//
você está lendo...
Polícia, Violência

Pobres reféns

O último assalto com reféns, praticado ontem contra uma farmácia, num dos cruzamentos mais movimentados de Belém, demonstra, mais uma vez, que a Polícia Militar precisa formar os melhores atiradores de elite que puder. Claro que eles só entrarão em ação se não oferecerem risco de morte aos reféns, mas os bandidos precisam saber que estão sendo espreitados por policiais capazes de matá-los a grande distância, sem atingir suas vítimas.

Talvez assim acabassem as cenas comuns nessas situações: os criminosos dispondo sobre vidas humanas com cinismo e tal desembaraço que não se importam em se expor. Sempre esperam que tudo acabe sem se exporem a risco maior do que ir para a prisão, da qual logo se livrarão, enquanto seres humanos tentam se recuperar dos traumas que irão carregar para sempre consigo, depois de terem suas vidas sujeitas ao o livre arbítrio desses bandidos. Enquanto a tensa negociação avança, com as exigências de praxe (coletes, imprensa, parentes, namorada, etc.)  de sempre, eles bebiam água e chupavam picolés, dispondo sobre o patrimônio alheio, material e imaterial.

Discussão

8 comentários sobre “Pobres reféns

  1. Sob a monarquia miliciana, todo país se encontra na condição de refém.

    Curtir

    Publicado por l | 15 de julho de 2019, 21:37
  2. Nessa hora eu chegava de Salinas pela Conselheiro e quando estava a uns 50 m da Alcindo Cacela, a polícia fechou a avenida.Tivemos que voltar pela mesma Conselheiro, no sentido contrário do fluxo. Um sufoco.

    Curtir

    Publicado por Ademar Amaral | 16 de julho de 2019, 05:34
  3. Concursos Públicos:

    Desde 2007/2008, no governo Ana Júlia Carepa, que o estado do Pará não realizava um certame de múltiplos concursos públicos para ingresso de pessoal. Foram 11 anos do mais despudorado nepotismo e empreguismo político comandado pelo nefasto Simão Janete.
    Preocupa-me que a continuidade de certos esquemas de “bondades oficiais” (terceirizações superfaturadas) que muito vicejaram no governo anterior estejam agora influenciando a cabeça de dirigentes de órgãos da saúde, os quais suscetíveis ao canto da sereia, talvez estejam preparando relações de demanda de cargos já sem a previsão de algumas categorias de servidores. Outra grande influencia negativa (do nepotismo jatenista) seria a acomodação do excedente administrativo necessário ao órgão em detrimento de cargos técnicos – uma realidade que só o usuário do SUS conhece.
    Chegou ao meu conhecimento que um membro do segundo escalão teria manifestado em reunião a sua discordancia em relação a isonomia de salários, afirmando que certas categorias (osque não são médicos) “estão ganhando muito” em relação ao que se paga lá no privado.
    O comentário acima é preconceituoso e atenta contra a pluralidade e ao multiprofissionalismo indispensável nos bons prestadores de serviços de saúde; mas o governador sendo jovem e com pouca experiência em “procurar emprego por si mesmo e fora da política”, possa acabar assinando os editais e cometer uma grande injustiça.
    A onda de direita que se espalha no país adora apequenar o valor dos profissionais brasileiros. Fizeram a reforma trabalhista (não vieram os empregos); estão fazendo a reforma da previdência (que não vai trazer empregos); por fim vão fazer a reforma/isenção tributária para os empresários (que ainda não será a solução). Quando tiverem conquistado o céu, ou o bolo bem assado de Delfim Neto, prometem que vão pensar em fazer algo pela disparidade na distribuição de renda. Eu já vi este filme.

    Curtir

    Publicado por J.Jorge | 16 de julho de 2019, 08:30
  4. Ué o problema social tornou-se um “rolê com consumo de picolés”.

    Virou bagunça.

    O problema é que pessoas sem autoridade moral não tem como impor ordem em lugar algum.

    Curtir

    Publicado por celso.. | 16 de julho de 2019, 09:02
  5. Lucio, que eu saiba, tecnicamente, o assaltante não pode saber que está sendo espreitado pelo atirador de elite. Só pelo pm comum.

    Curtir

    Publicado por jjss555js | 16 de julho de 2019, 14:23
  6. O país sendo refém nas mãos dos bandidos engravatados, a serviço da corrupta elite e….

    Curtir

    Publicado por Luiz Mário | 16 de julho de 2019, 20:57

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: