//
você está lendo...
Jari, Memória

Memória – A Jari dos portugueses

A empresa Navegação do Jari foi constituída em junho de 1966, em Belém, pelos comerciantes Antônio Fernandes Teixeira e José Joaquim Martins Júnior. Eles eram também os proprietários da Jari Indústria e Comércio, sucessora, desde 1948, do coronel José Júlio de Andrade no controle de uma vasta área entre o Pará e o Amapá.

No ano seguinte, todo esse patrimônio seria repassado ao milionário americano Daniel Ludwig, que permaneceria à frente do famoso Projeto Jari ao longo de 18 anos, até 1982.

Ao ser constituída, a Navegação Jari contava com uma frota de embarcações razoável: o navio/motor Rio Jari, o n/m Coronel José Júlio, rebocadores Janary Nunes e Rio Cajari, e a alvarenga Jarilândia, além de vapores e lanchas. Com o crescimento dos negócios na era Ludwig, a navegação também teria importância cada vez maior.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: