//
você está lendo...
Cultura

Civilização

O que possibilita a uma celebridade se manter no foco das atenções das mídias no mundo do entretenimento? Oferecer novas revelações sobre a sua vida particular. Quanto mais picantes os detalhes da intimidade, mais célebre é o personagem, mais tempo ele fica na agenda de um público sedento por sensacionalismo. A escalada leva ao conhecimento de fatos (ou de invenções) chocantes ou mesmo nojentos para quem ainda sustenta uma agenda moral e ética mínima. Ou que possui expectativas mais exigentes sobre o ser humano, sem um retorno na escala civilizatória.

Este é o contexto do escândalo da vez, envolvendo o astro Neymar. À polícia – e, se for o caso, à justiça – caberá esclarecer se houve ou não estupro, como diz a moça, ou sexo consentido, segundo o jogador. O que choca é uma jovem aceitar o pagamento de passagem para Paris, com hospedagem cara na capital francesa, para, deliberadamente, manter relações sexuais com o ídolo, com o qual não teve qualquer contato pessoal prévio. E usar o seu celular para documentar o que aconteceria a quatro paredes, no que se conhecia por alcova, e os atos mais íntimos que poderia manter, ainda por cima tomando a iniciativa para ser a protagonista do “flagrante”, algo que parece trivial para um universo crescente de pessoas, viciadas na internet.

Se, do alto da sua arrogância e boçalidade, Neymar praticou violência contra a parceira, merece a punição adequada. Mas a jovem se sujeitou a esse risco quando aceitou o encontro. Antigamente, quando não estava em vigor a retórica politicamente correta, dava-se um nome apropriado a esse tipo de iniciativa, ainda que de alto coturno.

O ser humano precisa, urgentemente, tentar retomar sua caminhada civilizatória.

Discussão

8 comentários sobre “Civilização

  1. A fofoca é talvez a mais valorizada fonte de lucro numa sociedade dominada pela mercadoria. Comprovando que a estrutura capitalista está decadente e se sustenta, moribunda, sobre a alienação humana.

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 6 de junho de 2019, 09:17
  2. Lúcio, acho que o Neymar foi mais vítima do que vilão nessa armação. O que me preocupa é a aparente fraqueza ósteo-muscular desse rapaz e a insistência com que ele é escalado e mantido na seleção. Afinal é preciso saber quando Neymar vai poder disputar um torneio internacional em boa condição física. Se não der, a CBF deve logo ir procurando outro. Paciência.

    Curtir

    Publicado por J.Jorge | 7 de junho de 2019, 10:36
  3. Os holofotes sobre a repercussão da tragicomédia do momento que envolve a relação entre o casal, como bem refletiu no post, alimenta tanto os protagonistas como os fãs no enredo da vida real.
    O preço da exposição vem a galope, como no adágio: “carma instantâneo”, com a lesão do jogador.
    O fato é que a linha tênue do discernimento entre a ficção e a realidade que nos permite o assombro estático de nos auto-enxergar de maneira antecipada a exposição para a vergonha alheia, está minada, e para isso, a industria do entretenimento atua com sofisticação.
    Ao confirmar o prognóstico e se fazer a devida justiça a mulher, responsabilidade conduzida pela delegada responsável, cai a ficha ao patriarcado futebolístico, que para além dos bacanais de Dionísio, existe a responsabilização, e está em andamento.

    Curtir

    Publicado por Thirson Rodrigues de Medina | 7 de junho de 2019, 13:05
  4. Esse rapaz tem 27 anos e o pai não o deixa crescer; age como uma vó protetora que não deixa o neto pegar chuva, comer manga com sal ou expor-se ao sereno. A moça, heroína do capítulo, que não é nenhuma Sophia Loren dos bons tempos – lembra, vagamente, uma Grace Kelly desidratada – tem, contudo, a autoestima de um general prussiano: acha que vale por quatro! Com o abobado do Neymar até pode ser. Agora, com aquele corpinho, se pega um predador da estirpe de um Cacetão, Pau Preto (antigos ídolos do Paysandu) numa noite de fúria, provavelmente sairia dela com dores indizíveis.
    Não precisa ser um Hercule Poirot para sentir o cheiro de uma tosca armação, executada com requintes de amadorismo… Seja como for, estuprador ou não, esse rapaz merece ser punido, quando nada pela imprudência, excesso de burrice e extravagante boçalidade. E parece que já está sendo, os patrocinadores não querem ver suas marcas associadas a esse bafafá do momento.
    A moça, coitada, se armou, deu-se mal; nada conseguiu e hoje está exposta à execração mundial. Então, se for inocente, por quais diabos, com tanto homem aqui (nem tanto, estão desaparecendo, mas, vá lá) ela vai à Paris dar (é o termo) para o Neymar? Pela beleza não é, ele está longe ser um Brad Pitt; pelo cérebro também não, de acordo com o que ele fala e diz, aquilo uma baixada intelectual suplicando por saneamento. Será, então, que ela gosta tanto de futebol assim? Bom, isso já é assunto para os discípulos de Freud.

    Curtir

    Publicado por Alcides | 7 de junho de 2019, 15:35
  5. Por que ela foi a Paris, dar pro Neymar?
    Ora, como toda Maria Chuteira de luxo, ela foi por mai$ que evidente$ razõe$, que lhe $ão $ua$ (dela).

    Curtir

    Publicado por Elias Granhen Tavares | 7 de junho de 2019, 18:11
  6. Simplesmente porque o paraíso é uma invenção masculina, caro Elias. Que, aliás, Eva é a grande protagonista entre 3 figurantes.

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 7 de junho de 2019, 21:25
  7. Considerando que o resultado do amistoso foi 7 a 0 pro Brasil em cima de Honduras, maior goleada da era Tite, o escrete canarinho não precisa mais do Neymar. Uma pena que o placar na tela da Globo estragou o fim de semana dos entusiastas remistas.

    Curtir

    Publicado por Pedro Pinto | 10 de junho de 2019, 20:03

Deixe uma resposta para Luiz Mário Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: