//
você está lendo...
Economia, Governo, Minério, Multinacionais

Bauxita

A atividade da Mineração Rio do Norte no município de Terra Santa está decrescendo. Em 2019 o faturamento da MRN, que é a maior produtora de bauxita do Brasil e uma das maiores do mundo, foi no valor de 228 milhões. No ano passado baixou para R$ 186 milhões.

A extração do minério no vale do rio Trombetas começou em 1979, em Oriximiná, a terceira maior do oeste do Estado. No mês passado a cota-parte de ICMS de Oriximiná foi de R$ 5,6 milhões. A de Terra Santa foi de R$ 170 mil.

A maior cota foi a de Santarém (R$ 7,7 milhões), seguida por Itaituba (R$ 6,1 milhões), Jacareacanga (R$ 5,5 milhões) e Juruti (R$ 2,6 milhões), onde a multinacional Alcoa também faz lavra de bauxita.

Discussão

2 comentários sobre “Bauxita

  1. Em Juruti é a Alcoa. A queda de produção da MRN deve-se a vários fatores, mas não falta de minério ou de mercado. Penso que tão logo as novas lagoas de rejeito sejam concluídas, ela voltará aos patamares anteriores de produção e faturamento.

    Curtir

    Publicado por ADEMAR A DO AMARAL | 15 de setembro de 2021, 14:06

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: