//
você está lendo...
Cultura, Igreja, Política

Luz e treva

O escritor João Paulo Cuenca escreveu no seu Twitter que “o brasileiro só será livre quando o último Bolsonaro for enforcado nas tripas do último pastor da Igreja Universal”.

A partir daí, mais de 120 ações de indenização por danos morais foram protocoladas por integrantes da Igreja Universal do Reino de Deus em cidades de 21 Estados, mas não em São Paulo, onde mora o escritor. A soma dos valores indenizatórios contidos nas ações já ultrapassou dois milhões de reais.

Os advogados de defesa de Cuenca osbervaram grupos de petições com textos idênticos, indicando que vários modelos foram usados pelos pastores.

“Em algumas delas, o compartilhamento dos modelos fica mais evidente, pois possuem um trecho em que se observa a inscrição ‘xxxxxx’, que em geral é usada para mostrar um espaço a ser preenchido”, registra a Folha de S. Paulo.

“Analisando as petições, verificando os modelos, que foram feitos por advogados que não assinam, e a única advogada que aparece nos casos é um advogada da Universal, tudo isso torna mais robusta, fortalece a suspeita inicial óbvia de que é uma ação coordenada da Igreja Universal”, declarou o advogado Fernando Lacerda.

Segundo o defensor do escritor, “houve claramente uma tentativa de dificultar a identificação da origem dessa organização maior que estaria guiando todos os movimentos. Isso nos faz concluir que não é só um atentado contra liberdade de expressão do João Paulo, isso assume contornos de um atentado contra o próprio sistema de Justiça”.

A Universal negou coordenar os processos, que teriam resultado de iniciativas individuais de pastores e “como vítima maior do preconceito religioso no Brasil, a Universal preza e defende todas as liberdades asseguradas pela Constituição Federal”.

Ao postar o comentário no Twitter, o escritor João Paulo Cuenca parafraseou o que o sacerdote católico Jean Meslier (que viveu entre os séculos 17 e 18) escreveu: “O homem só será livre quando o último rei for enforcado nas tripas do último padre”, A frase consta do livro Extrait des sentiments, que Voltaire editou.

A frase, que costuma ser atribuída ao grande filósofo francês, contribuiu para o Iluminismo. A ação da Universal, do bilionário bispo Edir Macedo, contribui para o retorno às trevas que dominavam o mundo antes do Renascimento.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: