//
você está lendo...
Imprensa, Política

O ex-quase-futuro candidato

Com chamada na primeira página, o Repórter 70 da edição dominical (que saiu hoje) de O Liberal anunciou que o patrão, Romulo Maiorana Júnior, “deverá se afastar” da direção do conglomerado de comunicação “para se dedicar à política, onde será candidato ao Governo ou ao Senado”.

Acrescenta que o partido e o cargo “ainda serão definidos em reunião com o governador Simão Jatene”. O empresário “acha que é hora de pôr seu nome à aprovação da população do Estado, como empresário vitorioso que é, para fazer frente a tantos anos de corrupção e bandidagem no Estado do Pará”.

O candidato a messias primeiro se anuncia, em seu próprio jornal. Depois é que irá ao governador para com ele acertar a qual dos dois cargos majoritários se candidatará e por qual partido.

A presunção – trata-se de presunção mesmo – é de que o lugar do já escolhido estará à disposição dele, seja lá por qual partido for. Se o seu decadente jornal continua a se proclamar o maior e o melhor, contra todas as evidências contrárias, por que não ele também? Para Narciso, o espelho é o que basta.

A tarefa a que ele se impõe numa nota singular de coluna de jornal é acabar com anos de corrupção e bandidagem no Pará.

Romulo Jr. é o principal executivo do grupo Liberal há 30 anos, a partir da morte do pai, em 1986. Desde então, acompanhou o final do primeiro governo de Jader Barbalho, seguido por mais quatro anos. Outros quatro de Hélio Gueiros. Mais oito de Almir Gabriel e quase 12 de Simão Jatene, mais os quatro anos de intervalo com Ana Júlia Carepa, do PT.

Somando-se, quase 20 anos de PSDB, cinco do PMDB, quatro do PFL e quatro do PT. Somados, os três partidos tiveram 13 anos para dilapidar o Pará. O PSDB, quase 19. É ao PSDB que o pretenso herói se dirige e ao seu governador se alia. Não foram os tucanos os campeões na corrupção e bandidagem, a se considerar o conceito publicado em seu jornal por Romulo Jr.?

Ele tentou a carreira política em 1983. Foi ao Palácio Lauro Sodré com seu amigo Vic Pires Franco para se filiar ao PMDB. A ficha foi abonada pelo governador Jader Barbalho, no seu primeiro mandato, o mesmo Jader que, depois, é apontado como o maior corrupto do Pará.

Desde essa filiação frustrada, Romulo Jr. sempre quis ser senador ou governador do Pará. O que atrapalha é que esses cargos só se pode conseguir através do voto popular. O que exige comício, ida ao interior, conversa com eleitor e tudo mais que não figura na agenda do big-boss, ultimamente mais presente em Miami do que em Belém.

Sempre que lhe relembram que só este caminho, que o diploma não pode lhe ser entregue em seu gabinete, de mão beijada, Romulo Maiorana Júnior desiste do projeto. Vamos ver se a série histórica de meia-volta-volver prossegue – para o bem do Pará.

Discussão

10 comentários sobre “O ex-quase-futuro candidato

  1. Em primeiro lugar, gostaria de deixar um agradecimento por o senhor ser essa pessoa fantástica. Sou seu fã, só tem alguém na minha vida a quem eu pediria um autógrafo, certamente seria o senhor. Eu estou falando super séiro. Eu tenho o seu seu livro: Carajás – Ataque ao coração da Amazôzinia. Sou de Almeiim, próximo de Santarém. Sempre me espelhei nos seus textos. Não sou jornalista, mas sou sempre fui admirador do seu seu texto.
    Nesse momento, quero parabelizá-lo pelos 30 anos de sua Agenda e nossa Amazonica.
    O senhor é uma das únicas pessoas pra quem eu posso pedir um autografo? Pode me dar um autógrafo?

    Curtir

    Publicado por drerkhelf@ig.com.br | 29 de julho de 2017, 20:24
  2. Trump papa-chibé?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 29 de julho de 2017, 20:48
  3. Mais Lucio se o Jader que de novo se recanditar ao Senado. Porquê ele não pode ser candidato. Na democracia é assim mesmo contrariado devemos respeitar o direito de todos. Agora alertar. Esclacer sempte

    Curtir

    Publicado por Valdenor | 29 de julho de 2017, 21:06
  4. Nossa Senhora de Nazaré, rogai por nós paraenses! O que era péssimo (só o Barbalho) pode piorar ainda mais (Barbalho + Maiorana)!!!!!!!??? Será isso mesmo?

    Curtido por 1 pessoa

    Publicado por Daniel | 29 de julho de 2017, 21:55
  5. Hahahaha, quanto cinismo falar em corrupção e bandidagem quando o jornaleco dele vive sendo alimentado com verba pública para falar bem do atual governador, que teve seu filho preso por corrupção, criou secretaria para a filha, além de encher o bolso de artistas com quantias absurdas. Isso sem falar no escândalo da Cerpasa em seu primeiro mandato.

    Curtir

    Publicado por Anônimo | 29 de julho de 2017, 23:01
  6. Mas não é o rei da quitanda?

    Curtir

    Publicado por Anónimo | 31 de julho de 2017, 14:44
  7. É bom que ele se candidate, pois assim será testado nas urnas. Não creio que se eleja, mesmo com a enorme lacuna de lideranças políticas no Pará e no Brasil. Espero que outras pessoas também saiam candidatas nas próximas eleições. Tem muita gente boa e capaz, mas que evita a política, dado o ambiente fedorento dos executivos e legislativos. Além disso, gente boa e honesta não compra votos, que muitos eleitores insistem em vender. Não vejo luz no final deste túnel.

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 1 de agosto de 2017, 23:15
  8. Depois da eleição de Dória em SP tudo é possível e isso dá gás ao capo, mas sabemos mesmo que os Maioranas estão apavorados com a possibilidade do Helder Barbalho virar governador. Nessa briga só quem perde é o povo do Pará, que infelizmente terá que aguentar ou um ou outro.

    Curtir

    Publicado por Rick Pinto | 2 de agosto de 2017, 10:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: