//
você está lendo...
Política, Sem categoria

Um cheiro no ar

A democracia passa do sinal de trânsito amarelo, de alerta, para o vermelho, de perigo à vista, quando as instituições estatais são colocadas a serviço – ou contra, nos casos minoritários – dos que ocupam eventualmente a chefia dos principais cargos públicos. É o que está acontecendo no Brasil e se repete em quase todos os Estados. O Pará é um deles, com uma das situações mais graves.

Na sua edição de hoje, o Diário do Pará, um dos veículos de comunicação da família Barbalho (que está no governo do Estado, no Senado e na Câmara Federal), volta a tratar de história já abordada em várias ocasiões. Ela aponta o ex-procurador geral de justiça, Gilberto Martins, como um dos elos (e um dos mais importantes) de uma rede de combate ao governador Helder Barbalho. Martins estaria a serviço do ex-governador Simão Jatene, que o colocou e manteve por dois mandatos na chefia do Ministério Público do Estado.

Pouco antes de deixar o cargo, ele teria repassado informações “sigilosas e inverídicas” sobre um secretário de Estado a “um blogueiro de nome Orli”, que seria Orly Bezerra, um dos donos da agência de propaganda Griffo, que fez todas as campanhas dos candidatos do PSDB em três décadas, além de ser a principal responsável pela veiculação da publicidade oficial dos tucanos.

A visita de Martins ao prédio onde Orly reside foi obtida pela inteligência da secretaria de Segurança Pública, que a repassou à Casa Militar. Os órgãos do governo acusam o jornalista e publicitário de comandar uma rede de fake news pela internet com informações contra a administração de Barbalho.

Acionado, o delegado Marco Antonio Fonseca tentou obter o vídeo que gravou a presença do ex-procurador geral no prédio. Não conseguiu. Um policial federal (cedido à Segup) foi em seguida, também sem sucesso. O delegado diz ter recebido telefonema de uma pessoa que se identificou como Gilberto Martins, interpretando a iniciativa como forma de pressão, entendimento partilhado, do outro lado do front, pelo mesmo Martins.

O então chefe do MP, presumindo que o agente dessa busca seja o coronel Osmar Costa Júnior, comandante da PM, o levou às barras do tribunal, em mais um episódio dessa guerra, mais de bastidores, embora arrastando para esse terreno pantanoso as instituições que os personagens envolvidos representam. Nomes são omitidos, mas presumidos, informações são dadas como certas, sem serem reveladas, as declarações são truncadas, e nesse vale-tudo a promiscuidade se amplia e a lei, como quase sempre no Pará, vira potoca.

Há um cheiro mais forte de baratismo no ar. Sem uma Coligação de verdade do outro lado.

Discussão

Um comentário sobre “Um cheiro no ar

  1. Que tal essa publicação do BANPARA, até quando esse Senhor Braselino vai fcar torrando dinheiro desse jeito. Pois, é só passar em frente de qualquer agencia, que é notório que não há organização de nada. Simplesmente, torrando mais de 4 milhoes. Absurdoooo!!!!!!!!!!!! Revoltante!!!!!!!

    Objeto: Contratação de empresa para prestação de serviços de organização de filas e locação de 50 (cinquenta) tendas e 2.400 (dois mil e quatrocentos) cadeiras para montagem de infraestrutura de apoio aos clientes do
    Banpará, relativos aos Pagamentos dos programas assistenciais do Estado
    do Pará, com cláusula de rescisão antecipada a qualquer tempo e com
    cessar da emergência, com a finalidade de resguardar a saúde e a integridade física de funcionários e clientes/beneficiários expostos aos riscos de
    contaminação do COVID-19.
    Valor Total Estimado de Até: R$-4.465.913,40 (quatro milhões, quatrocentos e sessenta e cinco mil, novecentos e treze reais e quarenta centavos).
    Data de Assinatura: 08.05.2021
    Vigência: 08.05.2021 a 03.11.2021
    Fundamento Legal da Contratação: Dispensa de Licitação Nº: 018/2021
    Contratado: LEP MUSIC PRODUCOES, GRAVACOES E EDICOES MUSICAIS LTDA
    Endereço: Avenida Rio Branco, 226 – Bairro: Centro
    CEP: 20.090-001 Rio de Janeiro/RJ
    Telefone: (21) 7822-2977
    Ordenador Responsável: Braselino Carlos da Assunção Sousa da Silva

    Curtir

    Publicado por Carlos | 31 de maio de 2021, 18:53

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: