//
você está lendo...
Política

Novela by Bolsonaro

Com uma renda bruta de R$ 33,7 mil por mês e líquida de R$ 24,9 mil, mais a receita eventual da sua esposa dentista, que flutua conforme a produção, você compraria um imóvel no valor de R$ 5,9 milhões? O senador Flávio Bolsonaro, filho do presidente da república, encarou o desafio.

Ele vendeu (ou espera vender, já que não há ainda prova de já ter feito o negócio) seu apartamento na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, avaliado em R$ 917 mil. Pode abrir mão da sua carteira de aplicação em ações, de R$ 558,2 mil. Também alienar uma sala, de R$ 150 mil, franquia de R$ 50 mil e um automóvel Volvo de R$ 66,5 mil. Tudo somado, pode chegar a R$ 1,7 milhão.

O senador conseguiu emprestar no Banco de Brasília, que pertence ao governo do Distrito Federal, R$ 3,1 milhões. Ainda faltaria completar R$ 1,1 milhão.

Segundo a simulação feita pela cálculo feito pela imprensa, valendo-se do simulador do próprio banco, o empréstimo, de 30 anos, começará com parcela mensal de mais de R$ 18 mil, abocanhando 70% da renda líquida do parlamentar. Ele terá que viver com R$ 7 mil, já sem qualquer patrimônio, exceto a suntuosa mansão que adquiriu, no mês passado, com 1.100 metros quadrados de área construída, em terreno quase igual, em bairro nobre da capital federal. Da suíte master, uma das quatro do imóvel, o senador terá a melhor vista de Brasília, segundo a imobiliário que intermediou a transação.

O filho do presidente não poderá ver o cartório no qual ele registrou a compra, que fica na zona rural de Brasília, a 40 quilômetros de distância. Por que não na própria capital?

Por que o senador, carioca da gema, transferiu seu domicílio residencial para Brasília? Por que não ficou no imóvel funcional em que morava, permitindo-se a ponte aérea para o Rio?

Como a história dos negócios em geral da família Bolsonaro nunca é clara nem ela põe fé em que a linha reta é a menor distância entre dois pontos, aguardem-se os próximos capítulos dessa nova novela rocambolesca, sem o padrão de qualidade da Globo.

Discussão

7 comentários sobre “Novela by Bolsonaro

  1. …dormia a nossa patria mãe tão distraida sem perceber que era subtraída em tenebrosas transações…
    Sim,caríssimo Lúcio, todos nós esperamos que essa família tão monstruosa, corrupta ainda vai passar.
    Chico Buarque profetizou. Estamos sendo assaltados por tenebrosas transações. E os bolsonaristas não querem enxergar.

    Curtir

    Publicado por Agenor Garcia | 3 de março de 2021, 12:40
  2. Pobre Flávio Bolsonaro! Esse rapaz terá de viver do auxílio emergencial, porque os 7.000,00 que sobram do salário dele não serão suficientes para pagar o IPTU ou a conta de energia da mansão. Como será que ele vai se sustentar? Como vai pagar os empregados do palacete? Ministério Público deveria acompanhar mais de perto a mágica da sobrevivência de Flávio Bolsonaro, pertencente ao clã dos mais honestos do país. Flávio Bolsonaro deverá aproveitar e repassar dicas aos brasileiros incompetentes que não estão conseguindo sobreviver à crise econômica instalada no Brasil.

    Curtir

    Publicado por Marilene Pantoja | 3 de março de 2021, 13:25
  3. Lúcio,você esqueceu de acrescentar os lucros da loja de chocolate que ele tem no Rio.Vende muito e ele deve estar contando com as vendas da páscoa , que está próxima

    Curtir

    Publicado por Wilton Almeida | 3 de março de 2021, 13:52
  4. mal começou a jogar…
    tão importante como apurar as rendas do “craque” é conhecer quem foi o treinador/diretor do banco a conceder o empréstimo.

    Curtir

    Publicado por VALDEMIRO | 3 de março de 2021, 14:03
  5. Banco do Brasil. Quem mais a merecer? O cara é um bagre ensaboado. Tô falando do filho. E não do espírito santo. E bem assim:la barca vá..
    O que sentimos? Nojo, revolta, perplexidade, tristeza ou sei lá o quê?

    Curtir

    Publicado por Agenor Garcia | 3 de março de 2021, 14:58
  6. Eis a consequência da esdrúxula decisão da 5ª turma do STJ: Esfregar dinheiro roubado na cara do povo brasileiro que passa pela pior crise social e de saúde da nossa história. Dá NOJO de ver essa família aparelhando as instituições e fazendo chacota do povo brasileiro perante o mundo, com a certeza da impunidade! Pra piorar, aquele miliciano amigo dessa família que foi morto de forma misteriosa na Bahia, ou seja, o ex-capitão da polícia militar carioca Adriano Nóbrega, chefe do Escritório do Crime, levou pro túmulo todos os segredos envolvendo os Bolsonaros.

    Lembre-se que Flávio Bolsonaro foi denunciado pelo Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro por desviar salários dos seus assessores, a tal rachadinha. E suspeito de lavar esse dinheiro comprando imóveis. Segundo o MP, o valor desviado é de R$ 6 milhões. E qual valor da nova mansão? R$ 6 milhões! E essa mansão foi financiada em banco público com juros artificialmente baixos. O filho do presidente não tem patrimônio para esta compra de R$ 6 milhões. Então quem está pagando a conta?

    O escândalo de Flávio Bolsonaro, que é um capanga de miliciano assim com o pai, evidencia aquilo que já sabemos: resultado de muitos anos de esquemas criminosos que ele aprendeu com o pai, Jair Bolsonaro, o qual sempre esteve vinculado ao submundo da malandragem, da milícia, da ladroeira e da criminalidade do Rio de Janeiro.

    Curtir

    Publicado por igor | 3 de março de 2021, 17:02

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: