//
você está lendo...
Ciência, Memória, Pecuária

Memória – O rebanho sumiu

O polêmico Felisberto Camargo, primeiro diretor do Instituto Agronômico do Norte (atual Embrapa), formou em Fordlândia, no Tapajós, “o mais rico plantel de raça Nelore existente no Brasil”. Esse seria “o primeiro marco eficiente para a recuperação econômica da Amazônia”, conforme a diretriz estabelecida na Constituição de 1946 (resultando na criação da Superintendência do Plano de Valorização Econômica da Amazônia, a SPVEA).

Mas em 1952 o Ministério da Agricultura aplicara um “golpe de morte à pecuária do vale”, ao transferir o plantel do IAN para o patrimônio do Fomento da Produção Animal. Isso significava tirar o rebanho da Amazônia, denunciou o deputado estadual Líbero Luxardo. Inutilmente.

Discussão

Nenhum comentário ainda.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: