//
você está lendo...
Ecologia, Economia, Garimpo, Minério, Polícia

Mineração criminosa

A exploração de minério no Para se tornou tão intensa e descontrolada no Pará que levou a Polícia Federal a cumprir hoje dois mandados de busca e apreensão na em Redenção, no sudeste do Estado, como parte da sua investigação de crimes cometidos em série: ambientais, extração ilegal de minérios e posse de material explosivo.

A PF também apura a prática dos crimes de corrupção ativa e passiva que podem ter sido cometidos pelo principal investigado, que ainda não teve a sua identidade revelada. Ele é suspeito de dar vantagens indevidas a agentes públicos para facilitar o fluxo do minério irregularmente extraído. Ele chegou a ser preso em flagrante em janeiro, mas não parou a sua atividade.

O crimes de exploração é porque o minério de cobre é extraído sem autorização da união, que tem o domínio do subsolo. O explosivo é usado para a lavra na mina clandestina. Há um garimpo de cobre funcionando em Ourilândia do Norte.

Quem circula por essa rica região, em torno da província mineral de Carajás, já se acostumou a ver caminhões carregados de minérios, inclusive ferro e manganês, uma cena que parecia impossível, por sua inviabilidade comercial e evidente desrespeito às leis ambientais e minerárias.

Discussão

Trackbacks/Pingbacks

  1. Pingback: Mineração criminosa – Zé Carlos do PV - 24 de junho de 2020

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: