//
você está lendo...
Economia, Justiça, Política

Financiamento do Basa

Entre 2003 e 2004, o Banco da Amazônia concedeu financiamento de 1,5 milhão de reais (valor da época) para a Eucatur (Empresa União Cascavel de Transporte e Turismo) renovar sua frota de ônibus novos. No entanto, só R$ 1 milhão foram aplicados. Todos os 11 veículos comprados já eram usados, sendo submetidos a reforma como se fossem de fábrica.

Os restantes R$ 500 mil foram desviados pelo senador Acir Gurgacz, do PDT de Rondônia, que era diretor da empresa. Ele falsificou notas fiscais para simular que todos os ônibus seriam novos com a dispensa indevida de garantias.

Em novembro do ano passado, o Supremo Tribunal Federal decidiu, por oito votos a um, manter a pena de quatro anos e seis meses de prisão, em regime semiaberto.

O parlamentar provocou debate nacional ao ser autorizado a passar as férias no Caribe, por autorização judicial, que o ministro Alexandre de Moraes revogou.

O Basa, que se acostumou a fazer intensa publicidade, podia aproveitar para esclarecer a situação do financiamento que proporcionou a fraude.

Discussão

4 comentários sobre “Financiamento do Basa

  1. Era só verificar no Detran de Rondônia o licenciamento dos ônibus, com o respectivo ano de fabricação. Porém, como o dinheiro é da viúva………..

    Curtir

    Publicado por Bernstil | 30 de junho de 2019, 17:51
  2. Lúcio, deixei um comentário sobre a Horizonte Minerals que não foi publicado.

    Curtir

    Publicado por Bernstil | 30 de junho de 2019, 17:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: