//
você está lendo...
Polícia, Segurança pública, Sem categoria, tráfico de drogas

Quem matou?

O tenente-coronel Jorge Wilson de Araújo, um dos primeiros oficiais da Polícia Militar a chegar ao local onde, no domingo, 11 pessoas (seis mulheres e cinco homens) foram mortas e mais uma ferida (hospitalizada em estado grave). O militar declarou aos jornalistas que o Bar da Wanda, onde o crime aconteceu, “era um ponto bastante conhecido da polícia para uso de entorpecentes e possuía rotas de fuga”, segundo o texto publicado hoje em O Liberal.

Por causa desses pontos de saída, a polícia não conseguiu flagrar traficantes ou usuários de droga nas batidas que fez no local. Com a aproximação dos policiais (certamente em viaturas de serviço), quem se sentia ameaçado escapava rapidamente. Apesar dessa experiência, o bar foi licenciado pela mesma polícia, através da delegacia competente para a expedição da licença de funcionamento, com vigência até o final do próximo mês, 29 de junho.

No entanto, a vizinhança do bar não tinha queixas do seu funcionamento. Moradores admitem que frequentadores poderiam ser usuários de drogas, mas essa presença se espalha por quase todos os locais de diversão da cidade, especialmente os que funcionam à noite. A proprietária do estabelecimento, Maria Ivanilda Pinheiro, tinha ficha criminal por poluição sonora e por consumo. Mas seus vizinhos diziam que ela não usava nem traficava drogas. Os indiciamentos de outros dois mortos também não indicava especial gravidade.. Nada proporcional à chacina.

Os sete homens encapuzados, que chegaram ao bar em um carro e três motos, pareciam conhecer tanto o lugar quanto a polícia, que rondava a área. O bar fica numa das típicas passagens do bairro do Guamá, o mais populoso de Belém: estreita, precária, densamente habitada. Fizeram o ataque no meio da tarde. Não se preocuparam com eventuais câmeras de segurança (se realmente existentes). Abusaram dos tiros sem recear deixar cápsulas no chão e nos corpos.  “Só” mataram 11 pessoas porque só elas (e mais o sobrevivente) estavam no bar. Se mais houvesse, mais matariam. Fugiram sem deixar pistas. Pareciam muito seguros do que estavam fazendo – e decididos a fazer o que fizeram.

Quem parece não saber exatamente o que faz é a polícia. Um morador disse ao repórter de O Liberal que não há rotas de fuga no fundo do bar. O que há ali é um muro com 10 metros de altura.

Discussão

9 comentários sobre “Quem matou?

  1. Bom dia !!
    Ta dificil , ne mano velho …. Fazer o que ……..

    Curtir

    Publicado por Afonso Marçal | 21 de maio de 2019, 11:39
  2. Estruturas podres, viciadas.
    Pobres esquecidos, assassinados.
    Acorda Brasil.

    Curtir

    Publicado por Valdemiro A. M. Gomes | 21 de maio de 2019, 13:47
  3. PERGUNTAS “INCALÁVEIS”.
    Como um estabelecimento sabidamente comprometido com o crime continuava funcionando, inclusive com alvará expedido pela Secretaria de Estado de Segurança Pública, a vencer em julho vindouro?
    Como pessoas de bem, “inocentes”, frequentam despreocupadamente um local onde sabem que se reúnem traficantes, drogaditos, assaltantes, e etc.?
    Porque ambientes como esse, existem as centenas pelas periferias da região metropolitana (Belém, Icoaraci, Ilha de Cotijuba, Ananindeua, Marituba, Santa Isabel, Benevides e Mosqueiro) perturbando a ordem pública e prejudicando o sossego da circunvizinhança com poluição sonora, além do pernicioso e ameaçador ajuntamento de bandidos?

    Curtir

    Publicado por José Williams de Sousa Santos | 21 de maio de 2019, 14:17
  4. Esse é o resultado de décadas de sucateamento da segurança pública, negligência, falta de políticas públicas e de combate ao crime organizado e às milícias que se instalaram na RMB. Em 5 meses de governo Barbalho tentou alguns paliativos como reforçar a presença de viaturas e a Força Nacional nas ruas mas é evidente que muito mais precisa ser feito.
    Sai um governador covarde que a cada chacina ou morte de policiais se escondia e nada fazia para dar uma satisfação á sociedade e entra Barbalho louco pra passar a imagem de que está atento e se mobilizando pra mudar a situação. Teremos que ver os próximos passos para saber se a mudança de postura resulta em resultados mais concretos.

    Curtir

    Publicado por Gleydson | 21 de maio de 2019, 14:19
  5. engraçado que entra chacina sai chacina e a policia que o governador diz estar em todos os bairros só chega depois da merda feita nunca tromba com os assassinos seja numa viela ou numa rua de grande movimento muito estranho será que não tem jogada ai

    Curtir

    Publicado por luiz carlos | 21 de maio de 2019, 14:23
  6. José Williams pessoas “de bem” também frequentam despreocupadamente as boates do centro de Belém onde tráfico e consumo de drogas rolam soltos, que o diga o dono dos supermercados Líder, cujo filho morreu num desses ambientes. A diferença é o ponto de vista..

    Curtir

    Publicado por Gleydson | 21 de maio de 2019, 17:12
    • obrigado, gleydson, pelo seu iluminado comentário na desconstrução de um preconceito de classe sobre os pontos de vista entre a periferia de belém, que conheço bem, mesmo o bar da vanda, onde estive algumas vezes bebendo uma cervejinha, e os espaços notívagos do seu centro, que também frequentei bastante, podendo testemunhar em ambos os ambientes sociais, que a drogatição e demais práticas em questão, é a mesma, claro, mudando de um para o outro apenas as condições de privilégios e acessos aos bens de uma ainda distante cidadania cultural verdadeira para todas e todos cidadãs e cidadãos desta violenta cidade

      Curtir

      Publicado por felipe puxirum | 22 de maio de 2019, 09:45
  7. Seria o Estado dentro do Estado, forjando uma monarquia miliciana?

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 21 de maio de 2019, 19:06

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: