//
você está lendo...
Agenda Oficial

Iterpa corrige?

Na edição do Diário Oficial de ontem, o Iterpa (Instituto de Terras do Pará) tornou sem efeito as publicações que efetuou no DO de 28 de agosto do ano passado e de 11 de junho de 2019. São dispensas de licitações, exageradamente comuns e injustificadas na administração estadual, para a

retificação de permutas envolvendo títulos do “Projeto Integrado Trairão” por áreas de terras do Estado e para a contratação dos serviços It Protect Representações e Consultoria em Informática por quase 600 mil reais.mil.

A mudança nos termos desses atos foi publicada exatamente dois dias depois que postei aqui estes dois comentários:

1

A It Protect Representações e Consultoria em Informática vai receber quase 600 mil reais (R$ 592 mil) do Iterpa (Instituto de Terras do Pará) sem precisar passar por licitação pública. A concorrência foi dispensada. Assim como a citação do responsável pela empresa no termo de dispensa.

A It foi contratado diretamente para oferecer “solução integrada de segurança da informação, formada pela aquisição de equipamentos do tipo firewall de próxima geração (next generation firewall – ngfw), firewall de aplicações web (web application firewall – waf) e sistema de relatoria e log, ambos com garantia e suporte técnico do fabricante de 60 (sessenta) meses, bem como serviço técnico especializado e serviço de operação assistida pelo prazo de 180 (cento e oitenta) dias”.

A alegação para a dispensa da licitação foi o dispositivo legal que a autoriza “nos casos de emergência ou de calamidade pública, quando caracterizada urgência de atendimento de situação que possa ocasionar prejuízo ou comprometer a segurança de pessoas, obras, serviços, equipamentos e outros bens, públicos ou particulares, e somente para os bens necessários ao atendimento da situação emergencial ou calamitosa e para as parcelas de obras e serviços que possam ser concluídas no prazo máximo de 180 (cento e oitenta) dias consecutivos e ininterruptos, contados da ocorrência da emergência ou calamidade, vedada a prorrogação dos respectivos contratos”.

É mesmo o caso? Com a palavra, o Iterpa. Ou o governador Helder Barbalho. Ou quem se interesse pelo uso do dinheiro público.

2

O Iterpa continua a permutar ou retificar a permuta de áreas do Projeto Integrado Trairão, o maior dos empreendimento de venda de terras do Estado. O Diário Oficial de hoje publica seis retificações sobre uma área de 4 mil hectares, no município de São Félix do Xingu, que tem minérios, solos mais ricos e remanescentes de floresta, mas, sobretudo, o maior rebanho bovino do Pará. São lotes das glebas Guajará e Maracu.

O projeto começou em 1978. São 40 anos de conflitos, divergências e muita especulação na definição das áreas dos colonos e dos índios Kayapó, obscurecidas pelo ato burocrático e anódino do Instituto de Terras do Pará.

*

Não sei se há uma relação de causa e efeito entre estas notas e a providência do Iterpa. Espero que o Tribunal de Contas, pelo menos, esteja acompanhando a questão, já que também contratou a empresa de informática, como outros órgãos estaduais.

O que chama a atenção é como uma empresa individual, de propriedade de Theo Augusto Ramalho Costa, com sede em Fortaleza, no bairro da Aldeota, tem tal envergadura que vem a Belém e não só arrebata contratos como consegue a dispensa de licitação.

Alguém pode prosseguir nas explicações?

Discussão

4 comentários sobre “Iterpa corrige?

  1. Parabéns, Lúcio, pela frequente fiscalização
    dos atos administrativos em benefício do interesse público!
    Um abraço!

    Curtir

    Publicado por Carlos Lamarão | 22 de junho de 2019, 13:46
  2. No momento atual,nessa contemporaneidade de acontecimentos mil e rápidos, só há tu, Lúcio, para endendê-los, explicá-los e denunciar como devem ser feitos. Causa e efeito, com certeza. Respeitada Agenda Amazônica. Obrigado, jornalista vigilante.

    Curtir

    Publicado por alce | 25 de junho de 2019, 01:32

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: