçamentários, e a responsabilidade e subserviência aos Princípios Regentes da Administração Pública.

    Curtir

    Publicado por Amélia Oliveira | 9 de maio de 2017, 23:37
  6. Continuação…

    Pergunta final: Poderiam essas Secret.Extraord. manejarem “Programas” que competem e/ou sobrepõem-se às competências originárias das Autarquias ou Secretarias já existentes e, até mesmo pelo simples fato de se gerar duplicidade de despesas ao mesmo fim?! É algo estapafúrdio, grosseiramente abusivo com nossos tão mal aplicados e geridos recursos do erário estadual. Merece no mínimo análise detida do nosso MPC/TCE e MPs.

    Curtir

    Publicado por Amélia Oliveira | 9 de maio de 2017, 23:44

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: