//
você está lendo...
Cidades, Memória

Memória – Quando Belém tinha porto

O porto de Belém era verdadeiramente a porta de entrada na bacia amazônica, a maior do mundo, e o mais importante entreposto comercial da região. É o que mostra o registro de um dia – ­de fevereiro de 1956 – de operações dos navios de duas empresas de navegação marítima  (uma americana e outra alemã), representadas por F. Dias Paes e pela Moller, estabelecidos no boulevard Castilhos França, onde se concentravam as companhias de navegação sediadas em Belém e o comércio atacadista.

Dizia o anúncio:

LAMPORT & HOLT LINES LIMITED

Linha de New York

M/S Jacarandá – Esperado hoje, sairá para a costa após a indispensável demora. De volta da costa, carregará aqui para New York, na primeira quinzena de março próximo.

M/S Dominic – Esperado cerca de 1ºde março próximo, prosseguirá para New York após a indispensável demora.

M/S Verdi – À carga em New York para os portos do Norte do Brasil.

NORDDEUTSCHER LLOYD (Loide Norte Alemão)

M/S Lahnstein – Presentemente carregando em Cabedelo para a Europa.

M/SInnstein – Saiu 25/2 de Hamburgo, via terrestre, está sendo esperado em Belém em 9/3. Voltará pela costa do Norte do Brasil para o continente europeu.

M/S Lahnstein – Sairá na sua próxima viagem para o Brasil na segunda quinzena de março. Chegará a Belém na primeira quinzena de abril.

Para demais informações e engajamentos de carga para Rotterdam, Antuérpia, Bremen, Hamburgo carga em trânsito pelos países escandinavos e outros continentes, queiram dirigir-se aos agentes.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: