//
você está lendo...
Imprensa, Memória

Memória – A escalada de RM

Romulo Maiorana chegou a Belém exatamente no dia 3 de julho de 1953, quando a cidade se preparava para abrigar o Congresso Eucarístico Nacional. Do aeroporto de Val-de-Cans, o diretor da Duplex Publicidade seguiu direto para a redação da Folha do Norte, acompanhado do sócio, Nelsindo Valença, que o antecedera na nova praça (que viria a se tornar seu domicílio definitivo).

Tinha pressa em anunciar que sua empresa instalaria na capital paraense as mesmas placas de sinalização que já colocara em Fortaleza, no Ceará, de onde viera. A autorização fora dada pelo governador Alexandre Zacarias de Assunção, mas o serviço não oneraria o erário: a receita da Duplex viria da venda de anúncios nas placas, que ficariam nas paradas de ônibus.

Romulo se tornaria depois colunista social da Folha e viria a adquirir o prédio e o título do jornal 20 anos depois, na escalada do seu império de comunicação, iniciado em 1966, com a aquisição de O Liberal. Dos seus 75 anos de vida, 55 sob o controle da família Maiorana.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: