//
você está lendo...
Cidades, Ecologia

O lixão: mais aqui do que ali

Se as promessas forem cumpridas e tudo que está sendo feito der certo, diminuirá bastante o mau cheiro produzido pelo aterro sanitário de Marituba, que se credenciará a continuar onde está. É o grande final ma versão oficial sobre o lixão montado pelo grupo Revita. Não será, portanto, a realização da reivindicação dos milhares de cidadãos de Marituba. Eles querem simplesmente a remoção desse depósito para outro lugar, a partir da premissa de que a convivência tão próxima da cidade, na região metropolitana de Belém, e o aterro é impossível.

O governo até que parece interessado em satisfazer os moradores, cujos problemas de saúde e de vida, criados pelo odor da deposição do lixo, os levaram a sucessivas manifestações de protesto. Uma nova área estaria sendo prospectada para receber o lixão. Mas os serviços em realização em Marituba parecem indicar o contrario: o que está sendo feito visa remediar o mal e manter o aterro onde está.

Que tal uma nova audiência, desta vez pela justiça no município, para uma prestação de contas da comissão de intervenção do governo ao distinto público?

Discussão

3 comentários sobre “O lixão: mais aqui do que ali

  1. E o poder público continua empurrando com a barriga este grave problema que compromete seriamente a saúde da população da redondeza. Acredito que o governo poderia transferir o lixão para uma área bem mais afastada, longe de qualquer zona urbana. Temos muitas áreas afastadas da região metropolitana que poderiam ser utilizadas para este fim.

    Curtir

    Publicado por Sabino Junior | 20 de junho de 2017, 18:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: