//
você está lendo...
Imprensa, Política

A altivez da jornalista

Míriam Leitão é uma das maiores jornalistas no Brasil atual. Costuma provocar reações passionais, a favor e contra. Muitos a apoiam achando que é gente do PSDB. Outros a detestam por tomá-la como inimiga fanática do PT e pau mandado da Globo. Pessoas isentas devem discordar às pencas dela ou aplaudi-la incondicionalmente. Se forem mesmo isentas, agradecerão por terem a oportunidade de receber informações e análises por ela produzidas em volume impressionante. É impossível descortinar o país dos nossos dias sem incluir Míriam Leitão no cenário. Além de grande jornalista, ela é – e sempre foi – personagem da história que procura registrar e interpretar.

Ontem, Míriam foi selvagemente hostilizada no aeroporto de Brasília e durante o voo para o Rio de Janeiro. Pessoas que participaram de um encontro do PT na capital nacional a agrediram verbalmente e a xingaram com palavras e gestos. Ninguém tomou qualquer atitude contra os atos abusivos dos passageiros, nem o comandante do avião da Avianca, autoridade máxima naquele espaço. Míriam se manteve calma e tentou ficar indiferente a tudo. A nada revidou. Carregou a ofensa no seu interior.

No clima de irracionalismo e fanatismo dos nossos dias, todos estão sujeitos a esses constrangimentos púbicos se não integram as hordas políticas (quanto às criminosas, a elas todos já estão sujeitos, indignados e impotentes). Mas não se pode deixar que elas ajam impunemente. Todos têm o direito de manifestar críticas e discordâncias, mesmo de forma enfática e ate mal-educada. Mas não se pode reduzir essas polêmicas à lei da selva. Ela consagra truculentos e bárbaros.

Conheci Míriam Leitão em 1982. Desde então, nos vimos raras vezes. Sei dela pelo que escreve e notícias eventuais sobre as suas atividades. Nunca deixei de ler o que ela escreve e me interessar pelo que faz. É uma referência para mim. Ainda que não a admirasse profissionalmente, devo-lhe dois comoventes gestos de nobreza. O primeiro, quando desafiou os Maioranas e dedicou toda a sua coluna, especializada em economia, a se solidarizar comigo pela agressão física que sofri de Ronaldo Maiorana. O Liberal não pôde cesurar a coluna porque O Globo não aceitou. Se não a publicasse, a perderia.

A outra gentileza ela me fez ao receber o prêmio Maria Moors Cabot, o mais importante do jornalismo continental. Um antropólogo americano que tentara me inscrever à última hora, também como resposta à agressão de 2o05, lhe disse que a inscrição não foi aceita por falta da documentação completa. Míriam respondeu que se a inscrição tivesse sido feita, ela renunciaria em meu favor.

Claro que eu jamais conseguiria aquele prêmio. Mas a generosidade de uma jornalista como ela valeu mais para mim do que o Cabot. Como valeu a atitude digna que ela manteve diante dos agressores como modelo a seguir.

Discussão

102 comentários sobre “A altivez da jornalista

  1. Gosto muito das informações de economia apontados por Miriam Leitão. Acompanhava muito seu blog com boas reportagens. Apreciava muito o formato explicativo e didático das informações. A quantidade de dados, números, informações tudo tentando acompanhar e entender cada movimento da economia e seus desdobramento da influencia da politica. Tem um programa na Globo News que muitas vezes entrevistas pessoas do mundo politico, cientistas e economistas para confrontar as análise de mercado.
    De economista acabou por se caracterizar como jornalista, pois era onde trabalhava. De lá escrevia até bons tens sobre diferentes assuntos. Casos sobre politica e educação, politica e principalmente alguns relatos pessoais. Na tv a jornalista falava veio travando mas conseguia se desdobrar e ganhava espaço, até demais.
    Do mesmo modo Carlos Alberto Sadenberg, este mais evidentemente liberal, também sofreu alguns ataques, mas que não deixava de escrever textos primorosos nos jornais.
    Como comentarista teve sucesso e viu seu espaço se estende, alguém sábio em um assunto, alguém que se deseja saber um pouco mais de sua opinião acabava por ir além da economia. Um amigo dizia que ela já comentava sobre politica, educação e futebol. No inicio por vezes não tinha tanto tato com a televisão e se mostrava nervosa, titubeava e gaguejava, acabando por ser ridicularizada por oportunistas.
    Claro que encontramos em algumas inconsistências em algumas analises, previsões e projeções que não se concretizam de fato, muito explorado por fanáticos. Dados e números que podem para confirmar, ou principalmente, refutar uma mesma informação. Assim é a economia.
    As pessoas que trabalhavam na bancada do jornal na área econômica organizaram seus textos e lançaram o livros Saga Brasileira que fala um pouco sobre a economia no Brasil em seus tempos conturbados e suas mudanças. Tem vários livros infantis assinadas por ela. Lançou ainda livros como Convém Sonhar e História do Futuro. Tem um livros autobiográfico intitulado Tempos Extremos, com algumas inconsistências e criticas.
    Recentemente seu filho, Matheus Leitão, lançou o livro Em Nome dos Pais, sobre um tempo em que a mãe, que participava de movimentos políticos, foi presa e torturada. Cito uma trecho da reportagem “Quase 45 anos depois de sofrer, grávida, as barbáries da ditadura militar no 38º Batalhão de Infantaria, em Vila Velha – como ficar trancada nua num pequeno cômodo com uma cobra, ser agredida com socos e tapas, ameaçada psicologicamente e ter chegado a pesar 39 quilos – a jornalista Miriam Leitão revelou ao filho Matheus Leitão, autor do livro ‘Em nome dos Pais’, que perdoou o homem que a entregou de bandeja aos militares.”
    Miriam embasa bem suas ideias e informações comenta com propriedade suas ideias. Seus textos mais íntimos são tocantes. As informações que citou mostram uma caráter como pessoa da jornalista. Não acredito em perseguição politica e acho que é muito mais raiva dos criticados a critica que não desejam receber.
    Alguém com caráter, com vida humilde, que sofreu em tempos de ditadura não merecia sofrer enxovalho como sofreu de fanáticos nestes tempos quase democráticos.
    P.S.: Hoje morreu Jorge Bastos Moreno, sei que a televisão está falando muito dele, mas na sua visão qual foi a importância de Moreno no jornalismo?

    Curtir

    Publicado por Fabrício | 14 de junho de 2017, 17:02
    • Muito boas as suas observações sobre a Míriam.
      Embora tenha tido um ou dois contatos pessoais com o Moreno, posso dizer que ele talvez tenha sido mais importante para os jornalistas do que para o jornalismo. Escrevia bem, era irônico, sabia ouvir e reproduzir excelentes histórias, devassava os bastidores do poder, mas, justamente por isso, a convivência na antessala dos poderosos o limitava. Mas ele era uma fértil fonte de informações, dicas e orientações para os colegas. E sabia gozar a vida, atraindo pessoas e as cultivando. A Globo quase o canonizou em causa própria, exagerando no tempo. Mas sem desmerecê-lo.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 14 de junho de 2017, 19:19
  2. Que vc seja grato por tratamento dedicado a vc, nada contra…..mas defender e elogiar quem está diariamente (a mando DO patrão ) a mentir e ajudar os barões a tirar direitos trabalhistas , Ferrar as aposentadorias e entregar o Pré sal ….aí ja é paixão. …suas 2 primeiras linhas são as que se salvam dessa matéria. ….ainda mais que vc sabe mais que eu que jornalista de empresa tipo Globo, não tem opinião nem querer…..transmite simplesmente a vontade do patrão que varia conforme o tempo …..sorte sua que não é empregado desses grupos. ..10 pra vc por isso…..mas nenhum jornalista ou repórter dessa grande mídia escapa….todos vendidos e estuprados…..títeres.
    Tbm há controversas….várias pessoas que estavam no avião desmentiram ela….disseram que algumas pessoas simplesmente cantaram músicas citando que a Globo apoiou a ditadura….nada mais que isso. ….ela se vitimou, não sabemos pq……e pra encerrar….não disseram nada do que ela realmente é. …..golpista pra ela é elogio.

    Curtir

    Publicado por Sergio | 14 de junho de 2017, 17:14
    • Optei definitivamente pela imprensa alternativa há 30 anos. Mas durante os 21 anos anteriores trabalhei em alguns dos mais importantes jornais, revistas e emissoras de rádio e televisão do Brasil. Tive por colegas alguns dos melhores profissionais que conheci e pessoas de elevado sentido de honra e dignidade. Nunca se venderam a patrões. Isso é possível, mesmo com o mando demasiadamente verticalizado nas empresas jornalísticas, ontem e hoje.
      É impossível ignorar a Globo. Leio o jornal O Globo com o maior proveito. É um dos melhores do Brasil. Leio com proveito muita gente de que discordo, até frontalmente, desde que eu aprende com esse pessoal. E aprendo muito com a Míriam, mesmo quando divirjo dela. Acho que você ganharia também se a lesse com mais atenção e desvinculação de pressupostos, sem perder seu senso crítico.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 14 de junho de 2017, 19:24
      • Quem planta ódio da nisso…..chamou a Dilma de pata deselegante na sua posse. ….como uma das principais vozes da Globo, não soltou ou fez um sequer comentário em defesa da presidente quando num estádio de futebol milhares de pessoas mandaram a Dilma tomar no Cu, capitaneados por Huck e Angelica…..some-se isso ao golpismo no jornalismo global, ha de se prever reações da galera…..a Globo é a mais odiada das emissoras justamente por ter apregoado o ódio ao PT. …..reação é auto defesa…..justificável com palavras e cantorias….nunca defendemos agressão física – que não houve.

        Curtir

        Publicado por Sergio | 14 de junho de 2017, 23:28
      • O grupo Globo faz campanha contra o Temer. O jornal até já pediu a renúncia dele. É também golpismo?

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 09:15
    • Digno das patrulhas soviéticas.

      Curtir

      Publicado por JAB Viana | 14 de junho de 2017, 21:54
  3. Simplesmente patético. Deveriam era hostilizar o falso “messias” que os engana desde 2005 e que extrapola todos os limites do cinismo.

    Curtir

    Publicado por Jonathan | 14 de junho de 2017, 17:20
  4. Mestre. Vc sempre com tuas recaidas. Ela mentiu. Os passageiros do avião afirmam que ela mentiu. Tem até video do ocorrido. Professor lúcio, saiu até matéria no liberal sobre o fato, apenas com o que ela falou, sem escutar o outro lado. Não acredito que vc não quiz sabe o outro lado da história.

    Curtir

    Publicado por Junior. | 14 de junho de 2017, 17:34
  5. Acho absolutamente reacionário o fato de preferirem dizer que ela estava mentindo ao invés de considerarem a agressão como uma possibilidade real. Mesmo que não tenha sido exatamente como ela narrou, ainda assim houve escracho e disso todos nós sabemos bem. Há vídeos mostrando as provocações dos delegados do PT.
    Não corroboro com a visão política da Míriam Leitão mas acho que a disputa política tem que se dar no campo das idéias ou, radicalmente, pela revolução. Esse meio termo individualizante da humilhação moral é covarde e só demonstra como mesmo a militância mais experiente do partido não sabe como se portar diante da necessidade de se manifestar criticamente contra a rede Globo. Ora, quando foi interessante para o PT eles se apoiaram na empresa dos Marinho e vice-versa. Assediar moralmente a Míriam Leitão é no mínimo um recurso fácil, bate-se na empregada, mulher, para chegar ao patrão – ao qual nunca se chega.
    Na mesma medida, repudio veementemente os atos de agressão contra a Dilma que ouviu publicamente, e em coro, toda a sorte de xingamentos e agressões misóginos e homofóbicos que apenas implodem a possibilidade de debate e de aprofundamento da linguagem política. Novamente, eu sou muito crítica ao governo Dilma. Ser crítico não significa ter o poder de assujeitar moralmente o outro.
    Faço das minhas as palavras de Audre Lorde: “Não serei livre enquanto outra mulher for prisioneira, mesmo que suas correntes sejam diferentes das minhas.”

    Curtir

    Publicado por Paloma Franca Amorim | 14 de junho de 2017, 17:51
  6. Válido verificar relatos de outros passageiros, alheios a suposta agressão, que negam veementemente o relataro pela jornalista

    Curtir

    Publicado por Thiago Pamplona | 14 de junho de 2017, 18:03
  7. Lúcio, muito bom.

    Os ignorantes não sabem que a imprensa é o guarda noturno do povo.

    Avante.

    Deusdedith Brasil

    Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: Descrição: desktop_dbaDeusdedith Brasil Advocacia S/C Av. Generalíssimo Deodoro, n.º 962, 1º andar Bairro Nazaré – CEP 66055-240 Fone: (91) 3225 4030, 3224 5999, 3321 0900

    Fax: (91) 3321 0914

    http://www.deusdedithbrasil.adv.br

    Curtir

    Publicado por Deusdedith Brasil | 14 de junho de 2017, 18:17
  8. Miriam foi torturada pelo regime militar. É inteligente, culta e muito honesta. Além disso é verde. Ela mesmo diz que tem coração de muriqui, o macaco que ainda habita as matas da sua cidade natal. Não supreende os ataques dos partidários radicais de alguns partidos políticos. Surpresa seria se eles apresentassem algum tipo de cordialidade mínima exigida por uma sociedade moderna.

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 14 de junho de 2017, 20:35
  9. Preliminarmente, tivemos vários depoimentos, de pessoas que estavam no mesmo avião, que contestam a versão da jornalista, e ela não voltou com o assunto. Claro, o tamanho ou intensidade da violência não justifica a agressão à jornalista, mesmo que ela exerça suas atividades profissionais numa empresa de péssimos antecedentes comportamentais, pra dizer o mínimo.Agora, a imprensa ser “guarda noturno do povo”, conforme afirma o Prof. Deusdedith Brasil, pra mim é novidade ….

    Curtir

    Publicado por Rodolfo Lisboa Cerveira | 14 de junho de 2017, 22:16
  10. Altivez, também conhecida como farsa.

    Curtir

    Publicado por Marlon Araújo | 14 de junho de 2017, 22:52
  11. Não dá pra tentar relativizar o fato questionando se realmente houve agressão ou não. O fato é que se sentiu ofendida e agredida, não há o que falar, independente de discordar.
    Como disse Paloma, as coisas tem que se bater o campo das ideias. Oradores mentirosos, déspotas faladores temos por ai aos montes, mas teremos razões da situação os agredindo fisicamente ou gritando impropérios, ou verdades. Basta falar ou argumenta-las.
    Agressões são coisas que pessoas públicas, apresentadores e tv e analistas, estão sujeitas, principalmente quando se metem em questões espinhosas e passionais. Manifestações como essas acontecem aos montes principalmente agentes públicos, quando descontentam grande número de pessoas, ou quando tem grande impopularidade.
    Mas voltando aos repórteres, lembremos do caso mais grave quando Caco Barcelos foi acuado, agredido e por pouco não e linchado. O que tá faltando pra muitos é respeito mesmo. Os tempos estão extremos e as atitudes também.

    Curtir

    Publicado por Fabrício | 14 de junho de 2017, 23:02
  12. Todo farsante é um excelente ator, especialmente os canastrões da rede Gobbels

    Curtir

    Publicado por Marlon Araújo | 14 de junho de 2017, 23:04
  13. O que diz, ou o que fez, o comandante da aeronave?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 14 de junho de 2017, 23:37
  14. Aliás, a sessão na Câmara Federal que cassou Dilma Roussef não teria sido talvez o maior linchamento por assim dizer?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 15 de junho de 2017, 00:36
    • Coisas totalmente distintas. Um, foi um ato constitucional afastando alguém que agiu contra a Lei. A outra, não tem aparato de proteção e seu único pecado é escrever e falar na Rede Globo.
      Quais os crimes dessa rede? É a única rede de televisão que dá mais espaço para um grande número de profissionais brasileiros de todos os ramos, ligados à arte e à imprensa, à televisão. Emprega e dá oportunidades, formação e espaço a atores, escritores, jornalistas, diretores e produtores de programas televisivos, de rádio e de teatro, com uma programação quase totalmente nacional nos horários nobres e de audiência diurna, estando presente em todos os atos e fatos do Brasil e do mundo.
      É a única que gera e promove séries e novelas nacionais com temas que vão da temática dos sem terra, dos sertões, da miséria, das favelas, da ditadura militar e mesmo nessa faze de chumbo, promovia programas como os do Jô Soares, musicais com Chico, Caetano e tantos outros que cantavam as amarguras do período, novelas como o Bem Amado, de Dias Gomes. Roque Santeiro, Gabriela, Saramandaia; especiais como Morte e Vida Severina e tantos outros que as concorrentes nem ousam pensar, preferindo pacotes prontos da Venezuela, USA e México.
      É óbvio que não é santa, não é igreja e procura influir na economia e na política em seus editoriais, como os demais órgão da media, inclusive a oficial, firmar suas posições políticas e talvez, dar mais ênfases a determinados fatos que outros, mas muito longe do que o Pravda fazia na URSS e, imagino, que os jornais chapa branca de Cuba, da Venezuela, Bolívia e tantos outros aqui mesmo no Brasil, que foram sustentados pelo dinheiro público através de repasses, projetos e maracutaias, de biombos “culturais” e caixa 2 eleitorais, que alimentavam e ainda mantém uma rede de ativismo e de patrulha pela internet.
      A jornalista foi agredida e não tem que provar. Se fosse mentira, a companhia aérea a desmentiria. Todos sabem a truculência de certos segmentos que, felizmente, não são majoritários e não são apoiados por aqueles que dizem defender.

      Curtir

      Publicado por JAB Viana | 15 de junho de 2017, 13:54
  15. Sou contra a qualquer tipo de escracho e defenderia Miriam Leitão independente de ser contra ou a favor de suas opiniões.
    Acho covardia alguém se valer de maiorias, para acuar quem quer que seja.
    Mas nao posso deixar de considerar covardia também, alguém se valer do poder da mídia, e de que midia, para impor sua versão, vesmo que essa versão não esteja com a história.
    Miriam, a Globo e muita gente, tentou “empanar” Temer e Aécio, até quando não foi mais possivel.
    Essa postura, fere credibilidades independente da quantidade de informações apresentadas ou das bondades praticadas, de quem não mantém isenção.
    Se a jornalista não tivesse com a credibilidade arranhada, duvido que alguém ousasse contestar sua versão das “agressões “, com fizeram alguns passageiros do vôo em que teria acontecido o escracho, com argumentações até que provem ao contrário, com alguma fundamentação.
    Sou contra enaltecer alguem pelo fato de ter morrido mas aproveito o momento para dizer que nunca vi algum jornalista contrario, duvidar da credibilidade de Moreno, mesmo sendo o jornalista, pertecente a linha editorial do grupoGlobo.
    O memo não é dito de Míriam Leitão.
    Não cabe a comparacao?

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 15 de junho de 2017, 07:15
  16. Olhando para o cenário produzido pelo caso, a conclusão é inevitável: a jornalista mentiu.

    Mas claro que isso não vai depreciar o seu trabalho como jornalista, pois é justamente esse o seu ofício: mentir e distorcer os fatos.

    Curtir

    Publicado por Antônio Silva | 15 de junho de 2017, 08:21
  17. Há isenção dos empregados dos jornalões em plena vigência da ditadura da corrupção?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário. | 15 de junho de 2017, 10:59
  18. “O grupo Globo faz campanha contra Temer. O jornal ja pediu até a renuncia dele. É também golpismo?

    É sim. Não só golpismo como oportunismo.
    Não fosse o episódio da delação do JBS, a Globo estaria defendendo Temer e sua trumpe, contrariando todas as evidências e o bom senso.

    Tem quem por desespero e falta de opção, continue abraçado a Temer, por falta de outra tábua proxima, como é o caso do PSDB.

    A Globo é golpista mas nao é boba. Pulou fora por conveniencia e finge que era contra o Temer desde quando ele era criança

    Talvez daqui a quarenta anos, ela forre a cara, como fazem muitos de seus jornalista, e venha pedir desculpas ao povo brasileiro.

    Curtido por 1 pessoa

    Publicado por Alonso Lins | 15 de junho de 2017, 12:00
    • Agir publicamente não é golpismo. A Globo não está pedindo que as forças armadas deponham o presidente nem defendo solução fora da lei. É direito da imprensa apoiar ou combater alguém, desde que se manifeste em textos editorializados e não desnature os fatos. Golpista foi a grande imprensa em 1964: tramou nos bastidores junto com os que queriam depor à força o presidente da república. A não ser que se prove a repetição dessa participação, golpismo é etiqueta que se aplica a tudo que queremos ou que nos contrarie.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 12:19
      • Mas Lúcio, a Globo desnatura absolutamente todos os fatos, sejam eles políticos, estéticos, culturais etc.
        Partindo do seu pressuposto, podemos inferir que se trata de golpismo sim, mesmo que não seja um golpe ditatorial.

        Curtir

        Publicado por Paloma Franca Amorim | 15 de junho de 2017, 12:34
      • Esse conceito se tornou elástico demais, Paloma. A grande imprensa manipula em maior ou menor grau. Não é por outro motivo que criei o Jornal Pessoal e a cobertura da mídia é uma das suas maiores preocupações. Ainda assim, a grande imprensa é uma fonte indispensável de consulta. Além de ter bons profissionais, muitos deles competentes e sérios no seu ofício, ela investe um volume de capital necessário para aquilo que é essencial no jornalismo: a existência de enviados especiais, que vão ser os fatos onde eles acontecem. Como o decano deles, o Clóvis Roossi, meu colega e amigo. Do qual discordo, aliás, desde que trabalhávamos juntos, no Estadão. Sem com isso diminuir meu respeito e admiração por ele.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 13:45
      • Cuidado com a síndrome do marido traído , lfp: ele vê a mulher entrar no quarto do motel com outro cara, mas por trancarem a porta e ele não puder ou não querer mais ver, passa a dizer que não tem provas pois não viu a consumação da traição. Certamente foram ali jogar damas. Tá certo, sei…
        Se esperas por tanques nas ruas e convocações no jornal, estás perdendo teu tempo e teus leitores que não vão mais acreditar nas tuas leituras da realidade, exagerada e suspeitamente ingênuas em relação à Gobbels, em relação à realidade.
        Melhor ir leres Chomsky, também o pessoal que o José Eduardo Cardozo citou na resposta à interpelação que golpistas fizeram à Dilma perguntando porque ela os chamava de golpistas.
        Os manuais de 64 sobre os golpes de estado não servem mais. A via violenta é a ultima ratio, se esperas por isso já podes jogar baralho com o marido traído da anedota popular.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 15 de junho de 2017, 12:41
      • Lamento, Marlon, que você recorra a essa comparação e caricaturize uma questão séria e complexa. Espero que meus 51 anos de jornalismo respondam por mim.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 13:47
      • “Lamento, Marlon, que você recorra a essa comparação e caricaturize uma questão séria e complexa. Espero que meus 51 anos de jornalismo respondam por mim.”
        Muito interessante teu lamento, lfp.
        Se fosse tu usando uma piada para ilustrar um raciocínio, seria jornalismo alternativo, próximo dos leitores, independente e de combate. Mas como é um adversário teu, trata-se de caricaturização.
        Entendo.
        De todo modo, a ausência de resposta à mensagem final, abstraída a “caricata” anedota, já diz do atraso e da erronia da tua análise.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 15 de junho de 2017, 14:39
  19. Beira a ingenuidade o lfp considerar que a campanha da Gobbels contra o anão bunda suja golpistas seja parte das ótimas intenções dessa filha da ditadura.
    Tá se intoxicando com lixo, mas diz que sabe filtrar. Troca o filtro!

    Curtir

    Publicado por Marlon Araújo | 15 de junho de 2017, 12:19
  20. Estou vendo que golpismo tem multiplas interpretações.
    Me perdoem, ainda nao recorri ao Aurélio.
    Eu pensava que golpista era tudo aquilo que atentasse contra a democracia, fosse com baionetas ou com parlamento comprado.
    Uma coisa é a Globo quere punir o PT pelos seus erros e eu tambem quero. Outra coisa é querer punir só o PT e relativisar o que fizeram e fazem seus adversários.
    A Globo não combate o PT por ele estar errado mas por ele ser visto como um inimigo não afinado com os interesses do grupo.

    Se fosse honesta (não golpista) não teria feito vista grossa para as estripulias do Aécio, Temer e Cia. até quando deu.

    Dalcidio foi preso sem delongas e Aécio ainda está acobertado.

    Gilmar no olho Lula era refresco.

    A Globo acobertava tudo isso.

    Eu tinha isso como golpismo.

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 15 de junho de 2017, 13:15
  21. Bom, se ela mentiu cabe ignorar ou desmentir. Ela não foi a policia e fez denuncia, se fosse a quem isso atingiria? O Risco de desmentido ao fazer estardalhaço seria bem grande. Fazer artigo com desmentimento público? Ser xingado e chamado de golpista agora parece que se tem que ouvir calado, não se pode sentir acuado ou agredido, tem que se ouvir calado, caso contrario será vitimismo? Simplesmente por que se é golpista por manifestar a opinião ou se vender? Quem supostamente atacou simplesmente negar que desferiu acusações e parece mais preocupado em justificar os ataques.
    Cada um faz o que bem entende ou se manifesta, desde de que não ataque a liberdade de outrem. Cada um fala e argumenta o que se quer, não precisa concordar, e se quiser é só se argumentar com opiniões diversas.
    As pessoas parecem não ter levado em consideração as características da vida ou os relatos que demonstraram bondade por parte desta que foi supostamente atacada.
    As pessoas em grupos e multidões parecem em coragem para praticar atos mais bárbaros. A associação de supostos ataques a ex-presidente parecem vir para corroborar e justificar o que se fez. O caso é outro, mas ataque pessoais e oportunista devem ser desautorizados.
    A discussão parece estar indo e sendo simplificada para o ramo ideológico em uma visão positivista, preto ou branco, sem poréns ou meio tons, ou o pior ainda, sem respeito. Essas discussões parecem ser inerentes a essas novas mídias em que se dá tanta liberdade, mas a muito custo ainda se tira opiniões com argumentos. A discussão está gerando bastante comentários, mas sempre as mesmas pessoas, se limitando a um número menor. Discussão que não parece levar a lugar nenhum e que não vai mudar a opinião de ninguém e está fugindo do foco principal. A discussão era sobre o ataque à jornalista.

    Curtido por 1 pessoa

    Publicado por Fabrício | 15 de junho de 2017, 15:00
    • Exatamente, Fabricio. Esse debate que não se amplia e não se aprofunda, bloqueando por anátemas e condenações, nos faz parecer o famoso cachorro tentando morder o próprio rabo. Do jeito que avança o surrealismo, acabará conseguindo. Será que sentirá dor?

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 15:39
    • Coloco até o texto do Cafezinho fazendo graça em um falso pedido de desculpas. Que apoiam as pessoas chamarem Miriam de ‘terrorista’ e justificar a atitude da ditadura de torturá-la. Que acham que é incoerência ela trabalhar na Globo depois do que sofreu, mas parecem não prestar atenção no que falam.
      http://www.ocafezinho.com/2017/06/15/um-pedido-de-desculpas-aos-petistas-do-aviao-de-miriam-leitao/
      Digo isso abertamente de ser contrario as torturas e todos os excessos da ditadura, seja contra Dilma ou Miriam que sofreram com ela.

      Curtido por 1 pessoa

      Publicado por Fabrício | 15 de junho de 2017, 15:45
      • Não me lembro de uma lágrima de crocodilo sequer se atirando dos olhos da jornalista da casa grande quando o coro nazista mandou a petista tomar no cu na abertura da copa no Maracanã, puxado por gente da rede Gobbels, Luciano Huck, o tucano impoluto e esposa.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 15 de junho de 2017, 15:53
      • A lógica é: se Dilma sofreu, que sofra Míriam também? Moral pré-histórica.

        Curtido por 1 pessoa

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 16:04
      • Não. A lógica é: onde estava a altivez da jornalista heroína quando o escracho acontece com o outro. E mais: ela apenas vestiu a carapuça. Não sendo o que estava sendo proferido, por que importar-se tanto?
        Agora, causa-me admiração falares em lógica quando o texto origem dos comentários é tão curiosamente passional.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 15 de junho de 2017, 16:10
      • Foi pessoal, como ressaltei. Mas também racional.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 20:26
      • Assim como ninguém apoiou. Nem preciso dizer que isso é extremamente deselegante.
        Ninguém precisava ficar puxando saco de Dilma. Mas era um número de pessoas grandes descontentes com a gestão manifestando seu descontentamento. Não que justifique ou que fosse feito pelo do modo correto. Multidões são covardes.
        Além de isso ser inerente a qualquer politico, principalmente presidente. A queda de credibilidade de Sarney com o aumento da inflação. As manifestações ao impeachment de Collor. As manifestações contra FHC com a economia em crise e o desemprego crescente em coro Foro FHC. Lula nem tanto, segurando bem o governo, a pesar do mensalão. E da Dilma, a mesma de todos os outros antes dela.
        O JP veio pedindo diretas mesmo antes da queda de Dilma, mas ninguém levava a sério, mesmo os que falam dela agora quando a outra já caiu.
        Não preciso chamar de facistas os apoiadores que se manifestaram em passeatas ou de iludidos os seus apoiados, ou de coisas piores, aos dois. Não preciso defender Dilma, pra criticar a Globo o a Temer. Ou mesmo ser solidário a jornalistas agredidos seja de que lado for. Mas se não for agredido também não tem problema, abaixo minha cabeça, peço desculpa e posso criticar os mentirosos pelo que falaram, sem problema.
        Nem preciso entornar lagrimas, por qualquer um deles, Dilma, Lula, ou mesmo Temer, que já devia ter caído a muito com tudo que veio a tona.
        Ademais.
        Estamos por ai para boa discussão, se tiver os argumentos.
        Avante.

        Curtido por 1 pessoa

        Publicado por Fabrício | 15 de junho de 2017, 16:10
      • Temos mais um morcego herói por aqui?
        Rota influência do juizeco de Curitiba?
        Que bacana!
        O pessoal argumenta muito bem por lá!
        Mais uma palmatória do mundo sem lado!
        Tá certo.
        Em geral, os que se dizem sem lado também têm um lado: o do seu próprio umbigo. Fazem discursos ascépticos em que todo mundo está errado.
        Estamos no caminho certo, viu?!

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 15 de junho de 2017, 16:21
      • Muito obrigado, Fabrício. Sua precisão me estimula a desabafar. Defendi eleição direta logo ao início da crise. Falei sozinho. Nenhum dos atuais vanguardistas da eleição direta comentou. Não interessava naquela ocasião. Dilma era invencível. Não pela correção do que vinha fazendo, repudiado pela maioria dos brasileiros. Mas pelo esquema de compra de apoio político iniciado pelo mensalão e transformado em cascatas de dinheiro em 2014. Deu no que deu. Ao longo da minha carreira me costumei a ver passar pessoas que me consideravam à direita delas e, depois, ficaram lá atrás, à minha direita. E vice-versa. Tomei como diretriz para a minha posição no tiroteio político e ideológico uma frase de Romain Rolland, a quem tanto admiro (uma das minhas primeiras grandes leituras foi Jean-Christophe): “Pensar sinceramente, mesmo contra todos, é ainda por todos”.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 20:32
  22. Por meu lado, acho que minha argumentação sempre foi clara, em ser contra coação por não achar um ato civilizado.

    Se houve covardia pelos petistas que vinham no vôo, sem querer justificar, lembrei que eles não seriam os unicos errados da história, em se valerem de condições favoraveis para impor suas verdades.

    A argumentação de ser ou não golpista, surgiu no bojo da discussão e achei importante sim, contra argumentar, sem querer que isso justifique agressões.
    Por isso nao acho que a discussão tenha perdido o foco.
    De fato, nao lembro de qualquer lágrima derramada por Dilma, quando agredida na abertura da copa do mundo.
    Muito pelo contrário, vi muita alegria e muita comemoração.

    Curtido por 1 pessoa

    Publicado por Alonso Lins | 15 de junho de 2017, 16:56
    • Escrevi este artigo, em junho do ano passado, protestando contra um dos principais agressores de Dilma na votação do impeachment, o paraense Wladimir Costa:
      Wladimir Costa cumpre seu quarto mandato como representante do povo paraense na Câmara Federal, onde tem assento há 12 anos. Foi reeleito, em 2014, pelo segundo partido a que se filiou, o Solidariedade (antes foi do PMDB), como um dos mais votados, com 141 mil votos.

      Obscuro, improdutivo e inconstante, o deputado finalmente está conseguindo seus dias de glória, graças à maciça cobertura da crise política pela imprensa nacional, que distribui como maná os 15 minutos de fama a pessoas que seriam anônimas por qualquer critério que não fosse o da casualidade. Não é por inteligência, argúcia, conhecimento ou serenidade que o parlamentar está se tornando famoso.

      É por ser bizarro, mal educado, incivilizado, pobre no vocabulário e indigente nas ideias, quando as tem. Num parlamento que tudo aceita, ele se destaca por ser um dos piores dentre os piores.

      O cidadão paraense tem vergonha desse exemplar de primarismo e truculência carnavalesca na Câmara Federal? Como, então, lhe confere o título de campeão de votos há quatro eleições? Ele é uma versão piorada de quem o elege? Talvez não.

      Wladimir Costa é inteligente e esperto. Mas fala sobre o que desconhece, se inspira no mais suspeito senso comum. Não tem princípios e age como torcedor fanático em campo de futebol (com radinho de pilha no ouvido). Por ser radialista e dono de aparelhagem, ele é o Wlad simpático, gente boa (certamente com seu cartão Yamada), generoso, caridoso, sempre à disposição dos que dele precisam.

      Faz muito barulho porque se criou e vive no barulho. É pouco provável que exista capital no mundo mais barulhenta do que Belém do Pará, cevada na cacofonia mental e nos decibéis como argumento. As leis proíbem os abusos. Pois lei não é potoca no Grão Pará?

      É isso para Wlad, seus eleitores e alguns milhares de paraenses, mais iguais do que a maioria, isolados no seu egocentrismo, num individualismo selvagem, regidos por uma única lei: a do mais forte. E pelo predomínio do mais oportunista e audacioso – e também inescrupuloso.

      Assim, o que interessa é aproveitar as ondas favoráveis e embarcar nela, indiferente à trajetória de vida, à opinião da véspera, à posição de antes. Foi o que fez o deputado Wlad, mudando subitamente de fervoroso adepto do presidente afastado da Câmara, Eduardo Cunha, para seu algoz na comissão de ética. Contribuiu – tão positivamente quanto de forma inescrupuloso, como os ratos em navio que vai ao fundo – para fazer avançar o processo de cassação do mais mafioso dos integrantes do parlamento brasileiro. E o mais cínico, por isso vitorioso?

      Esse tipo de personagem não só se “dá bem”: é consagrado, vira exemplo, se torna herói, como alguns dos que, a soldo (nada de espírito olímpico), pago pelo erário, carregaram ontem a tocha olímpica por Belém. Representantes da educação, da cultura, do saber, da ciência, da competência intelectual no Pará? Este é um Estado de vazios, terra nula?

      São escolhidos os membros de máfias e igrejinhas, os que recebem favores e devolvem favores, os participantes fieis da pantomima. Como as que o deputado Wlad agora repete na Câmara, a anterior no afastamento da presidente Dilma Rousseff, ao aparecer para votar enrolado na bandeira do Pará.

      Qual a justificativa do seu voto pelo impeachment: homenagem à sua “mãezinha”. Declaração seguida por um brado barulhento (“quem vota sim põe a mão pra cima!”) e arrematada pelo estouro de um lança-confete no plenário.

      Circo? Não, realidade. Praticando esse espetáculo circense lesivo nos seus programas de rádio e televisão, Wlad provocou pelo menos quatro ações por crimes contra a honra,injuriando, difamando e caluniando. Ah, mas ele é ficha limpa: não foi condenado em nenhuma das ações, que ainda tramitam pela justiça.

      Falha do judiciário local? Wlad também é réu em uma ação que tramita com a mesma lassidão no Supremo Tribunal Federal. O relator, Edson Fachin, julga a participação do deputado em um suposto esquema de desvio de recursos públicos entre 2003 e 2005, em Belém.

      Este é o Pará bárbaro, selvagem, violento, incivilizado, estúpido e cruel em que nos transformaram os ocupantes da terra, seus colonizadores e donos, e ao qual nos afeiçoamos, nos alienando do nosso patrimônio e da nossa história.

      Que venham novos Wlad. Eles são o retrato fiel de um Pará que não nos representa, mas é o Pará que se forjou com a nossa leniência, omissão, adesão e cumplicidade – e também com a nossa covardia. Um Pará que perdeu o domínio da sua história, incapaz de juntar o “antes” ao “agora”, com um projeto de “depois”. Um Pará desnaturado, que pega as migalhas do banquete como os canoeiros da beirada do rio na passagem dos navios pelos estreitos de Breves

      Wlad é um de nós.

      Curtido por 1 pessoa

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 15 de junho de 2017, 20:40
    • Não adianta falar mais sobre o tema, pois eles escutam apenas suas vozes, LFP. Houve um que até disse que abertura da copa do mundo foi no Maracanã, quando se sabe que foi no estádio construído pela Odebrecht para o Corinthians em Itaquera, a pedido de um torcedor e Amigo dos amigos empreiteiros, obra superfaturada como todas as outras da Copa, para compor o caixa 2, 3 e 4 da campanha de 2014, onde se elegeram os ex-aliados. agora golpeados.

      Curtir

      Publicado por JAB Viana | 16 de junho de 2017, 01:20
  23. Vamos lá.

    1. Dilma caiu por sua própria culpa. Qualquer análise histórica decente mostrará que a raiz da queda da presidenta está no próprio PT. É sempre muito mais fácil colocar culpa nos outros.

    2. Jogadores de futebol e juizes de futebol são agredidos verbalmente toda semana em centenas de estádios ao redor do Brasil, muitas vezes por causa dos seus erros. Eu não me lembro de ninguém derramar lágrimas por eles, pobres coitados (e coitadas). Muito pelo contrário, vejo muita alegria e comemoração.

    3. A população brasileira está nervosa e estressada. Nesta situação os bons modos desaparecem e as agressões se tornam a norma. Qualquer pessoa pode ver isso nas ruas de Belém. A raiz desse problema todo está na crise econômica, cuja causa próxima está na má gestão de uma certa presidenta escolhida por uma certa coligação.

    4. O PT reconheceu em nota que seus militantes agrediram a jornalista. Portanto a agressãp aconteceu de fato.

    5. Além do pedido de desculpas o PT adicionou o seguinte à sua nota: “Não podemos, entretanto, deixar de ressaltar que a Rede Globo, empresa para a qual trabalha a jornalista Miriam Leitão, é, em grande medida, responsável pelo clima de radicalização e até de ódio por que passa o Brasil, e em nada tem contribuído para amenizar esse clima do qual é partícipe. O PT não fará com a Globo o que a Globo faz com o PT”. Tá bom Gleise, acredito em você. Eu ainda lembro muito bem a selvageria digital que o PT usou contra a candidatura da Marina Silva. Está na hora do PT fazer uma auto-ánalise para descobrir a origem real da radicalização e do ódio que fragmenta a sociedade brasileira. Um bom espelho resolveria a questão.

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 15 de junho de 2017, 19:15
  24. Apesar das constatações contrárias, eu achei o debate desse tópico bem rico. Achava bom que houvesse tanto entusiasmo sobre outros temas para além dos mais “polêmicos” e passageiros, como esse.
    Abraços a todos

    Curtir

    Publicado por Paloma Franca Amorim | 15 de junho de 2017, 22:02
  25. Podemos refletir sobre nuances que cabem a alguns, mas não a outros; dependendo do uso e do medalhão que faz o uso da retórica, apenas para tentar esconder o sol com a peneira. Pois este sempre foi o movimento da Casa-Grande em momentos de crises que, aliás, é sempre da elite, a classe que mais tem a perder. A sociologia da reeleição, explica….

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário. | 16 de junho de 2017, 09:25
  26. Tambem achei rico o debate.

    So não entendi o porque da reedição do artigo do caro Lucio, sobre Wladimir Costa.
    Se foi com a intenção de mostrar alguma defesa a Dilma, isso não ficou muito claro.
    Foi uma boa peça para mostrar quem é wlad e a mentalidade que ele representa no Pará.
    Dilma é apenas citada porque foi derrubada naqula triste noite – que segundo falam e nao ha vontade para apurar, regada a muita propina – que já entrou para a história da infamea nacional.
    Para mim faltou nexo com o assunto.
    Se estou errado, me corrijam.

    Como vejo que faltou nexo também, na enumeração do Caro José da Silva.
    Vejamos:

    1-A culpa ou erros de Dilma (e acho que ela errou sim) justificam o golpe?
    O primeiro mundo quase todo quebrou (USA, Espanha, França, Portugal, Islandia, Grecia e etc.) e ninguém deu golpe. Só o Aecio (pra encher o saco) e a Janaína para proteger as netas da Dilma. Snif, Snif…

    2-Acho que você está confundindo, um juiz de futebol e um de jogador, com a figura de um presidente da republics (por mais errado que ele esteja).

    Acho que não devemos defender os escrachos, venham de onde vierem, sejam do PT ou no Itaquerão. Muito menos defender as manipulações indecentes da abjeta rede Globo.

    3-Não sei se a população está nervosa. Penso que uma parcela está atenta e cobrando a volta do estado de direito e a saída do deplorável Temer.
    Nervosos devem estar os golpistas e defensores do golpe, que depois de empenharem seus moralismos baratos, foram pegos de calças curtas e sem ter mais como defender a corja que botaram no planalto.

    4-A presidente do PT, reviu se pedido de desculpa. Achou que errou em não ter antes escutado a outra versão…. Só para atualisar.

    O que lamento de todo o triste episódio, é que o golpe e o coluio montado para acabar com a corrupção (de apenas um dos lados), tenha jogado o país numa histeria boba e insana, que agora faz água e acaba por reforçar os erros e o comportamento de quem esse coluio pretendia aniquilar.
    Penso que o golpe (não só o tiro) acabou saindo pela culatra.

    Que tenhamos lucidez para encontrar a serenidade que necessitamos.

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 16 de junho de 2017, 19:07
    • Sim, Alonso, o nexo foi tomar o Wladimir como exemplo de gente ruim que votou pelo impeachment da Dilma não por conhecimento do processo, mas pela onda na qual sempre sobem os oportunistas da ocasião.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 16 de junho de 2017, 19:36
    • Alonso, bons pontos. Vamos lá:

      1. Dilma foi impedida porque violou a lei de responsabilidade fiscal. Esta é a base do processo. O Congresso achou que a denúncia tinha base. Portanto, não foi golpe e não tem nada a ver com a crise econômica que ela gerou.

      2. Presidente, juiz de futebol e jogador de futebol são pessoas públicas que são avaliadas por seus desempenhos. É isso que une as três profissões. Tal como você, sou contra escracho contra qualquer pessoa. O LFP já escreveu aqui que o Lula piorou o debate político brasileiro ao trazer a ética da arquibancada para a política. Deu no que deu: o feitiço virou feiticeiro.

      3. A população está nervosa, inquieta e estressada, pois não há emprego, os preços continuam subindo e as maracutaias da coligação PT-PMDB parecem não ter fim. Todos os políticos estão nervosos a esta altura do campeonato, pois suas candidaturas dependem de depoimentos e deleções premiadas.

      4. Reviu não. No website do PT há somente uma nota oficial sobre o episódio dos petistas vs Miriam Leitão. Acabei de conferir (http://www.pt.org.br/noticias-do-pt/).

      Por fim, concordo com você que tenhamos paz e lucidez para encontrar as soluções que tanto precisamos.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 16 de junho de 2017, 23:28
      • De que página de ficção saiu o j. Silva?
        Acreditar nesse congresso nacional e nas suas furadissimas razões para o impeachment é algo que seria divertido, não fosse trágico.
        Até parece um alter ego do lfp, rsrs.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 16 de junho de 2017, 23:38
  27. Lucio.

    Obrigado pelo retorno sobre o nexo.Entendido.

    Quanto a José da Silva.

    A tese inventada da “violação” está mais que desmascarada. Só é acreditada por golpistas e defensores do ódio insano a Lula.
    O mundo todo e as estrelas sabe que foi golpe regado a propina pela quadrilha que está aí.

    Por que os moralistas defensores da tese no minimo polemica e questionavel, não pedem agora o impitima de Temer, cujo crime não é polemico muito menos questinavel.

    Onde está a treslocada Janá e seus quarenta (mil) dinheiros? Onde estão as panelas?

    Se Dilma errou, os golpistas chefiados por Aécio, tiraram qualquer oportunidade dela corrigir o erro e agora o que fizeram? Recuperaram a economia como prometeram? Recuperaram os empregos?

    Recuperaram nada, todos sabiam (menos os ingenuos) que o discurso das reformas era biombo para saquear o país como agora está provado.

    Lula é culpado porque se imiscuiu com a corja.
    Dilma ensaiou se contrapor a mesma corja, da Petrobrás e de Funas, por isso foi chantageada e golpeada.

    Quem poderia se contrapor a Aécio e Temer sem caixa 2.

    Isso tudo reforça o viés petista que estaria certo em se imiscuir com caixa 2.

    Com isso perde a consciência nacional e a possibilidade de se buscar um caminho melhor.

    Em vez de uma ação equilibrada, firme e imparcial, montaram uma caça a bruxas, emocional, boba, improdutiva e contaminada por lados, que acabou por profanar e desacreditar as instituições da república.

    A Lava a Jato foi montada pra acabar com a corrupção do PT e com o próprio. Na dificuldade de pega-los, foi aumentando a rede, acabando por pegar seus protegidos, por que todos estavam juntos, misturados e também porque o Brasil ainda é uma democracia, que tem o poder de propiciar esses imprevistos.

    A certeza da proteção era tanta, que Moro não teve qualquer pudor em se deixar fotografar de rosto praticamente colado, ao agora abominavel Aécio.

    Temer pela mesma certeza, perdeu qualquer resquicio de cuidado em mandar buscar sua mala.
    O fator Gilmar não foi tão poderoso quanto esperado.

    Se a situação edtava ruim, Qual foi a contribuição do golpe?

    Tirar qualquer duvida de quem são Aecio e Temer?

    Isso já era sabido.

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 17 de junho de 2017, 00:51
    • Alonso e Marlon,

      Entao vocês precisam escrever outra história do Brasil, pois, até onde eu saiba, o TCU produziu provas suficientes para mostrar que a Dilma violou a lei da responsabilidade fiscal. Eu sei que algumas pessoas gostam de descartar evidências, mas esse não é o meu tipo. Quando vocês tiverem evidências concretas demonstrando que não houve violação da lei, talvez vocês tenham um argumento válido.

      Este Congresso Nacional, até antes do impedimento, era composto majoritariamente por gente eleita pela coligação PT-PMDB, ou seja, gente que foi eleita com o dinheiro de caixa 2 que tanto a Dilma como o Lula patrocinaram. Novamente, este é um fato onde as evidências para todos os lados. Negar isso é viver em um mundo de ficção.

      Todo mundo sabia que o Temer era apenas continuidade do sistema corrupto patrocinado pelo PT, pois os dois foram eleitos juntos. Como se falou aqui várias vezes: PT e PMDB são gêmeos siameses. A posição defendida aqui foi de eleições diretas já, coisa que tanto o PT como o PMDB foram contra.

      Creio que vocês precisam arrumar narrativas melhores. Está história de defender a honestidade da coligacao PT e PMDB não funciona mais. É disco furado. É preciso deixar de viver na ficção e conviver com a dura realidade, o legado final desses que vocês tentam defender com argumentos inconsistentes.

      Curtido por 1 pessoa

      Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 06:45
      • O conto de fadas do TCU do Nardes em que vive o j.silva, alter ego do lfp, é uma peça de ficção imbatível. Irresponsável.
        Crê tanto nessas sandices que diz , que as toma pela realidade.
        Inviável qualquer mudança dessa lente

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 17 de junho de 2017, 10:33
      • Marlon,

        Melhore mais os seus argumentos companheiro. Por trás da decisão do TCU teve muita gente técnica de alto gabarito e apartidária que analisou a situação e demonstrou o erro do governo Dilma na ciondução das contas públicas. O resto é conto para boi dormir. Se você acredita ao contrário e nega o que foi produzido sobre o assunto, o que posso fazer? Desejar-lhe boa sorte com as suas sandices.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 11:03
      • Vamos fingir que você entende muito de política e direito, j. Silva, alter ego do lfp.
        Vamos fingir que foi tudo técnico. Afinal a técnica não se subordina à política sob hipótese alguma. Hitler manda lembranças.
        Vamos fingir que o congresso nacional estava interessado só em proteger a constituição e não em salvar a própria pele, já que Dilma resolver não negociar com aqueles pilantras, muito possivelmente seus bandidos de estimação, hein, j. Silva?
        Vamos fingir que é tudo como dizes e nunca mais saíamos da Neverland que criaste só pra ti.
        Bom, eu não poderia te acompanhar nesse uso que fazes do que aéreo neve usa.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 17 de junho de 2017, 11:24
      • Vamos fingir que a Dilma não fazia parte da coligação PT-PMDB que foi eleita usando caixa 2. Vamos fingir que a base deixou ela de lado por não aceitar a base da divisao do roubo em conjunto. Vamos fingir que a Dilma e o Lula não trabalharam para parar a Lava-Jato. Vamos fingir que todos esses que você admira são santos. Vamos continuar a fingir. É isso que você e vários outros querem que as pessoas do Brasil façam. Continuar fingindo para manter o pacto da mediocridade que hoje avacalha o país.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 13:27
      • J.silva, alter ego do lfp, é impossível avacalhar mais o país que a tua turma é teu chefe Aécio, coxinhas de quinta. Foi a tua turma que tramou contra a lava jato.
        Dá uma volta fora da Neverland e suspende o uso do que aéreo neve te deu pra dizer tantas bobagens em série.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 17 de junho de 2017, 13:32
      • Marlon,

        É só esse discurso de botequim ou de arquibancada que você tem a oferecer para o debate? Não me surpreende. Os seus argumentos são do mesmo nível daqueles apresentados pelo teu partido de coração: todos baseados em uma leitura enviesada e de alguma forma doentia da história.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 16:35
      • J.silva, alter ego do lfp, argumentos vagabundos até aqui deduzidos são os teus.
        Não passam nem no teste de consistência da alfabetização. São a cara do teu chefe, aéreo neve.
        São tão fracos que, juntos, não batem em bêbado cambaleante.
        Primeiro, te livra da doutrina ds teus líderes do PSDB/PMDB, depois a gente conversa.
        Embora eu creia que preferes brincar com a sininho a descer para a vida real.
        Boa sorte com isso que o aéreo neve te fornece.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 17 de junho de 2017, 16:40
      • Marlon,

        Doutrina PSDB/PMDB? Estás delirando? O que está no governo hoje ainda é a cleptocracia instalada pela doutrina PT/PMDB/agregados. Ou você já esqueceu a história? Não surpreende. Esquecer a história faz parte da tua doutrina, apesar de todos os ensinamentos de Marx.

        Por fim, você tem uma fixação pelo Aécio, que nem é objeto da discussão inicial. Que história muito estranha. Talvez um psicólogo lhe ajude a resolver esse problema. Vá lá companheiro. Se cuide! Desejo-lhe melhoras!

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 19:59
      • J.silva, alter ego do lfp, como bom discipulo de Gobbels que és vais tentar repetir teus argumentos patifes até que se tornem verdade.
        Estaremos aqui para não te deixar avacalhar o debate.
        Tu és mesmo da turma do dória e do Huck: abandonas teus amigos quando eles cometem estripulias.
        Parece que precisas bem mais de tratamento…

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 17 de junho de 2017, 20:25
      • É interessante um discípulo do PT reconhecer a existência do Goebbels. Foi dele que vocês tiraram a inspiração de grande parte das suas estratégias marqueteiras, incluindo aquela velha história de repetir mentira até ela se tornar verdade. Não se preocupe, estarei aqui para mostrar a fragilidade dos seus argumentos e com isso não deixar vocês avacalharem qualquer debate sem apresentar qualquer evidência útil. Cuide-se companheiro. Sua fixação por seu amigo Aécio está se tornando doentia.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 18 de junho de 2017, 07:38
      • J.silva, alter ego do lfp, seus argumentos pilantras te definem. São como os do teu chefe aéreo neve e do secretário dele, caju.
        Estaremos aqui para demonstrar, do que muitos já se deram conta, tua coleção de bandidos de estimação da direita e o teu correlato desprezo pelo direito, sempre encharcado da vagabundagem dos teus chefes do PSDB/PMDB, gente fina demais.
        Tua doença decorre de imitação de Gobbels. A solução? A adotada em 45.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 18 de junho de 2017, 14:41
      • O Marlon continua com a fixação pelo Aécio e agora por um tal de Cajú. Depois branda no final da mensagem o número 45 como se estivesse em transe. Passo a acreditar que ele é PSDB enrustido mas quer sai nas ruas como petista para aparecer politicamente correto (ou incorreto?). Dupla personalidade é possível. Sei lá. Neste caso somente um psicólogo da corrente freudiana (se é que isso ainda exisre) poderia ajuda. Não tenho mais tempo para ele. Minha última recmendação para o nosso amigo: vai te tratar companheiro!

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 19 de junho de 2017, 10:22
      • J.silva, alter ego do lfp, não desiste da estratégia fracassada dos seus bandidos de estimação, Aécio e grei da safadeza: mentir e praticar moralismo sem moral as nauseam.
        Não assusta. Foi bom soldado na cartilha de Gobbels. Não há corrente na psicologia que dê conta da patologia que o atormenta e por consequência avacalha o debate.
        Nazista que é, tem medo da solução 45. Deve ser tucanalha de carteirinha, embora isso não valha nada mais; deve ser também cupincha dos Barbalho.
        Enfim, brada no deserto o de sempre: é um morcegão de capa preta que não salva nem a própria pele, mas quer salvar o Brasil com esse discurso bundão, que copia e cola da sua vedete: morete, vulgo Eliot Ness da região agrícola do nosso país. Referência que dispensa a todos de perder tempo com o que o estagiário do Gobbels – j.silva – tem a dizer, mentiras adornadas com o mesmo óleo de peroba que usa diuturnamente para lustrar a fuça golpista que enverga.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 19 de junho de 2017, 11:01
      • Caro Marlon,

        Pelos seus textos, creio que sua situação está piorando a cada hora. Estou preocupado. Procure um bom psicólogo. Quem sabe há alguma cura, apesar de eu não ser muito otimista. Desejo-lhe melhoras. Força companheiro!

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 19 de junho de 2017, 14:05
      • J.silva, alter ego do lfp, estás em tempo de surto.
        Também não era para menos, teus bandidos de estimação do PSDB/PMDB estão a um passo da jaula.
        Sofres da síndrome de Gobbels. Fazer o que?
        Estás na casa do sem jeito. Nem os urubus vão querer tua carcaça.
        Lembra bem: no fim todos fazem como teu companheiro Huck, te abandonam à própria sorte.

        Curtir

        Publicado por Marlon Araújo | 19 de junho de 2017, 14:13
  28. José da Silva.

    Ode está escrito que eu defendo a honestidade do PT?

    Eu defendo a legitimidade do processo.
    Se fosse por honedtidade, qual governo teria perdurado no Brasil? O de FHC e posteriormente o de Aecio? Agora o de Temer?

    Acho que você está tão impregnado em defender o golpe que está trocando as bolas.

    Quer um exemplo claro?
    O pessoal do PSOL é contra o PT e nem por isso se macumunaram com o golpe.
    Agora eles mostraram que ficaram com a Historia por que não foram oportunista.Pediram a clareza do processo.O resto virou lixo.

    Nao queira confundir pedaladas com caixa 2 que não era o que estava sendo jugaldo no momento do golpe.
    Ficou mais provado agora com o processo de caixa 2, que Dilma foi salva para salvar tambem Temer, para dar continuidade ao golpe.

    Você demonstra “inocencia” ainda, quando fala no desembarque do PMDB do governo corrupto junto com o PT. Não sabe você que foi pra frear “saporra” e que toda a estrutura golpista fez vista grossa pro ocorrido, tanto que o Cajú continua aí lepido e faceiro?

    Ou você também não sabe que o TCU fazia parte do conluio gospista, ou ainda que o STF se nega a entrar no merito para não ter que reconhecer o golpe.

    Acho Lúcio sim um grande jornalista que merece o respeito de todos nós mas ele não é, nem que ser o dono da verdade. Por isso ele não precisa do seu superego. Permita-me então discordar dele.

    Você o cita quanto a afirmação de Lula ter piorado a qualidade do debate político e eu posso até concordar com esse ponto de vista. Mas desde quando isso justifica golpe?

    Se fosse por qualidade de discurso, o Trumpe já tinha sido golpeado faz tempo.

    Quem você acha que melhorou essa qualidade?

    O Aécio? o Serra? O Aluizio Nunes? O Gedel?
    Acho que você so escutou o Aécio falando em acabar com a corrupção da Dilma em frete a camera da Globo e fez “escuta grossa” para o grampo do JBS.

    O que parece, é que você não torce para que o Brasil de certo, você torce pela destruição do PT a qualquer custo, nem que isso sirva para a destruição das instituições da republica com os golpistas estão fazendo.

    Eu é que peço a revisão dos seus argumentos!

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 17 de junho de 2017, 08:42
    • Vamos lá.

      1. Quando você defende a honestidade do PT? Quando você chama o impedimento da Dilma de golpe. Os partidos mais a esquerda nãio votaram pelo impedimento, mas não chamaram a decisão do congresso de golpe. O termo golpe foi criado pelo PT, como mais uma estratégia de marketing (possivelemente paga com Caixa 2) para mobiizar os seus simpatizantes em torno de uma causa. Quem o usa, portanto, é porque assume a honestidade do PT em todas as suas ações.

      2. Eu não confundi pedalada com caixa 2. Você não leu o que eu escrevi. Eu disse que a Dilma saiu por causa da violação da lei de responsabildade fical (dita pedalada), que foi mais do que comprovada.

      3. Esse argumento de que todo mundo é pare de um conluio golpista é frágil demais. Encontre outro. É a velha estratégia, copiada dos governos totralitários, de que o PT usava para separar o Brasil em nós versus o resto. Este mundo dicotômico não existe, a não ser na propaganda do PT e nas mentes de uns poucos.

      4. Não concordo sempre com o LFP. Entretanto eu acho que a observação dele de que o Lula trouxe a ética da arquibancada para o debate político muito perspiscaz e reveladora. Foi isso muito que ele fez. Tentrou transformar eleitores em torcedores fanáticos e dogmáticos (o velho e manjado nós contra todos).

      5. Novamente…novamente…a Dilma caiu porque violou a lei de responsabiliade fiscal, um crime previsto na lei, e que cujo processo seguiu de forma correta no Congresso. Tem gente que fica dizendo que o mundo todo reconheceu o impedimento como golpe. Baboseira. Quantos paises romperam relações diplomáticas com o Brasil por causa do impedimento? Nenhum. Quem protestou? A super democrática Venezuela e o moribundo El Salvador. Os dois paises controlados por tiranos.

      6. Claro que a qualidade da política no Brasil não melhorou. A grande maioria dos congressistas foram eleitos dentro da coligação PT-PMDB-e agregados. São esses que continuam ainda a mandar no pais. Ignorar o fato de que Dilma, Lula, Temer, Cunha, etc, até pouco tempo viviam trocando beijinhos é muita ingenuidade.

      7. O que o Trump tem a ver com o que estamos discutindo? Talvez porque ele seja o Lula/Dilma da direita americana..Populista e demagogo.

      8. Pelos seus argumentos e o do Luiz Mario abaixo, entendo que vocês queiram justificar a roubalheira do PT-PMDB dizendo que o PSDB roubava também, etc. Este argumento é muito pobre. Vocês podem fazer coisa melhor. Quem rouba deve ser preso, independente do partido político. Creio que a esta altura do campeonato a sociedade brasileira deve saber quem é quem. Se continuar votando nos mesmos elementos, é porque a sociedade gosta mesmo é de sofrer.

      Para o Brasil prosperar novamente, todos esses partidos que representam a velha política (PT inclusive) deveriam ser extintos por falta de ética e roubalheira. Isso abriria espaço para um novo debate, com muito mais qualidade, focalizado no desenvolvimento sustentável do país. Isso é o que a Marina vem pregando desde as últimas eleições. Talvez o exemplo da França possa ajudar a iluminar os caminhos dos brasileiros.

      Por fim, reconheçam o óbvio e abram suas mentes para uma nova política. Creio que ficar defendendo messias, ilusionistas, ladrões, etc, não é um bom uso do tempo de vocês.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 10:55
  29. Pedaladas? Todos fazem. Guarida a bandido político profissional, usando o foro privilegiado? Todos fazem. Caixa 2? Todos fazem. Só não pode pinto novo ciscar por muito tempo em terreiro de galo velho, pois!

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário. | 17 de junho de 2017, 09:48
  30. Acho que não da pra conversar mesmo.

    Volto a perguntar, onde está escrito que defendo a honestidade de Dilma???

    Defendo a punição de todos á luz da justiça.
    A tese do golpe não é frágil. É simplesmente golpe. O senador do Mato Grosso foi o único com sensatez que reconheceu isso. O resto é conluio que contribuiu para piorar o grau, da já comprometida credibilidade existente no país.
    Isso não tem nada a ver com defender Dilma ou o PT.
    Se fizerem a mesma coisa com Aécio, ou com Cunha, vou me posicionar do mesmo modo.

    O alarido ensandecido de vocês, o escárnio e o golpismo, acabaram por martirizar Lula, distorcendo mais ainda “o nível” do debate e do entendimento da realidade.
    .
    Isso vocês não conseguem ver por que estão envenenados pelo antipetismo.

    É realmente um fenomeno intrigante que leva a querer esfolar Lula e fazer vista grossa para todos aqueles que se contrapõe ao mesmo.
    Isso levou muita gente a fazer vista grossa para Aécios, Temer & Cia.

    Agora que nao foi mais possivel manter a farsa, tentam distorcer os fatos com supostas argumentações que nunca foram feitas.

    Resumindo, defendo a punição de todos que cometeram crimes. Se Lula, Dilma ou seja lá quem cometeu, que seja julgado e condenado à luz da Justiça, sem seletividada e sem golpismo.

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 17 de junho de 2017, 12:00
    • Eu realmente não compreendo.

      Você diz defender a punição de todos à luz da justiça, mas chama de golpe um processo legal que cassou o mandato da ex-presidenta por violar a lei de responsabilidade fiscal. Aqui você está sendo seletivo. De outra forma, você considerará a cassação do Collor como golpe também.

      Como eu expliquei, ao usar o termo golpe, além de ser seletivo na sua opinião, você também assina embaixo de uma jogada de marketing do PT. Qual a finalidade desta peça de marketing? Dissseminar que a Dilma é honesta e que ela foi tirada do poder sem razão alguma. Portanto, ao usar golpe você está dizendo que a Dilma é honesta.

      Martirizar o Lula? Isso foi o que ele sempre quis. O que ele sofre hoje é o que ele fez contra os seus ex-aliados e adversários. Há uma lista enorme de calúnias que ele e seus marqueteiros, todos pagos com caixa 2, tal como sabemos hoje, propagaram contra os outros. O Lula não é alguém que conhece a regra de ouro adotada por todas as religiões do planeta.

      Não sou antipetista. Sou anti qualquer grupo que avacalhou as leis do país para gerar beneficios para alguns poucos. Infelizmente, para alguns, o PT liderou esse grupo nos últimos 14 anos. Ou você tem qualquer dúvida a respeito?

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 13:21
  31. S

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 17 de junho de 2017, 12:24
  32. Não tem comparação.

    A questão do Collor foi crime comum como é agora o crimes de Aecio e de Temer que os moralistas nao aparrcem para pedir o impeachima.

    O caso de Dilma era questionavel. Foi criado um contorcionismo juridico para criar um crime que no minimo é questionavel e que depois foi cometido por Temer.

    Quem questionou a tese do Anastasia, entre muitos, foram os próprios autores que ele citou na tentativa de dar alguma seriedade a farsa.

    Isso os marqueteiros petistas tão eficientes não souberam explorar.

    Você infere que todos os que não concordam com a “tese” das pedaladas, sejam vitimas dos marqueteiros petistas, que seriam muito mais eficientes que a Globo.

    Você viu eu defendendo a absolvição de Dilma pelo uso do caixa 2?

    Entao nao venha me acusar de tolerar tudo o que eles fizeram.

    Então nao venha me acusar de defender ela a qualquer custo.

    O seu discurso mal disfarçado e carregado de atipetismo.

    Nao é por que sou contra determinada linha de pensamento ou metodo de agir do qual eu não concorde, que vou querer o aniquilamento a qualquer custo, de quem pensa de tal forma.

    Isso e facismo.

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 17 de junho de 2017, 17:34
    • Então por que Collor foi absolvido?

      Curtir

      Publicado por anonimo | 17 de junho de 2017, 19:13
    • Alonso,

      Os dois cometaram crimes previstos na legislação. Crime é crime..não há crimes comuns e crimes especiais. Os dois também julgados seguindo o mesmo rito. Não há como separar. Havia abundância de informação geradas pelos técnicos do TCU. São essas que contam na verdade. São estas mesmas informações utilizadas para cassar mandatos de prefeitos pelo Brasil afora.

      A Rede já pediu o impeachment do Temer e a expulsão do Aécio. Então os moralistas estão atuando.

      Você está confundindo, novamente, o meu argumento. Sou contra ladrão e não contra quem tem ideias diferentes. Admiro PSOL e PSTU. Não concordo com as idéias deles, mas admiro a honestidade existente nos dois partidos até agora. No caso do PT e PMDB, os dois partidos são corruptos, tal como já foi amplamente demonstrado. Não se trata de idéias, trata-se de caráter.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 17 de junho de 2017, 20:13
  33. Pelos mesmos motivos que Temer foi…

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 17 de junho de 2017, 19:54
  34. Caro José Silva,

    Agradeço pela citação de meu nome. Todavia, sugiro que: primeiro, perceba quem faz as Leis? Segundo, quem as usa e sob que condição? Terceiro – e mais importante – quem detém mandato parlamentar (ou seria foro privilegiado?), estando sob fortíssimas acusações não seria elemento de potente nocividade, letal até? Não tente tapar o sol com peneira, como faziam os imperadores romanos diante da inexorável marcha da História. Ainda que para isso tentes o aforismo tão caro à ditadura da corrupção, e seus praticantes: “o que não me mata, torna-me mais forte”.

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 17 de junho de 2017, 21:32
    • Caro Luiz,

      Todos esses que você mencionou foram eleitos ou foram indicados por quem foi eleito…pelo voto popular. Queira ou não, mas estamos em uma democracia. Se a democracia se tornou uma cleptocracia, então todos nós somos cúmplices da maracutaia, pois conhecíamos muito bem esses caras e não votamos com a baioneta em nossa cabeça.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 18 de junho de 2017, 07:32
  35. Ô José da Silva.

    Não sou eu quem estou dizendo que foi golpe.Foi o Caju no primeiro grampo que o conluio fez escuta grossa.

    Agora vem o segundo grampo com todos os conchavos revelados, todo o planejamento, fases e tudo e você ainda insiste na sua defesa.

    Contra fatos nao ha aegumento.
    Você está cego porque é contra o PT.
    Você quer mais o quê? O reconhecimento público unânime de todos os golpistas fazendo mea culpa.
    Desculpe mas com você só recorrendo a metafora do sofá.
    Francamente….

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 18 de junho de 2017, 05:44
    • Quem é Caju? Qual gravação? Qual segundo grampo? Porque técnicos do TCU comprometeriam suas reputacoes para apoiar um ou outro grupo político? Sua história de golpe simplesmente não fecha, porque exigiria ação coordenada de milhares de pessoas com um fim só. Isso não existe. Golpe de verdade é quando um general (uma pessoa) usa seu poder (tropas) para derrubar um presidente. O resto é mimimi para justificar erros básicos na condução das finanças publicas. Francamente…

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 18 de junho de 2017, 07:28
  36. Se vc faz que nao sabe quem é Caju, so o sofá mesmo..

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 18 de junho de 2017, 08:01
    • Voce está se referindo ao Paulo Cesar Caju? O que ele tem a ver com ess história?

      Por sinal, você diz que sou antipetista e eu digo que sou antiroubalheira. No final das contas você tem razão, pois ser antipetista é mesmo que ser antiroubalheira.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 18 de junho de 2017, 09:14
  37. Caro José,

    Generalizações são perigosas. Ou não?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 18 de junho de 2017, 09:58
    • Caro Luiz,

      Concordo totalmente com você, mas no caro mencionado acima os fatos apoiam a generalização, pois quase todo o comitê central do partido está preso por corrupção.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 19 de junho de 2017, 00:28
  38. Um presidente implanta caos em um país. Desemprego, inflação e crise econômica. Não consegue se entender nem com a população e nem com os corruptos que eram seus aliados. Mesmo com tudo isso, o povo é obrigado a aguentar esse caos por 4 anos? Não. Assim como não foi obrigado a tolerar o Collor que confiscou poupanças, ainda que tenha sido absolvido depois. Quando a situação está insustentável, ninguém é obrigado a aguentar. Mas é óbvio que o melhor caminho teria sido Novas Eleições. Deixar o Temer não modificou em quase nada, já que ele era da mesma chapa corrupta.

    Curtir

    Publicado por anonimo | 18 de junho de 2017, 14:19
  39. “todos nós somos cúmplices da maracutaia” (…) “não votamos com a baioneta em nossa cabeça”. A mea culpa com o sacrifício alheio é covardia. Menos, José. Menos!

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 19 de junho de 2017, 12:34
    • Se a sociedade fizesse o mea culpa e refletisse antes de escolher os seus candidatos nas próximas eleições já daríamos um passo importante para sair deste poço sem fundo que o populismo nos colocou.

      Curtir

      Publicado por Jose Silva | 19 de junho de 2017, 13:59
      • Votei no PT-PMDB em 2014 e quero os dois na cadeia e fora do poder. Assumo a responsabilidade e passo pra outro. Melhor do que persistir no erro.

        Curtir

        Publicado por anonimo | 20 de junho de 2017, 01:07
  40. Boa! Todavia, que tal imaginar “sociedade” como zona de conforto?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 19 de junho de 2017, 18:37
  41. Estou pedindo desculpas ao caro José da Silva.
    Eu não sabia, que ele desconhecia que quando falei em Cajú, eu estava me referindo ao senador Romero Juca.

    José, o nobre senador passou a ser conhecido assim, depois da delação da Odebrecht.

    O senador é o mesmo flagrado em gravações feitas pelo delator alguma coisa Machado. Se nao me engano,Sérgio.
    Para melhorar a informação, lembro que o respeitavel Juca, foi flagrado tanto quanto Delcídio Amaral tentando obstruir a justiça.
    Surpriendentemente entretanto, Juca não recebeu o mesmo tratamento que Delcídio.

    Espero ter contribuido para melhorar seu nível de informação.

    Desculpa viu.

    Curtir

    Publicado por Alonso Lins | 26 de junho de 2017, 22:54

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: