//
você está lendo...
Economia, Ferrovia, Governo, Minério

Mais apito de trem

As obras da Ferrovia de Integração Centro-Oeste serão iniciadas amanhã, em Mara Rosa, em Goiás. O trecho inicial da Fico irá até Água Boa, também em Mato Grosso, Mato Grosso, com 383 quilômetros de extensão.

A obra é a primeira a ser realizada com base no mecanismo de outorga cruzada. Graças a essa inovação, a Vale bancará o custo da ferrovia, de R$ 2,73 bilhões em troca da renovação antecipada do contrato de concessão da Estrada de Ferro Vitória-Minas, assinada em dezembro do ano passado.

Essa permissão abrangeu também a ferrovia de Carajás. Dos R$ 24 bilhões que precisará investir como imposição pela renovação das duas concessões, apenas R$ 1,8 bilhão serão destinados à EFC. Para a EFVM serão R$ 2,1 bilhões.

Quando totalmente implantada, a Fico terá 1.641 quilômetros de extensão, praticamente o dobro da extensão da ferrovia d Carajás. Ela se conectará com a Norte-Sul, ampliando as alternativas da Vale para escoar a produção de minérios do Pará e o transporte de carga geral, especialmente a soja. E estenderá sua linha até Porto Velho, utilizando o rio Madeira.

Assim, Pará, Minas Gerais e Maranhão financiam a diversificação da Vale em outros Estados.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: