//
você está lendo...
Igreja, Memória

Memória – Catedral restaurada

Depois de sete de trabalho, foi concluída, em 1957, a restauração da catedral de Belém. A princípio, o objetivo era só recuperar a nave central. Com muitas adesões, o serviço incluiu a igreja inteira. O comando inicial da obra foi do juiz do trabalho Raymundo de Souza Moura, que só se desligou da missão quando foi promovido a ministro do TST, em Brasília, o primeiro paraense a merecer a honraria.

Outros membros da comissão continuaram no front: Antônio Vidigal, Ivo Loureiro do Amaral, Mustafá Mohry e Carlos Damasceno. A obra resistiu pouco mais de duas décadas e as condições da catedral se deterioraram.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: