//
você está lendo...
Justiça, Política

Por que se cala o STF?

É muito fácil aderir ao novo coro do Fora, Temer. Basta pegar as pontas soltas de todas as evidências contra ele e amarrá-las com nós contínuos para chegar à sua participação delituosa no conchavo com Joesley Batista para manter Eduardo Cunha na prisão, em Curitiba, sem delação premiada.

Antes de chegar a esta sentença, porém, muitas questões objetivas precisam ser esclarecidas.

A mais grave delas é a recusa do Supremo Tribunal Federal em quebrar o sigilo da delação premiada dos irmãos Batista (ambos livres, leves e soltos em Nova York, com uma espécie de sursis de Fachin), mesmo a pedido do presidente da república, o principal acusado.

Se Temer é o canalha que a transcrição da gravação secreta (ou clandestina, na definição do presidente) descreve, capaz de negociar uma trapaça quando a investigação de corrupção está em pleno curso no poder judiciário, nada melhor do que imediatamente desmascará-lo de forma concreta e indesmentível.

Temer podia seguir conselhos diversos e renunciar para poupar a nação de continuar a sofrer a sangria desatada que a atingiu a partir da noite de ontem. Ele decidiu resistir. Sua queda seria imediata se o povo brasileiro o ouvisse em tratativa desonesta com um dos donos de uma das maiores empresas do país, que o apoio do BNDES durante os governos Lula e Dilma transformou em multinacional (como a Odebrecht).

Se Temer sabe o que disse e fez no encontro reservado, não renunciar é atitude de insensato, de vigarista, de maluco, pior do que o americano Donald Trump. Se ele confia nos seus dotes maquiavélicos, na sua capacidade de manipulação, vai se dar mal. O barco que comanda já faz água e todas as ratazanas que o apoiavam se lançam ao mar, como fizeram quando a sorte de Dilma Rousseff foi selada.

Sua fonte de sustentação está nos que apoiaram os projetos de reforma que encaminhou ao Congresso Nacional e deslizavam vitoriosamente pelo parlamento até o tsunami de ontem à noite? Ou, sem saída, está tentando alguma honra para a morte anunciada?

O Supremo poderia antecipar os elementos para elucidar estas e outras dúvidas profundas. Por que se cala, então?

Discussão

2 comentários sobre “Por que se cala o STF?

  1. Seria porque há algo como os tempos são outros?….

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 18 de maio de 2017, 18:21
  2. Muitas especulações são feitas em cima de tudo isso. Na queda de Temer tão próxima do fim, pouco mais de um ano, subiria outra não tão honroso ou estadista Maia, para organizar eleições antecipadas. Nisso o congresso teria que fazer emendas. Muitos falam entre eleições diretas ou indiretas. Petistas mais exaltados levam em consideração até uma anulação do impeachment de Dilma, colocando a de volta a cadeira presidencial. Os tempos estão bem confusos. especulações são muitas e ninguém se entende.

    Curtir

    Publicado por Fabrício | 19 de maio de 2017, 01:53

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: