//
você está lendo...
Imprensa

Blog: 3 anos

O blog completa hoje três anos. Acumula 1.121.107 visualizações, feitas por 377.638 visitantes, que tiveram acesso a 3.109 publicações. Dentre os visualizações, 1.031.565 são do Brasil, 59.948 dos Estados unidos, 5.869 da França, 3.846 de Portugal e 3.639 da Alemanha, as origens de maior frequência.

Deixo os números para a interpretação do leitor. Querendo, ele pode manifestar a sua avaliação do blog e opinar sobre os seus rumos. Confesso que eu próprio ainda não cheguei a uma definição final, para abusar do pleonasmo e, pelo abuso, dar uma ideia do que me vai pela alma em relação a este espaço.

Discussão

22 comentários sobre “Blog: 3 anos

  1. Os números falam por si só. O resultado para três anos é fantástico.

    Se o objetivo do blog é interagir com leitores, receber feedback rápido e testar algumas das suas idéias visando artigos mais profundos no JP ou mesmo livros, então creio que o blog continua atingindo a sua meta com louvor e distinção.

    Além disso, pelos depoimentos dos seus leitores, o blog também cumpre uma função social: de informar o que geralmente não é coberto pela imprensa local e o de levantar problemas que ninguém quer levantar. Como tudo muda muito rápido, você não poderia cumprir esta função tendo somente o JP como veículo. Finalmente, o blog também é um espaço de educação, onde informações e opiniões são compartilhadas visando reflexão coletiva. Isso é bom. Onde você encontrará este tipo de espaço em Belém ou no Pará?

    Há, claro, a questão financeira. O blog é mantido por doações, o que não é suficiente. É preciso encontrar sinergias entre o blog, o JP e os seus livros, de tal forma que a combinação dos três gere os recursos necessários para você manter a sua atividade, que é de interesse de todos.

    Minha sugestão sempre foi a de ter as versões do JP e dos livros no formato digital (vendidas pela Amazon, por exemplo) para facilitar o acesso daquelas pessoas que não moram em Belém. Isto acabaria gerando mais recursos e mais apoio. Como sempre, tudo depende de você!

    Curtir

    Publicado por Jose Silva | 29 de agosto de 2017, 12:57
  2. Parabéns pelos três anos de boa, necessária, informação, via blog.
    Eu, os Silvas, …, e a floresta, pedem pelo JP digital ( pago certamente).
    Vida longa ao Lúcio e a floresta.
    Namastê.

    Curtir

    Publicado por valdemiro | 29 de agosto de 2017, 13:33
  3. Com certeza, Lúcio, o Blog com sua Redação é referência nacional e internacional para acesso a narrativa do contexto Amazônico, com as peculiaridades econômicas, políticas, ambientais, sociais, dentre as interrelações dinâmicas da região.

    Não imagino o esforço que dispensa em empreender esse projeto, bem como, o JP, mas é visívelmente notório o desgaste físico e psicológico na obstinada tarefa de antever, esclarecer e divulgar os fatos, direto do “teatro de operações”, representado para o profissional jornalista que é, na capital belenense.

    Como saudava o Capitão Spock de Jornada das Estrelas: “Vida Longa e Próspera à você e à todos os seus projetos jornalísticos!

    *PS: Agradeço também, aos inúmeros leitores, que postaram os comentários.

    Curtir

    Publicado por Thirson Rodrigues de Medina | 29 de agosto de 2017, 13:47
  4. Parabéns!

    Curtir

    Publicado por Edyr Augusto | 29 de agosto de 2017, 14:25
  5. Parabéns Lúcio! Vida longa ao blog!! Aproveito para propor um desafio não só a você, mas aos seus demais leitores também: o lançamento do JP na versão digital. Nos moldes da forma comercial de cobrança dos demais periódicos que circulam em versão digital. Desculpe a insistência Lúcio, nem se essa é realmente a sua vontade. Mas acredito que se todos nós, seus leitores, contribuíssemos de alguma forma, conseguiríamos concretizar este projeto.

    Curtir

    Publicado por Sabino Junior | 29 de agosto de 2017, 15:01
    • Infelizmente, Júnior, acho que o blog é a minha incursão mais profunda no mundo da internet. Para mais além me falta fôlego. E competência.

      Curtir

      Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 29 de agosto de 2017, 16:25
      • Na falta de fôlego e competência internética, basta pedir ajuda para qualquer garoto universitário que eles colocam o JP e os livros no formato digital para ser vendido pela Amazon em um piscar de olhos. Você somente precisa continuar produzindo. Simples assim.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 29 de agosto de 2017, 22:58
      • A competência se refere também à comercialização, a um modelo viável para uma publicação verdadeiramente independente.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 30 de agosto de 2017, 09:35
      • A Amazon faz tudo isso para você. Vende, recolhe e repassa o recurso diretamente para a sua conta corrente. Milhares de autores independentes usam o sistema ao redor do mundo e, até onde eu sei, sem reclamação.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 30 de agosto de 2017, 11:35
      • Mas não uma publicação que não aceita publicidade.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 30 de agosto de 2017, 11:59
      • Vc não precisa incluir publicidade alguma no seu produto. Esta é a beleza do sistema. Vc faz o que você quiser. Eles oferecem a plataforma para você tornar o seu produto digital e global em alcance.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 30 de agosto de 2017, 13:07
      • O problema é que sem publicidade não haverá receita para custear as despesas da formalização empresarial. E o retorno ainda é incerto, o que tem atravancado os rumos da imprensa na internet.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 30 de agosto de 2017, 16:40
      • Não precisa formalização. É você, como individuo, vendendo um produto em uma plataforma. A Amazon já está formalizada e paga todos os impostos para você. Você só produz e recebe pelos seus produtos. O seu custo é gerar o produto e colocá-lo na plataforma. Este último ítem qualquer estudante universitário faz. O processo é mais simples que o de imprimir o JP.

        Curtir

        Publicado por Jose Silva | 30 de agosto de 2017, 19:48
      • Vou examinar a sério. Obigado.

        Curtir

        Publicado por Lúcio Flávio Pinto | 30 de agosto de 2017, 20:10
  6. Divisor de águas…

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 29 de agosto de 2017, 18:32
  7. Parabéns, Lúcio! Os números, bastante expressivos, falam por si.
    Que o Blog se torne uma publicação tão longeva quanto o JP.👏

    Curtir

    Publicado por Heber Gueiros | 29 de agosto de 2017, 22:34
  8. Quando Getúlio Vargas apertou o gatilho, nasceu o impetuoso que a Amazônia precisava.

    Curtir

    Publicado por Pedro Pinto | 1 de setembro de 2017, 17:53

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: