//
você está lendo...
Esporte

Uma estrela: uma luz

O caso de Rayssa Leal, medalha de prata na Olimpíada de Tóquio, pode ser considerado um acidente, um fenômeno, um milagre ou uma imponderabilidade benfazeja. Ela não poderia existir onde existia, numa família comum em uma cidade (Imperatriz) no interior do Estado mais pobre do Brasil, o Maranhão, o único do Meio-Norte, na direção da fronteira setentrional deste imenso país, que já deu um presidente da república; e mesmo assim, ficou ainda mais pobre. Se a história de Rayssa se cristalizar nessa moldura, será um fato tão intenso quanto efêmero.

Provavelmente, não será assim (ou não está escrito nas estrelas que deva ser assim). Ela dá lições a quem ainda está disposto a aprender. Mesmo com 13 anos de idade, já pratica o esporte que a consagrou definitivamente, ontem, há oito anos. Tem sido aplicada, disciplinada, persistente e receptiva às experiências, contrastando com a lenda sobre a inventividade salvadora (e de última hora, à base da improvisação) do jeitinho brasileiro.

Fez sua apresentação com a segurança e o pleno domínio de uma veterana, Mas não perdeu a leveza, a jovialidade, a pureza e a alegria de viver, junto com o desfrute do prazer, de uma criança a caminho da adolescência. Conseguiu ser simples, humilde, competente e virtuosa – um contraste com atletas como os deuses do futebol e seu oposto, o Neymar,

Se Rayssa configura o nascimento de uma geração assemelhada a ela, ainda há lugar para a esperança neste Brasil medíocre.

Discussão

3 comentários sobre “Uma estrela: uma luz

  1. A Fadinha é uma inspiração heroica e mostra a determinação de se manter firme e perseverante, mesmo em tempos difíceis e sombrios. Com a mais nova nova heroína do momento, a esperança segue viva. Representa o país que a gente quer pro futuro. Parabéns à ela por todo o esforço e que Rayssa seja um exemplo para muitos jovens brasileiros.

    Num Brasil assombrado por muitos demônios, a Fadinha representa um anjo de luz que se interpõe entre nós e a escuridão que nos rodeia.

    Curtir

    Publicado por igor | 26 de julho de 2021, 17:58
  2. Há lugar para a esperança neste momento medíocre do Brasil.

    Abraços, Lúcio.

    Curtir

    Publicado por Aldrin Iglesias | 26 de julho de 2021, 20:26

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: