//
você está lendo...
Grandes Projetos, Minério, Transporte

Ferrovia alheia

A Vale vai repassar 410 milhões de reais para serem aplicados obras da Ferrovia de Integração Oeste-Leste. Trata-se de investimento cruzado que a mineradora se comprometeu a realizar como uma das contrapartida assumidas pela mineradora para a renovação antecipada de duas concessões já operadas por ela, a Estrada de Ferro Vitória-Minas, na região Sudeste, e a Estrada de Ferro Carajás (EFC), no Maranhão.

A Ferrovia de Integração Oeste-Leste, que terá extensão de 1.527 quilômetros entre o Tocantins e a Bahia, exige investimento de 3,3 bilhões de reais, faltando 1,6 bilhão para ser concluída. O repasse da Vale ajudará a completar o orçamento, que não traz qualquer benefício para as áreas cruzadas pelas duas ferrovias das quais derivaram os recursos.

Discussão

Um comentário sobre “Ferrovia alheia

  1. Lúcio, esse trecho vai do porto de Ilhéus à rodovia Belém Brasília na altura de Figueirópolis. Dali até o litoral Pacífico é um pulo. Ela será a tal ferrovia transulamericana?

    Curtir

    Publicado por pedrocarlosdefariapinto | 21 de agosto de 2020, 11:50

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: