//
você está lendo...
Economia, Energia, Estrangeiros, Minério, Multinacionais

Mineradora inglesa no níquel

A Horizonte Mineral, mineradora inglesa listada nas bolsas de Valores de Londres e de Toronto,está desenvolvendo o projeto Araguaia, que deverá resultar na maior mina de ferro-níquel do Brasil, e o projeto de níquel-cobalto Vermelho, com o objetivo de fornecer níquel e cobalto ao mercado de baterias para veículos elétricos. Ambos os projetos, situados no sul do Pará, são integralmente de propriedade da empresa.

Ela requereu agora à Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Sustentabilidade autorização para implantar uma linha de transmissão de Energia com extensão aproximada de 122 quilômetros entre a subestação Xinguara II até a subestação que implantará no seu projeto, em Conceição do Araguaia. Ela precisará de muita energia porque vai usar um forno elétrico na usina.

O projeto, localizado 760 quilômetros ao sul de Belém, prevê a produção de níquel de baixo custo na forma de ferro-níquel de alto teor para a indústria de aço inoxidável. A lavra será desenvolvida a céu aberto, sobre uma reserva de minério laterítico com de 27,5 milhões de toneladas, que resultará em 52 mil toneladas de ferro-níquel por ano, contendo 14.5 mil toneladas de níquel, durante os 28 anos de vida útil da mina.

Após o período inicial de ampliação, a planta atingirá capacidade total de processamento de aproximadamente 900 mil toneladas de minério seco por ano. O produto será transportado por rodovia até o porto de Vila do Conde para venda a consumidores estrangeiros.

Durante esse período, a empresa espera que o Araguaia gere fluxo de caixa após impostos de 1,6 bilhão de dólares e aproximadamente 500 empregos diretos e indiretos.

Discussão

2 comentários sobre “Mineradora inglesa no níquel

  1. O calcanhar de Aquiles do Projeto é o transporte rodoviário da Liga Fe-Ni. São 913 km de rodovias que transportarão à Vila do Conde 49 mil toneladas de liga. Esse transporte exigirá, diariamente, 5 caminhões transportando liga Fe-Ni para Vila do Conde e, em sentido inverso, com carga de insumos, 19 caminhões diários. Desses 19, 17 transportarão carvão (redutor no processo), proveniente da Colômbia.

    Curtido por 1 pessoa

    Publicado por Bernstil | 30 de junho de 2019, 18:39

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: