//
você está lendo...
Governo, Imprensa, Política

Subsídio camuflado

Os jornais circularam hoje com um anúncio de 3/4 de página do governo do Estado, com uma motivação arranjada na relação (pretensamente poética) do Círio com os laços. A intensidade da veiculação de peças de propaganda do Estado já deveria ter motivado alguma providência de uma instituição de controle externo. O governo encontrou uma forma de subsídio indireto aos veículos do grupo Liberal e aos da RBA – neste último caso, com um inconveniente ético, moral e legal: o governo repassa dinheiro para a empresa da qual o governador é um dos proprietários.

Sem a propaganda oficial, os jornais de Belém talvez não sobrevivessem. Para sobreviver, teriam que batalhar ainda mais no mercado. Sua existência é importante para a democracia e o país. Mas não à custa do erário.

Discussão

Um comentário sobre “Subsídio camuflado

  1. Com propagando oficial ou não Jornalista Necessário, os dois grandes jornais de Belém são absolutamente inúteis.

    Só servem ao clientelismo eleitoral.

    Possuem credibilidade de frente de igreja e fundo de cabaré.

    Curtir

    Publicado por celso.. | 10 de outubro de 2019, 15:40

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: