//
você está lendo...
Política, tráfico de drogas

A filha do traficante

Só depois do fato consumado é que vim saber: Fernanda Costa, filha do traficante Luiz Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, assumiu, hoje, uma vaga como vereadora na Câmara de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, Rio de Janeiro. Como candidata do MDB, recebeu 3.999 votos. Ficaria como suplente do partido, o mesmo do atual prefeito do município, Washington Reis.

Como o prefeito nomeou o vereador Sandro Lelis, ex-presidente da Câmara Municipal, como secretário de Serviços Públicos, a filha de Beira-Mar assumiu a cadeira.

Ao dar a notícia, a imprensa destacou mais o extenso prontuário de crime do pai do que esclareceu quem é e como se elegeu a filha dele. Preso desde 2001, ele acumula penas que somam quase 320 anos de prisão por crimes como tráfico de drogas, formação de quadrilha, lavagem de dinheiro e homicídios Fernanda é formada em odontologia. Em 2016, como candidata do PP, teve 3.098 votos e não conseguiu se eleger.

Em 2007, a Polícia Federal descobriu que, apesar da rigorosa vigilância, ele continuava a controlar o fornecimento de drogas para favelas do Rio. Em três comunidades de Duque de Caxias: favela Beira-Mar, Parque das Missões e Parque Boavista.

Em 2019, ele tentou voltar a um presídio carioca, mas seu pedido foi negado.

Nesse contexto, é plausível achar que ele elegeu a filha vereadora para ter mais penetração no mundo político e, a partir dele, nas instituições oficiais. Mas seria preciso demonstrar essa tese para não atar a filha à condição criminal do pai, impedindo-a de seguir um caminho independente.

A prova viria de uma investigação jornalística sobre a vida de Fernanda, seu ingresso na política, o financiamento da sua campanha, os elos com o pai. Assim, talvez fosse possível cortar o elo do tráfico de drogas com a política, cada vez mais forte. No Rio e em quase todos os Estados do Brasil, com maior ou menor intensidade, pouco visível ou já escrachado.

Discussão

Um comentário sobre “A filha do traficante

  1. O Rio está dominado. Perdeu. Os cariocas só não conseguem destruir a paisagem.

    Curtir

    Publicado por Edyr Augusto | 5 de janeiro de 2021, 15:06

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: